segunda-feira, 16 de setembro de 2019

⤵Prefeitura de Votuporanga demite 2 agentes comunitárias, demissões em massa pelo Brasil são negligenciadas e a caixa de pandora continua aberta

Prefeitura demite duas agentes comunitárias em apenas uma semana. Foto: divulgação/Prefeitura de Itanhaém



A MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, entidade que atua dando suporte aos sindicatos, associações, federações e confederações, na luta pela garantia dos direitos dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, por meio de suas mídias integradas, continua fazendo denúncias sobre as demissões dessas categoria e a negligência que elas vem sofrendo.

"Continuaremos denunciando as demissões, apontando os abusos de prefeitos e secretários de saúde, apoiando as instituições que estão lutando na defesa da categoria e questionando as que forem negligentes, comentou Samuel Camêlo, coordenador nacional da MNAS.

Hoje, segunda-feira (16/09), noticiamos a demissão da segunda agente comunitária no município de Votuporanga. Temos consciência de que demissões da categoria tem ocorrido com frequência. Esta última demissão, de acordo com o despacho da administração municipal, foi instaurado um Processo Administrativo Disciplinar, por meio da Portaria 127 de 11 de julho de 2019, da corregedoria-geral do município, em face da servidora. 

↪️ VÍDEO EM DESTAQUE

👉VÍDEO - RIO: Presidente do SINACS/RJ fala sobre a situação das demissões em massa.  Veja direto no Youtube!

É a segunda demissão de uma ACS, em apenas uma semana. Segundo a gestão, a agente havia cometido uma falta grave. O argumento  usado na demissão da primeira foi desídia (desleixo).

Todos os anos milhares de agentes de saúde (ACS/ACE) têm sido demitidos em vários estados do Brasil, quer na Região Sudeste (onde se concentra a maior onda de demissões em massa do país) ou nas demais regiões, tais como: Nordeste, Norte, Sul e Centro Oeste.

Em janeiro deste ano (2019) publicamos que a Prefeitura do RJ demitiu 387 Agentes de Saúde, no total seria 1.400. Atualmente esse número já ultrapassa os 1.500 Agentes Comunitários de Saúde. A nível municipal, o SINDACS/RJ, a quem a grande maioria dos ACS são associados, não consegue reverter a situação. Até hoje, nenhuma instituição nacional, das que se dizem ter legitimidade para defender os interesses da categoria, sequer se pronunciou oficialmente sobre a situação.
O presidente do SINACS/RJ - Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, Francisco Vilela, comentou sobre a situação da categoria no município do Rio, veja o vídeo aqui.


Matéria publicada em junho/2019.

Atualmente os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) estão passando por onda de demissões em massa. Essa onda não é novidade, embora ocorra silenciosamente.  Mas, por que o silêncio das entidades que representam essas categorias? O que está acontecendo para que essas demissões sejam mantidas em silêncio?

A Caixa de Pandora está mantendo as instituições em silêncio, quando deveriam lutar pela garantia dos direitos da categoria dos ACS/ACE

A Caixa de Pandora

Caixa de Pandora é um artefato da mitologia grega, tirada do mito da criação de Pandora, que supostamente foi a primeira mulher criada por Zeus. A "caixa" era na verdade um grande jarro dado a Pandora, que continha todos os males do mundo. Pandora abre o Jarro, deixando escapar todos os males do mundo.

No caso dos ACS/ACE,  a Caixa de Pandora representa as demissões em massa e as negligências de várias entidades representativas, nas várias esferas. Entidades que possuem todas as ferramentas nas mãos para lutar contra essas demissões e a negação do acesso aos direitos garantidos em leis, contudo, nem mesmo usam as redes sociais para denunciar os abusos realizados pelos maus gestores (prefeitos e secretários  de saúde). Estão fora desse contexto as entidades que realmente tem lutado contra essas demissões, nesse caso, não há o que se questionar.


Negligência da representação municipal estadual e nacional

Alguém já viu alguma matéria, nota, vídeo etc, sobre essas demissões em massa na esfera estadual ou nacional? Por que as federações e confederações estão em silêncio? Por que muito se fala em conquistas obtidas em Brasília (que dão Ibope, repercute nas redes sociais, envolve interesses de políticos, mas que não estão saindo do papel nos municípios)?

Conquistas e ilusões

A Entidade que é atuante e não tem o que esconder de seus representados ACS/ACE, não se choca com matérias como esta, que aborda a realidade nua e crua!

A Caixa de Pandora também é presentada pelo mau emprego do patrimônio dos associados ACS/ACE. Desvios de finalidade do dinheiro dos trabalhadores, que acabam servindo de benefício dos próprios diretores da instituição que deveria representar e não fazer comércio da categoria. Dinheiro que deveria ser empregado em benefício da coletividade, mas que são desviados para benefícios próprios, que em certos casos, já recebem ajuda de custo dos prefeitos, negociando com o direito dos trabalhadores. Aos seus representados criam ilusões, colocam dificuldades na busca pela garantia de direitos, mesmo já estando garantidos em leis. Há absurdos que, simulam ações judiciais, abrindo o processo e não fazendo com que os procedimentos necessários para garantir o direito da categoria, que dizem representar.

O levante da Federalização e o desespero dos que usam a Pandora

Em meio a todo esse estado de caos, no estado em que os ACS/ACE mais são massacrados pelo sistema, precisamente na cidade de Araruama (RJ), um jovem agente com o nome de Jeison Borges, teve uma ideia, nascia a Proposta Legislativa da Federalização. Não era algo novo, já havia sido debatido entre os anos de 2000 e 2006, antes da municipalização proposta com a aprovação da Lei 11.350/2006.

O Jeison Borges não imaginava que receberia apoio dos ACS/ACE dos mais diversos recantos do Brasil. Inicialmente a proposta recebeu apoio de Cláudia Almeida (RJ), Samuel Camêlo (PE), Francisco Vilela (RJ) e Welington Nanall (ES). É importante conhecer a Proposta de Federalização dos ACS/ACE, que está em tramitação no Senado Federal.

Reação a Federalização - logo após a adesão da categoria a nível nacional, várias entidades  representativas manifestaram apoio à Federalização. Entidade sérias, que são comprometidas com a Caixa de Pandora. Com o apoio de várias lideranças, associações, sindicatos e principalmente da categoria em suas bases, o movimento se consolidou, se fortalecendo em pouco tempo.

Reação contra a Federalização - infelizmente, buscando se manter com os benefícios gerados com o estado de caus da categoria, os discursos de ódio, desprezos e ações criminosas nas redes sociais marcaram a luta contra a Federalização. Fake News (Notícias Falsas) foram criadas, atribuindo a Proposta do agente Jeison Borges aos prefeitos, falou-se que foi a CNI que criou a proposta (uma mentira vergonhosa). Isto gerou uma série de transtornos contra os trabalhadores. Mas, os adeptos da Caixa de Pandora  não poupam a ninguém para manter os privilégios e regalias, obtidas com a pseudo representatividade. Em muitos casos a representação da categoria se tornou um comercio de toma lá e me dá cá. Esta é a realidade!


Demissões em Massa

Todos os anos milhares de agentes de saúde (ACS/ACE) têm sido demitidos em vários estados do Brasil, quer na Região Sudeste (onde se concentra a maior onda de demissões em massa do país) ou nas demais regiões, tais como: Nordeste, Norte, Sul e Centro Oeste.


Novos Processos Seletivos, novas demissões

As contrações fora do que estabelece a Lei 11.35/06 e 12.994/14, representam ilegalidades que têm ocorrido silenciosamente, ou seja, não está havendo contestação desse modelo precário de contração. Isto ensejará em mais demissões, contudo, onde estão os representantes da categoria para denunciar essas arbitrariedades? Basta ir no Google e solicitar a informação sobre esse tipo de contração, que o sistema apresenta as inúmeras ocorrências. Clique aqui e veja!


O drama dos Agentes do Rio de Janeiro

O drama  vivido pelos agentes do Rio de Janeiro representa o sofrimento da categoria muito além do estado carioca. São mais de 222 mil ACS/ACE que não possuem direitos fundamentais garantidos. Ameaçados de demissão, sem receber os seus pagamentos como estabelecem as leis. Mas, por que nada é feito de forma efetiva, que possa mudar essa situação? O problema está na Caixa de Pandora. Enquanto a caixa existir, beneficiando quem deveria lutar contra esse sistema de arbitrariedade, ele tende a continuar existindo.


Convocação de Duque de Caxias 

Caxias convoca agentes de saúde aprovados em concurso público  - A Prefeitura de Duque de Caxias está convocando 294 pessoas aprovadas no Processo Seletivo Público objeto do Edital nº 001/2018, realizado em 17 de julho de 2018, para as funções de Agente Comunitário de Saúde (69 vagas) e Agente de Combate às Endemias (225 vagas). Os candidatos classificados convocados através deste edital, respectivamente nos cargos indicados, deverão se apresentar no dia 15 de julho de 2019, às 8h, no Teatro Municipal Raul Cortez, na Praça do Pacificador, s/nº, no Centro de Caxias.


Reação da categoria de Duque de Caxias 

A categoria reagiu de diversas formas contra as demissões, inclusive, com uma Petição Online.

Em CARTA ABERTA À POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS - RJ, os agentes descreveram a situação dramática:

Em 2014 foi realizado um Processo Seletivo onde foram selecionados candidatos para as funções de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate às Endemias e os aprovados foram chamados a ocupar seus cargos em 2015, sendo convocados em duas etapas. Uma em janeiro e outra em setembro de 2015.

Mesmo sem qualquer justificativa para fazê-lo, todos os ACS e ACE cujos contratos venceram aos 31/01/2017 estão sendo sumariamente desligados, apesar de o contrato firmado permitir a prorrogação por mais dois anos.

Nosso objetivo é dar conhecimento destas irregularidades e pedir o apoio da população deste município, que com certeza sofrerá com os resultados dessa arbitrariedade da Prefeitura Municipal de Duque de Caxias.

Para isto, estamos organizando este abaixo-assinado que será entregue ao Prefeito do Município de Duque de Caxias solicitando que o mesmo cumpra sua promessa de Campanha, quando se declarou o PREFEITO DA SAÚDE!

Queremos pedir que cada um dos moradores que recebe em sua residência o atendimento do Agente de Combate às Endemias e/ou Agente Comunitário de Saúde, venha se juntar à nossa luta através deste abaixo assinado para que não seja permitido que centenas de profissionais que hoje ocupam estes cargos sejam desligados e que isto venha a se refletir no atendimento prestado à população deste Município.

A Duque de Caxias  precisa ser fechada para que todo esse sofrimento seja cessado. Ainda há como fazer com que os ACS/ACE, que estão trabalhando em seus municípios, sem as suas garantias de direitos fundamentais sejam repeitados. Chega de direito para poucos, todos devem ter o acesso aos benefícios conquistados. Não apenas uma parte da categoria!

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Jornal (81 9.8934-3536).

DÊ SUA OPINIÃO SOBRE O CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU.
Para registrar sua opinião, use o seu perfil do Facebook, logo abaixo da matéria, na barra de manifestação.






Luiz Henrique Mandetta, Ministro da Saúde

As equipes serão formadas por médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde, ampliando o atendimento na Atenção Primária em 156 municípios

Para ampliar o atendimento à população que procura o Sistema Único de Saúde (SUS) para cuidar da saúde, o Ministério da Saúde credenciou 1.878 novas equipes formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde, além de profissionais de saúde bucal, como cirurgiões-dentistas e técnicos em saúde bucal. Ao todo, foram 1.240 novos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), 314 equipes de Saúde da Família e 324 novas equipes de Saúde Bucal, reforçando a assistência em 156 municípios. Leia a matéria completa! 






As crianças são as mais suscetíveis às complicações e óbitos por sarampo. Foto: Luiz Henrique Mandetta, Ministro da Saúde

Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul passaram a integrar a lista de estados com casos confirmados da doença. São Paulo ainda concentra maior incidência

O Brasil registrou 3.339 casos confirmados de sarampo em 16 estados, nos últimos 90 dias, de acordo com o novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde. Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul passaram a integrar a lista de estados com surto ativo da doença. O atual boletim aponta a notificação de 24.011 casos suspeitos, sendo que 17.713 (73,8%) estão em investigação e 2.957 (12,3%) foram descartados. Os casos confirmados, neste último levantamento, representam 89% do total de 2019. Não houve novos registros de óbitos.






O Drama dos Agentes de Saúde de Salvador  é um retrato do quanto a categoria está longe da garantia de direitos fundamentais no país

Entre as diversas lutas dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, está a pelo reconhecimento dessas categorias como pertencentes ao grupo de Grupo Profissionais de Saúde. 
Mais de 13 anos após a criação da Lei 11.350/2006, considerada a mãe de todas as leis que beneficiam os agentes, o sofrimento pela ausência desse reconhecimento continuam gerando complicações nessa que, segundo o nosso entendimento, trata-se de um direito básico. 

O prefeito da capital da Bahia, ACM Neto, barrou o PL nº 125/2019, o texto do Projeto indica ao prefeito que os agentes de saúde fossem incluídos no Grupo dos Profissionais de Saúde. A propósito do projeto é garantir que os agentes pudessem obter os benefícios advindos das legislações em curso para quem atua na saúde pública municipal. Leia a matéria completa!






Senador Marcelo Castro é favorável ao projeto, que segue para a Câmara dos Deputados Jane de Araújo/Agência Senado Fonte: Agência Senado

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou em decisão final, na quarta-feira (11), projeto que flexibiliza o período para participação dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias em cursos de aperfeiçoamento. O prazo atual, de no mínimo dois anos para nova formação, passa a ser menor.

A intenção do autor do projeto, senador Weverton, é abarcar a necessidade de atualização profissional imposta por situações de urgência, como uma epidemia, por exemplo.
O projeto (PL 2.013/2019) recebeu voto favorável, com três emendas de redação do relator, senador Marcelo Castro. Leia a matéria completa! 







👉VÍDEO - Fatalidade: Morte da agente de saúde Thaiane de Oliveira (29 anos) continua um mistério. Veja direto no Youtube!

Infelizmente, noticiamos mais um caso de assassinato de uma Agente Comunitária de Saúde. Dessa vez a vítima foi uma jovem, Thaiane de Oliveira (29 anos) e o apontado como responsável é seu companheiro, um policial militar, conforme informações repassadas pela Jornal VS (Renata Strapazzon), publicada ontem, 06/09.
Um laudo sobre a morte de Thaiane deve ser emitido somente em 15 dias.

A ACS Thaiane morreu depois de ser atingida por um um tiro dentro da própria casa. O fato ocorreu na madrugada do 24/07, em Capela de Santana, na Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a Brigada Militar, o disparo partiu da arma do próprio companheiro, de 31 anos, que é policial militar. Ele alegou, informalmente, à polícia que atirou contra a mulher por engano. 






No Brasil, uma pessoa se suicida a cada 45 minutos

Na última segunda-feira (9), alguns famosos como Ana Maria Braga, Leticia Sabatella, Jojo Todynho, PC Siqueira, Penélope Nova, Evaristo Costa, Juliana Paes e Fábio Porchat desativaram suas contas do Instagram em uma ação planejada para dar visibilidade ao Setembro Amarelo, campanha de conscientização e de prevenção ao suicídio.







Médicos se demitem de posto de saúde após ameaças de pacientes e demais profissionais estão assustados. Diretora do sindicato falou sobre a situação.

O posto de saúde do bairro Nazaré, em Belo Horizonte, amanheceu sem médicos, na sexta-feira (6). Os profissionais pediram demissão depois de sofrerem frequentes ameaças de pacientes, inclusive, com paciente armado com arma de fogo. 

Médicos se demitem de posto de saúde após ameaças de pacientes

Cleide Donária de Oliveira, diretora do Sindibel (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte) informou que a violência é generalizada. "A demanda cresceu demais e não houve adequação do sistema de saúde, disse presidente do sindicato (...), afirmou a sindicalista.







👉VÍDEO  - A virada do Menino Adão, Vendedor de Cremosinho (Geladinho) que foi Humilhado. Veja direto no Youtube!
Rick e Adão - Fotos: reprodução / Instagram

Rick Chesther grava vídeo e diz que vai ajudar menino humilhado no Maranhão.  

Rick Chesther – o carioca vendedor de água de Copacabana, no Rio de Janeiro, que virou palestrante internacional – gravou um vídeo e anunciou que vai ajudar Adão, o menino humilhado por colegas em Grajaú, no Maranhão, por vender geladinho – cremosinho, ou dim-dim – para ajudar a família.  Leia a matéria completa!





De acordo com sindicalistas, 95% da verba para esses salários é federal, porém, a prefeitura não estaria repassando devidamente os valores

Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (SINDIBEL) debateram, em audiência realizada na última terça-feira (3/9/19), a maneira como estão sendo gastos os recursos federais repassados à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para o pagamento dos salários de agentes comunitários de saúde (ACS) e de agentes de combate a endemias (ACE).

De acordo com sindicalistas, 95% da verba para esses salários é federal, porém, a prefeitura não estaria repassando devidamente os valores, que estariam, além disso, abaixo do piso nacional. O assunto foi discutido na Comissão do Trabalho, da Previdência e da Assistência Social da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).






O consumidor que não pagou uma conta de luz há mais de 90 dias não pode mais ter a eletricidade cortada – desde que as faturas posteriores à conta atrasada estejam quitadas.

Essa é a nova determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para proteger o fiel pagador que, eventualmente, esqueceu de pagar uma fatura – que é antiga demais ou pode não ter sido enviada pela concessionária.

A regra está prevista na Resolução 414/2010 (que foi publicada no último dia 15 de março, editada para evitar confusões. Isso porque, às vezes, um morador tinha a luz cortada por causa do atraso no pagamento de um boleto em atraso há anos – em muitos casos quem deixou de pagar nem é mais o morador do imóvel.
“Não se pode penalizar o consumidor que por acaso esqueceu ou falhou no pagamento – e a concessionária teve 90 dias para lembrá-lo e não o fez. A distribuidora não pode cortar com base numa conta que ficou esquecida lá atrás, sendo que o consumidor fez os pagamentos posteriores. É para evitar esse tipo de situação”, diz Romeu Donizete Rufino, diretor da Aneel.
A mesma norma ainda prevê que a suspensão de fornecimento por falta de pagamento da conta de energia só poderá ser feita em dias úteis da semana e durante o horário comercial (8h às 18h), e não mais a qualquer momento como era possível antes. Isso porque, segundo Rufino, não é o corte que interessa ao consumidor e à concessionária, mas sim um serviço de boa qualidade e o pagamento em dia da fatura.






Você sabia que o sêmen pode sobreviver dias no corpo da mulher? 

Você sabia que o sêmen pode sobreviver dias no corpo da mulher? Descubra por quanto tempo ele aguenta e o que isso significa para a vida da mulher.

A maioria das mulheres nem imagina, mas depois de manter relações íntimas sem proteção, ela permanece com o sêmen do parceiro no corpo por um bom tempo. E coloca bom tempo nisso!
De acordo com especialistas, fora do corpo humano e até mesmo na pele, os espermatozoides podem sobreviver até 3 horas. Dá para acreditar nisso?

Dentro do corpo feminino, por outro lado, o cenário é bem diferente. Por encontrar um ambiente propício e receptivo, o sêmen permanece vivo e ativo por até 3 longos dias no interior da vagina, nas trompas e ao redor dos ovários, por exemplo.






A mãe obrigou seu menino saudável a ver 320 médicos e a passar por 13 cirurgias, incluindo transplante de pulmão

Uma mãe submeteu seu menino saudável a 13 cirurgias extensas, inclusive um transplante de pulmão! Ela também obrigou o filho a passar por 320 médicos ao longo de seus oito anos de vida e o manteve em uma cadeira de rodas!

Kaylene Bowen, 35 anos, de Dallas nos Estados Unidos foi presa e se declarou culpada por ter submetido seu filho a uma série de procedimentos dolorosos e desnecessários. Ela agora aguarda o julgamento que ocorrerá em outubro deste ano.






Presidente do Sindicato Estadual dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias, Francisco Oliveira

O presidente do Sindicato Estadual dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias (Piauí), Francisco Oliveira ganhou uma ação movida contra uma colega, identificada como Ana Ferreira, após a mesma ter deferido vários xingamentos contra o presidente nas redes sociais.

De acordo com o advogado Dr. Jefferson Francisco Falcão de Carvalho Marcos, o episodio aconteceu em um grupo de WhatsApp depois que o presidente comunicou que estava lançando seu nome para candidato a deputado federal.







O drama vivido por Rozi e demais pessoas, assistidas por ela, nos chama a atenção pela situação de extrema pobreza com a qual convive.

A imagem e o drama vivido pela agente comunitária de saúde Rozi (nome alterado para evitar exposição desnecessária),  ganhou destaque no microblog da ONG (Organização Não Governamental) Médicos Sem Fronteiras.

Médicos Sem Fronteiras (MSF) é uma organização humanitária internacional que leva cuidados de saúde a pessoas afetadas por graves crises humanitárias.

A ACS Rozi trabalha no projeto contra o HIV (sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana) com trabalhadoras do sexo no Malaui (África). Ela havia se tornado trabalhadora do sexo em 2002, depois que um divórcio a deixou com dois filhos para sustentar sozinha.  Leia a matéria completa!






“Meu sonho é enviar 500 crianças (para a escola) em todas as dez províncias do país até o final do ano 2020 (...), disse “Tanya” Muzinda. Foto: Zimbabwe.com

Tanyaradzwa “Tanya” Muzinda, sensação do Motocross do Zimbábue, na África, pagou as taxas escolares para 40 meninas e 5 meninos no seu país.

Ela doou suas economias para a escola primária Chinamano Council em Epworth, 20 km a sudeste da capital Harare e agora a jovem de 14 anos quer pagar as taxas de mais 500 crianças do país.

Meu sonho é enviar 500 crianças (para a escola) em todas as dez províncias do país até o final do ano 2020 pela Graça de Deus e espero que este sonho seja realizável”, disse.
Leia a matéria completaClique aqui!






Juiz atendendo idoso em casa - Foto: Aline Caetano/TJ-GO

Se a pessoa doente não pode ir ao Tribunal de Justiça, o juiz vai até ela! Foi o que aconteceu em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia.

O juiz Joviano Carneiro Neto, do Tribunal de Justiça de Goiás, foi até a casa de José Antonio de Paula, de 62 anos, para fazer uma audiência sobre pedido de aposentadoria. E deu ganho de causa ao idoso.
Ele pedia aposentadoria rural por idade e como está doente – com câncer no rim e no fígado – não tinha como se deslocar até o fórum da cidade. 
Leia a matéria completaClique aqui!







 Osvaldo Ribas, agente comunitário de saúde, foi assassinado covardemente

O agente comunitário de saúde, identificado como Osvaldo Ribas, de 57 anos, morreu na tarde da quinta-feira (8) após se envolver numa briga com "um amigo," no bairro Los Angeles, em Campo Grande (MS).

Conforme a polícia, um homem e a vítima bebiam em um bar, localizado na Rua Engenheira Paulo Frontin, quando se desentenderam. Osvaldo foi agredido pelo sujeito e, em seguida, o atropelou com um veículo e ainda o arrastou por alguns metros. Leia a matéria completaClique aqui!







Um homem desabafou após não querer o bebê que teve por meio de uma barriga de aluguel

“Contratei uma barriga de aluguel, mas agora não quero ficar com o bebê”

Um casal está gerando grande polêmica ao se recusarem a ficar com o bebê por causa de um erro da clínica de fertilização

Um casal está gerando grande polêmica ao não querer ficar com o bebê que tiveram após anos tentando engravidar. Em um post feito na rede social Reddit, o pai explicou que sua esposa de 43 anos não podia mais engravidar após ter sofrido diversos abortos espontâneos. Leia a matéria completa, Clique aqui!







Modelo realizava desintoxicação após "passar dias na noitada" Reprodução

Janna Rasskazova teria morrido em decorrência da incompatibilidade de medicamentos administrados por seu médico narcologista. Nayara Fernandes, do R7

A modelo, DJ e ex-coelhinha da Playboy Janna Rasskazova, de 29 anos, morreu na última segunda (12), em Moscou, enquanto realizava um tratamento de desintoxicação caseira, após "passar vários dias seguidos na noitada". A informação é do jornal russo Moskovsky Komsomolets.  Leia a matéria completa, Clique aqui!







👉VÍDEO -  De um lado o aposentado Victor Coella e de outro o juiz Frank Caprio.Veja direto no Youtube

Um juiz justo é o que todos esperam e foi o que fez o Franck Caprio que viralizou com um vídeo gravado em um tribunal americano.

O vídeo faz parte de um programa de televisão famoso nos EUA, Caught in Providence, que transmite os julgamentos reais.
Francesco Caprio, conhecido como Frank Caprio, é o principal juiz municipal em Providence, Rhode Island e ex-presidente do Conselho de Governadores de Rhode Island, nos Estados Unidos. Leia a matéria completaClique aqui!







👉VÍDEO -  Extinção dos Agentes de endemias: Os trabalhadores querem entende o por quê do corte de um setor tão necessário. Veja direto no Youtube 

Manaus/AM - Um grupo de agentes de endemias estado na frente da sede do Governo e exigem uma reunião com o governador Wilson Lima, para discutir uma suposta extinção da categoria solicitada pela Fundação de Vigilância e Saúde do Estado (FVS/AM) através de um documento.
Desde a última quinta-feira da semana passada, os agentes paralisaram as atividades e se juntaram as demais classes que lutam contra a lei de congelamento de salários sancionada por Lima. A suspensão das atividades foi aderida em pelo menos 35 municípios no interior. Leia a matéria completa, Clique aqui!







Apesar de ficarem em desvantagem em alguns aspectos, mantêm-se firmes, dedicados e alcançam grandes conquistas.

O estudo é uma das coisas mais importantes na vida de uma pessoa. Muitas vezes não damos valor ao acesso à educação, mas as pessoas que crescem sem a oportunidade de estudar têm opções muito limitadas do que fazer com as próprias vidas, já que as boas oportunidades de crescimento favorecem aqueles que estudam.
É cada vez maior o número de adultos ou de idosos que buscam as escolas e universidades. Essas pessoas, que por algum motivo foram privadas do estudo durante a juventude, têm ânsia por conhecimento, pela melhora de vida, e entendem que um diploma abre muitas portas. Leia a matéria completa, Clique aqui!   







A agente destaque dessa semana é a ACE Cláudia Almeida, coordenadora da CPI da Saúde nos Municípios e Federalização dos Saúde do Brasil

Nessa semana, que se inicia hoje (11/08), a Agente de Saúde em Destaque da Semana é a Agente de Combate às Endemias de Macaé (RJ), Cláudia Almeida. Ela, que tornou-se um dos maiores nomes da representação dos ACS e ACE de todo o Brasil, justamente por ser uma trabalhadora como todos os 337 mil ACS/ACE do país.

Contexto inédito
Cláudia Almeida é uma das raras lideranças nacionais que não é sindicalista, portanto, não recebe nenhum benefício como tal, ou seja, trabalha no campo como todos os Agentes de saúde (ACS/ACE) do país.
agente Cláudia  se destacou a nível nacional por usar as redes sociais para esclarecer à categoria sobre seus direitos. Especificamente em área que as representações sindicais geralmente são omissa, em sua grande maioria. Os sindicatos e sindicalistas que tem feito a tarefa de casa, esclarecendo o direito da categoria, jamais se se sentirá constrangidos pelo trabalho desempenhado pela Bacharela em Direito de Macaé.  Leia a matéria completa, Clique aqui!   





👉VÍDEO - Participação de diretores da CONACS na 16ª Conferência Nacional de Saúde. Veja direto no Youtube

Diretores da CONACS - Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde teve participação na conferência, assim como Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias de diversos estados brasileiros. 
Segundo a diretora Ilda Angélica, foi possível aprovar "todas as propostas e moções que trazem segurança não só para nossa categoria mais principalmente aos usuários, através das aprovação grande será o fortalecimento do nosso SUS. Mais uma vez mostramos nossa força! Obrigado a todos que participaram deste momento de fortalecimento da nossa democracia, principalmente aos companheiros ACS e ACE de todos os estados, concluiu Ilda. Leia a matéria completa, Clique aqui!




Ministros Dias Toffoli, Edson Fachin, Marco Aurélio e Gilmar Mendes, votaram a favor da derrubada do Reajuste do Reajuste do Piso Nacional dos Agentes de Saúde

CNM - Confederação Nacional de Municípios, entidade que representam os 5.570 municípios do país, tem dado as cartas e mantido a categoria em situação de elevado potencial de precariedade, inclusive, sem garantir o pagamento do valor enviado pelo FNS - Fundo Nacional de Saúde. 
Como é de conhecimento geral, ela foi derrotada pela 2ª vez no que diz respeito a votação da AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE (ADI nº 6103) no Supremo Tribunal Federal (STF), cujo último julgamento ocorreu ontem (06/08), no Plenário Virtual da instituição, exatamente como este Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil havia antecipado.
Leia a matéria completa, Clique aqui!






A 8ª TST condenou um hospital de Nova Lima (MG) por entender que a empregada deveria receber a remuneração em dobro 

O trabalho em feriado deve ser remunerado em dobro, mesmo que haja grande período de descanso para compensação. Essa foi a decisão da Justiça em uma ação movida por uma técnica de enfermagem, contratada em 2009, que afirmou ter trabalhado em vários feriados nacionais sem ter recebido o devido pagamento em dobro.
A 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou um hospital de Nova Lima (MG) por entender que, apesar de os turnos serem de 12 horas e o período de descanso de 16 horas, a empregada deveria receber a remuneração em dobro do trabalho prestado em feriados, conforme assegura a jurisprudência do TST. Leia a matéria completa, Clique aqui!





Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde - PQA-VS é um direito dos Agentes de Combate às Endemias

O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ) decidiu em audiência de conciliação no dia 17/07 determinar o arresto de R$ 38 milhões das contas bancárias de titularidade do município do Rio de Janeiro. A ação foi movida pelo Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Município do Rio e mais oito sindicatos devido à demissão de 1.500 agentes comunitários que trabalhavam nos hospitais públicos da prefeitura geridos pelo Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas).
Os servidores reivindicam o pagamento dos salários e a apresentação dos Termos de Rescisão do Contrato de Trabalho do pagamento das rescisões contratuais de todos os substituídos, que incluam salários, aviso prévio, 13º salário e demais direitos trabalhistas. Leia a matéria completa, Clique aqui!






 Milhares de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias estão sendo demitidos pelo Brasil. Isto, de forma silenciosa.

Os Agentes de Saúde (ACS/ACE), as Demissões em Massa e a Caixa de Pandora

Atualmente os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) estão passando por onda de demissões em massa. Essa onda não é novidade, embora ocorra silenciosamente.  Mas, por que o silêncio das entidades que representam essas categorias? O que está acontecendo para que essas demissões sejam mantidas em silêncio?

A Caixa de Pandora
Caixa de Pandora é um artefato da mitologia grega, tirada do mito da criação de Pandora, que supostamente foi a primeira mulher criada por Zeus. A "caixa" era na verdade um grande jarro dado a Pandora, que continha todos os males do mundo. Pandora abre o Jarro, deixando escapar todos os males do mundo.
No caso dos ACS/ACE,  a Caixa de Pandora representa as demissões em massa e as negligências de várias entidades representativas, nas várias esferas. Leia a matéria completa, Clique aqui!





A relatoria da Federalização dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias ficou com a Senadora Mailza Gomes

Conforme informações disponibilizadas no Canal da Federalização a atual Sugestão Legislativa 33/2019 já conta com uma relatoria. Conforme informações do Portal do Senado Federal.
A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (Secretaria de Apoio à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa), fez a distribuição e a  Senadora Mailza Gomes (Acre) foi designada para emitir relatório. Leia a matéria completa, Clique aqui!





O PL 1802/19 acaba com a polêmica sobre a o vínculo duplo e garante o direito dos Agentes Comunitários e de Combate às endemias

A polêmica sobre a Legalidade da possibilidade dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias Acumularem caros Públicos está preste a se encerrar.
Projeto de Lei 1802/19, que está tramitando na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.
Na última quinta-feira (11), publicamos uma matéria descrevendo informações relevantes sobre a tramitação do Projeto.

Alguns detalhes sobre o PL 1802/2019
Já há entendimento de que as duas categorias possuem esse direito, inclusive, com parecer jurídico favorável à categoria. Leia a matéria completa, Clique aqui!


↪️ +VÍDEOS EM DESTAQUE


👉VÍDEO - Radionovela valoriza agentes de saúde e consolida importância do SUS. Veja direto no Youtube!

👉VÍDEO -  Dra. Elane fala sobre Indenização, Riscos de Campo para os ACS/ACE e outras questões de grande importância. Veja direto no Youtube

Fonte:  Jornal dos Agentes de Saúde do  Brasil, publicado em 16/09/2019, às 14h05.  





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif






Nenhum comentário:

Postar um comentário