domingo, 2 de dezembro de 2018

➡️Inclusão: C&A contrata trans e travestis: 1.000 vagas no fim de ano


As vagas disponíveis são para o cargo de Operador de Vendas e Serviços, com trabalho alocado nas lojas físicas da C&A


A C&A dá um golpe no preconceito, inova e abre 1.000 vagas para travestis e pessoas trans neste fim de ano.

As vagas temporárias são para todo o Brasil, informou a rede de lojas em nota enviada ao SoNotíciaBoa.

As vagas disponíveis são para o cargo de Operador de Vendas e Serviços, com trabalho alocado nas lojas físicas da C&A”, diz a nota.


O salário? “A remuneração varia de acordo com o período de contrato e região do candidato”, esclarece.

 Leia também

Requisitos

A empresa não exige experiência anterior, mas se o candidato já tiver trabalhado em atendimento ao cliente, melhor.

A rede procura pessoas que saibam compreender, ouvir, aprender, corrigir os erros e que queiram se aperfeiçoar para realizar suas tarefas.

Para concorrer às vagas a C&A pede que o candidatos tenha:

ensino médio completo
interesse em estudar e se aperfeiçoar em cursos de moda
habilidade na resolução de problemas e
vontade de trabalhar e crescer

E seja:

interessado
dinâmico e
pró-ativo


Como se candidatar

Para se candidatar, acesse o site vagas ou vá pessoalmente a alguma loja da C&A, no setor de Operação de Loja.

Para “maior alcance da divulgação e aproximação com o público alvo… a C&A conta com o apoio da Transempregos, responsável pela divulgação destas vagas junto aos candidatos trans”, diz a nota.

A Transempregos é uma organização que tem parceria com empresas para facilitar o acesso ao mercado de trabalho de pessoas trans, que enfrentam dificuldades para conseguir um emprego por causa do preconceito.

Motivo

A C&A é uma multinacional holandesa que existe há 175 anos. A marca está no Brasil há mais de 40 anos, tem 270 lojas e mais de 15 mil funcionários.

A rede, que confirmou a abertura total de 5 mil vagas temporárias neste fim de ano, explica porque decidiu investir no público trans:

A empresa acredita na inovação e tendências democráticas da moda atual e por isso pretende diversificar seu quadro de funcionários”, concluiu,

Por Rinaldo de Oliveira – com informações C&A e Gay1 

Espalhe Sou +Saúde nas suas redes sociais. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

➡️Fonte: SóNotíciaBoa / Publicado no Sou +Saúde em 02/12/2018, às 12h18.





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif