sexta-feira, 13 de julho de 2018

✔️Presidente da CONACS comemora aprovação do novo Piso e critica ataques, por ela ter manifesto apoio a Michel Temer

Presidente da CONACS, Ilda Angélica, comemora vitória do Reajuste do Piso Nacional dos ACS e ACE, depois de mais de 4 anos de congelamento feito pelo governo

A presidente da CONACS - Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, Ilda Angélica Correia, que fez uma brilhante atuação em defesa do Reajuste do Piso Nacional da categoria, usou as Redes Sociais para comemorar a vitória e criticar os ataques que sofreu, como consequência por ter manifesto apoio ao atual presidente, Michel Temer.


       👉VÍDEO: CONACS: Presidente fala sobre o drama que a categoria viveu em Brasília

A presidente Ilda lamentou os ataques que sofreu, inclusive, nas Redes Sociais. A MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, que é uma instituição apoiadora da CONACS, já havia se posicionado sobre o uso das redes sociais como ferramenta para difusão de calúnias, injúrias e difamação. Inclusive fez citação da invasão de grupos de WhatsApp ligados aos Agentes Comunitários e de Endemias para cometimento de tais abusos.

O coordenador da MNAS Sudeste, Francisco Vilela, em face do contexto acima, comentou que "Uma massa de trabalhadores passa a ser pensante quando se organiza, aí sim, se consegue ver a importância de sua força." Sem essa organização, que implica em união, não há como atingir os objetivo, além de nos tornarmos presas fáceis para os aproveitadores. "Somente o trabalhador unido vence uma grande luta," concluiu Vilela

✔️CONFIRA A VOTAÇÃO NO SENADO

               👉VÍDEO COMPLETO: Votação do Reajuste dos Agentes de Saúde no Senado


A aprovação, pelo Congresso Nacional, da Medida Provisória 827 (MP 827), que garante reajuste salarial para agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias, na verdade, não contou com o apoio de nenhuma bancada dos partidos, antes pelo contrário, uma semana antes dos eventos que garantiram a aprovação da MP, a presidente Ilda havia alertado à categoria sobre a necessidade de fazer pressão sobre as lideranças para que mudassem de postura. A pressão foi feita, a categoria usou as Redes Sociais de forma positiva e o resultado se fez refletir no Congresso. 

Um episódio que chocou a categoria em todo o Brasil
O líder do PSOL, Chico Alencar, na semana passada impediu que a Medida Provisória fosse votada, o que atrasou em uma semana os resultados positivos dos ACS e ACE.

          👉Vídeo: PSOL impediu a votação do Reajuste do Piso Nacional dos Agentes de Saúde

Apesar das articulações contrárias, realizadas pela bancadas e pelos prefeitos, a matéria foi aprovada na Câmara dos Deputados na última terça-feira, 10/7, e no Senado, nesta quarta-feira, 11/7. A MP é um desdobramento de vetos à lei 13.595/2018 (Lei Ruth Brilhante), de autoria do deputado Raimundo Matos. Também é de iniciativa do parlamentar a Emenda Constitucional 63/2010, que assegura o piso salarial nacional, que ao longo de anos vem sofrendo diversas sabotagens para impedir um reajuste digno para todos os ACS e ACE do Brasil.

O articulador da vitória em Brasília
O deputado Raimundo Matos, o grande articulador dessa importantíssima vitória comentou: “É um avanço histórico da categoria, que está sem aumento desde o veto da ex-presidente Dilma. Foi reparada uma grande injustiça,”

A medida, reajustou o piso do valor atual de R$ 1.014,00 para R$ 1.550,00, escalonado nos próximos três anos. De acordo com o texto em 2019 o Piso passará a ser de R$ 1.250,00 (23,27%); em 2020 será R$ 1.400,00  (12%); e em 2021 será R$ 1.550,00  (10,71%). O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2014, data do último reajuste, até maio de 2018, é de 26,35%.

Mais novidades trazidas pela MP
Carga horária – A MP retira do texto ações, como planejamento, avaliação de ações, detalhamento das atividades, registro de dados e reuniões de equipe. Cada gestão poderá ter mais flexibilidade para desenvolver as atividades conforme a situação de sua área de administração.

Transporte – Com a nova redação, será de competência de cada ente federado decidir pelo fornecimento ou custeio de locomoção para o exercício das atividades dos trabalhadores.

Cursos – Foi excluída a necessidade de cursos de educação continuada. No caso dos cursos de aperfeiçoamento, serão organizados e financiados conjuntamente por estados, Distrito Federal, municípios e União.

✔️DESTAQUES DO JORNAL

   👉VÍDEO: Principais momentos da APROVAÇÃO do Reajuste do Piso dos Agentes de Saúde




               👉VÍDEO: SENADO: Agentes de saúde têm Reajuste do Piso Salarial aprovado



    👉AO VIVO: CONACS inicia nova Mobilização pelo Reajuste do Piso dos Agentes de Saúde 





  👉AO VIVO: Agentes de Saúde de Pernambuco participam de Mobilização em Brasília 

Fonte Jornal dos Agentes de Saúde do  Brasil, Publicado em  13/07/2018, às  09h17.   





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif