quinta-feira, 28 de junho de 2018

✔️Belo Horizonte: Momento histórico para os Agentes de Saúde (ACS e ACE)

Belo Horizonte: Agentes Comunitários de Saúde  e Agentes de Combate à Endemia em assembleia

Em assembleia, realizada na manhã desta quinta-feira, dia 28, os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate à Endemia (ACE) que eram as únicas categorias da área da saúde que não possuíam um Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS), aprovaram por unanimidade a proposta negociada pelo Sindibel junto à PBH.

Dos pontos conquistados pelos ACE e ACS estão as gratificações dos supervisores no valor de R$ 350 (para o ACE II), adicional de tempo de serviço (quinquênio), contando o tempo desde o seu ingresso no emprego público na PBH. Sendo assim, 61% dos servidores, que entraram em 2008, terão ganho de 20% a título de adicional por tempo de serviço e 32%, que assumiram entre 2009 e 2013, ganharão 10% (confira tabela). Além do reajuste salarial de 2,43% e de 2,5% no vale refeição para todos servidores, aprovados em assembleia geral na última terça-feira, 26.

O Sindibel cobrou da secretaria a insalubridade para os novos ACE/ACS

O Sindibel reitera que esta etapa vencida é considerada histórica, uma vez que tratam-se de reivindicações que a categoria lutava há mais desde 2008, quando as categorias ingressaram na carreira de empregados públicos. E reforça: Os pontos que ainda não foram atendidos continuam como pauta de mobilização e luta do sindicato e das categorias.

Informes gerais
O Sindibel cobrou da secretaria, através de ofício, a respeito do não pagamento da insalubridade para os novos empregados públicos ACE/ACS, que ingressaram recentemente. Como resposta, a secretaria de Recursos Humanos (SUGESP) informou que as avaliações, realizadas pela GSTRA, sobre o assunto serão concluídas até o final de julho (conforme ofício em anexo). Em caso de esclarecimentos, os servidores devem entrar em contato com o Sindibel.

Representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA-BH) faz esclarecimentos sobre  os pontos reivindicados pelos ACS/ACE

ACE e AS
Após reunião entre a comissão formada para discutir a negociação da BCMRI 2018 e representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA-BH) e gerentes de zoonoses foi feito o esclarecimento sobre os pontos reivindicados pelas categorias, que dificultaria no cumprimento das metas. A secretaria colocou que todos esses deverão serem justificados à gerência local e à secretaria, como a falta de logística e de EPI’s, equipamento de trabalho incompletos.

ACS
Referente ao cumprimento de metas para receber a BCMRI foi esclarecido pela secretaria que os ACS façam o registro de qualquer intercorrência, que justifique o não cumprimento das metas (falta de funcionamento do sistema, mudança na plataforma do CADWEB Nacional, falta de equipamento e espaço físico para fazer a digitação ou cadastros informados e realizados por outros profissionais, etc.). Esses registros deverão serem repassados para o gerente local, e, encaminhados pelo mesmo à SMSA para que os ACS não sejam penalizados por fatores que independem de sua responsabilidade.

✔️DESTAQUES DO JORNAL

                👉AO VIVO: Confira a Votação da MP que trata do Reajuste do Piso Nacional  





              👉VÍDEO: Agentes de Saúde lutam pela aprovação da MP do Reajuste do Piso


Fonte Sindibel / Jornal dos Agentes de Saúde do  Brasil, Publicado em  28/06/2018, às  21h45.   





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


Matérias indicadas como mais relevantes