sábado, 26 de maio de 2018

✔️Mais de 1.300 agentes comunitários de saúde aderem à greve em João Pessoa

Sindacs-PB informou que a principal reivindicação é o reajuste salarial. Segundo a categoria não tem aumento de salário há pelo menos cinco anos.

Cerca de 1,3 mil agentes comunitários de saúde entraram em greve nesta quinta-feira (24), em João Pessoa. A categoria afixou cartazes nas Unidades de Saúde da Família da cidade para informar os usuários sobre a paralisação.

O Sindicato de Agentes Comunitários de Saúde do Estado da Paraíba (Sindacs-PB) informou que a principal reivindicação é o reajuste salarial. Segundo a categoria não tem aumento de salário há pelo menos cinco anos.

Além da pauta principal, os agentes pedem o fornecimento contínuo de EPI, fardamento e material de trabalho. Eles denunciam ainda o não repasse do incentivo adicional, que regulamenta o financiamento do programa de agentes comunitários de todo o Brasil.


O Sindacs disse que a Prefeitura de João Pessoa e a Câmara de Vereadores foram notificadas sobre a greve através de ofício.

Os agentes que aderiram a greve se vestiram de preto e cruzaram os braços em frentes as suas Unidades de Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde ainda não se posicionou sobre o movimento dos agentes.


✔️DESTAQUES DO JORNAL

✔️O trabalho dos profissionais que levam um atendimento de saúde com mais qualidade

👉VÍDEO: O apresentador Guilherme Rivaroli acompanhou de perto o dia de uma agente comunitária de saúde. Confira!


✔️Programa da RecordTV exibe matéria que valoriza o trabalho do Agente Comunitário de 

👉VÍDEO: Matéria que valoriza o trabalho dos Agente Comunitário de Saúde e equipe da UBSF valoriza o trabalho profissional das categorias envolvidas na reportagem. Confira no vídeo acima!

Fonte Paraiba.com.br / Publicado no Jornal dos Agentes de Saúde do  Brasil em  26/05/2018, às  19h24.   





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif