sábado, 24 de março de 2018

✔️Vigilância alerta para falso Agente de Combate às Endemias



A coordenadora da Vigilância Ambiental, Isabela Talita juntamente com o Capitão da Polícia Militar Eduardo Henrique, solicitou na tarde de ontem, 19, a presença da imprensa para fazerem um alerta à população de Tangará da Serra - MT sobre um homem que tem visitado casas no Município se passando por agente de endemias.

Segundo a coordenadora, o fato aconteceu já há alguns dias e por ter se repetido, há a necessidade de alertar os munícipes para que fiquem mais atentos na hora de abrirem os portões de suas casas.
Isabela, salientou que o fato chamou a atenção por causa do uniforme que o homem, utilizava. Era branco, enquanto os dos agentes locais é cinza. Além disso, os agentes utilizam crachás que os identificam. “No inicio do mês tivemos o atendimento de rotina, quando um dos agentes passou na casa dos moradores e um dos moradores relatou que outro agente já havia passado por lá”, revelou a coordenadora, ao ressaltar que cada bairro tem seu agente fixo, além do que um tempo determinado para passar novamente em cada residência. Por esse motivo ao fato causou estranheza e após investigações, chegou-se a informação de que o mesmo havia acontecido em mais três bairros, sendo no Rio Preto, Parque das Mansões, Jardim do Lago e Centro.

De acordo com Capitão Henrique os policiais estão atentos e em busca de identificar o suspeito. “Queremos solicitar que os moradores fiquem mais atentos e qualquer suspeita liguem no RH da prefeitura para saber se essa pessoa é realmente um agente público”, frisou

A coordenadora da Vigilância Ambiental orienta que os moradores sejam mais cautelosos.

“Contamos com o apoio da população”, diz coordenadora

Diante dos fatos, a coordenadora da Vigilância Ambiental Isabela Talita orienta que os moradores sejam mais cautelosos. “Qualquer dúvida ligue para nós, inclusive pode pedir para o agente em questão o meu número pessoal, porque todos eles sabem qual é”, pontuou ao destacar que não há como prever a intenção da pessoa que está utilizando esse meio para entrar nas residências. “Nosso serviço é muito importante e essa pessoa está tentando descaracterizar isso”, destacou.
A coordenadora solicita ainda, que esse fato não sirva para que as pessoas impeçam os agentes de vistoriarem os quintais, porque o trabalho é de suma importância. O alerta serve para prevenir a população contra danos possíveis que possam ser causados pelo suspeito em questão. “Pedimos que a população após se certificar de que o agente é realmente funcionário da prefeitura, que o receba e permita que ele faça o trabalho dele. Não queremos criar pânico, mas alertar os moradores que podem vir a ter algum  tipo de surpresa que não podemos imaginar. Mas precisamos do apoio da população ao combate ao mosquito e para isso, o agente devidamente identificado deve ser permitido adentrar ao quintal para que possa fazer o seu trabalho”, salienta.

O número para sanar possíveis dúvidas é 3311 4800 e transferir para o RH da Saúde.


✔️Mais notícias de seu Jornal


✔️INSALUBRIDADE: Depois de muita pressão contra o governo, categoria obtém vitória no Ceará. Confira o vídeo!


✔️Outras notícias de seu Jornal

VÍDEO: I FÓRUM ONLINE da CONACS: Reajuste do Piso,  Lei Ruth Brilhante e a PNAB


Fontewww.diariodaserra.inf.br  / Publicado no Jornal dos Agentes de Saúde do  Brasil, em  24/03/2018, às  18h14.   

🔂Saúde e Segurança no Trabalho: cuidados com a conjuntivite #FiqueAtento
🔂Câmara Notícia 21H: A aprovação do PL 6437/2016, que trata das atribuições dos ACS/ACE
🔂MNAS orienta Agentes de Saúde  contra Prefeituras que não pagam o Incentivo Adicional (14º
🔂 Decisão do STF sobre o uso de EPI e suas consequências





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif