quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

CONCAS, associações, federações, sindicatos e apoiadores começam atividades em Brasília

Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) recebe a CONACS, em Brasília. 

Ontem, terça-feira (06/02), a CONACS - Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde participou de reunião com o presidente e conselheiros do COFEN - Conselho Federal de Enfermagem, com a finalidade de debater os efeitos da Portaria 83/2018 do Ministério da Saúde. O objetivo é obter maior esclarecimento sobre  os efeitos da portaria em relação as categorias.
Além do destaque sobre a importância da derrubada dos vetos à Lei Ruth Brilhante (Lei Federal 13.595), que se espera, caso realmente aconteça, venha a forçar a revogação da citada portaria e da própria PNAB - Política Nacional de Atenção Básica, Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017.

A CONACS e seus apoiadores buscam mais informações em Brasília. Registro do momento em foto.

Ainda ontem, teve início os trabalhos da CONACS e seus apoiadores no Congresso Nacional. A principal pauta estabelecida pela direção da Confederação e de seu jurídico é a derrubada dos 16 vetos da Lei Federal 13.595/18, Lei Ruth Brilhante. Segundo informações vinculada pela entidade, compartilhada à coordenação do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil, nesse momento é salutar a  busca por aliados. Já houve o estabelecimento de reunião com um parceiro antigo da CONACS, no caso, o atual líder do Governo no Congresso Nacional, deputado André Moura. Um parceiro que tem um histórico de luta ao lado da Confederação Nacional e da categoria, tanto dos Agentes Comunitários, quando dos Agentes de Combate às Endemias.

Reação contra os VETOS impostos por Michel Temer

O líder do Governo destacou que os vetos trancam a pauta do Congresso, a partir do dia 03/03 e que  buscará o diálogo na casa civil para, no decorrer dessa semana, convencer o governo da impertinência dos vetos contidos na Lei Ruth Brilhante.

Já os deputados Mandeta, Vicentinho e Raimundo Gomes de Matos já garantiram o apoio total de suas bancadas para a derrubada dos vetos.

Agora é esperar a eleição dos novos líderes dos partidos na Câmara de Deputados para ter início as novas articulações em relação a pauta da PEC 22, de maio de 2011. Mesmo com as duas manifestações de inconstitucionalidade, espera-se que, ainda por um milagre, se consiga descongelar os vetos feitos pela presidente Dilma Rousseff à Lei 12.994.

Saiba mais sobre a luta pela aprovação da PEC 22/2011, Clique aqui!

Fotos de Ontem:





FonteJornal dos Agentes de Saúde do  Brasil, publicado em  07/02/2018, às  15h00.   

🔂Síndrome de Burnout - um distúrbio psíquico de caráter depressivo...
🔂Saúde e Segurança no Trabalho: cuidados com a conjuntivite #FiqueAtento
🔂Câmara Notícia 21H: A aprovação do PL 6437/2016, que trata das atribuições dos ACS/ACE
🔂MNAS orienta Agentes de Saúde  contra Prefeituras que não pagam o Incentivo Adicional (14º
🔂 Decisão do STF sobre o uso de EPI e suas consequências





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif