Prefeitos Nota Zero

 

Agentes de Saúde querem aumento salarial e fazem manifestação na Câmara Municipal de Cuiabá

        Prefeito Mauro Mendes (PSB), ainda tem muito o que aprender com os bons gestores...

Jonas Jozino e Lauro Nazário da Redação

 Os Agentes de Saúde e de Combate a Endemias de Cuiabá estão fazendo protesto nesta quinta-feira em frente ao prédio da Câmara Municipal de Cuiabá. Os agentes reclamam da falta de diálogo com o secretário municipal de Saúde, Kamil Fares e o prefeito Mauro Mendes (PSB), que não atende a categoria. Continue lendo, clique no título da matéria!

 


 

Prefeito de Caruaru (PE) tem administração reprovada por Agentes de Saúde

Micro-blog da Mobilização a tortura imposta pelo prefeito de Caruaru contra os
Agentes de Saúde de sua cidade.

O Prefeito de Caruaru - PE, José Queiroz (PDT/PE) continua lançando o seu manto de intransigência contra os Agentes de Saúde. Chegou ao conhecimento da Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde – MNAS que ele não aceita a criação de um sindicato que defenda os interesses da categoria, questionando a fundação do SINDACSE-Agreste - Sindicato Regional Setentrional do Agreste de Pernambuco, dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias.
No último final de semana a coordenação da MNAS buscou estabelecer contato com o prefeito José Queiroz, na tentativa de esclarecer os fatos relacionados aos agentes de saúde. Infelizmente o prefeito do Partido Democrático Trabalhista - PDT não sabe o que é uma administração democrática e que ele é apenas um servidor do povo, eleito por ele para atender as suas demandas. Continue lendo, clique no título da matéria!

Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br

Fonte:
-----------------------

 

Agentes de Saúde do Recife farão vigília na próxima quinta-feira.



Na próxima quinta-feira, 27 de junho de 2013, os Agentes de Saúde do Recife farão vigília na Prefeitura da Cidade do Recife. O prefeito Geraldo Júlio (PSB/PE), tem sido intransigente e não atende o pleito da cagoria em sua campanha salarial. Os agentes apenas desejam que o repasse dos R$ 950,00, garantido pela Portaria 260/13, seja garantido. Mas, como acontece em diversos municípios brasileiros, a gestão recebe o valor correspondente a cada um de seus trabalhadores e não repassa integralmente. Prefeito Geraldo esse dinheiro é da categoria! Os agentes de saúde não são servidores federais para que a municipalidade defenda a isenção da prefeitura para o pagamento dos salários dos trabalhadores.

Vamos avisar ao prefeito Geraldo que agente de saúde não é servidor federal e, ainda que fosse, ele teria que repassar os R$ 950,00, por cada trabalhador!

Em decorrência da intransigência do Prefeito do Recife, ele foi classificado como  "Prefeito Nota Zero," pela Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS. A referida classificação é atribuída aos gestores que se abstêm de assegurar algum direito legítimo atribuído aos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias. Essa classificação repercute na abstinência da categoria no estabelecimento de parcerias políticas. Após a referida classificação a Mobilização passa a dar ampla divulgação ao material incorporado na home da instituição. O recorde de uma única publicação da MNAS ultrapassou a casa de 1 milhão e 300.000 visualizações no Facebook. No Twitter a Mobilização congrega mais de 200.000 seguidores em diversos perfis, o que potencializa as suas ações publicitárias.
#JuntosSomosMaisFortes

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)

MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br

 

 

Prefeito de Vitória da Conquista nota Zero pra você!

Em Greve ,Agentes de saúde e endemias realizam manifestação durante evento da Prefeitura


 995684_378136062286118_1453221879_n
Na manhã de hoje (sábado) os agentes de saúde e endemias de Vitória da Conquista, em greve, realizaram uma manifestação no Centro Municipal de Atendimento Especializado (Cemae), durante o 10º Congresso do Orçamento Participativo, realizado pela prefeitura da cidade.

Durante o encontro, alguns secretários municipais tentaram conversar com a categoria, mas foram em vão. Os agentes esperavam contar com a presença do prefeito, que não apareceu.

Com várias faixas e cartazes, os agentes protestaram e cobraram da prefeitura a negociação salarial. A greve promete movimentar ainda mais a agenda de manifestações durante a semana. Foto: José Milton

Fonte : Blog Resenha geral Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)

MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br
 


Salvador: Se a prefeitura pagasse o que é nosso de direito, como seria nossa realidade?

Como seria a realidade em Fortaleza, se a prefeitura apenas CUMPRISSE A LEI?

O ACS Ivando  comenta que está postando essa informação para termos apenas um comparativo e para nós termos a real situação o quanto estamos perdendo por causa dessas pessoas que ao fazer discursos são ótimas, mas na hora de fechar os acordos são despreparadas e amadoras como exemplo a nossa transmutação que não podemos enquadrar e nem reenquadrar e também os "abonos" em vez de recebemos o reajuste eles fechavam esses acordos esdrúxulos .
Vamos ver que no lapso de boa vontade o Prefeito ACM Neto, cumprisse a lei e pagasse tudo o que nosso  de direito.

Vou listar o que temos direito.

Salário Base: Isonomia de 40h
Auxílio Periferia: 10%
Add. Insalubridade: 20%
Grat. de Competência: 35%
Gratificação SMS: 40%
Gratificação de Risco: 40%
Add. Por Tempo de Serviço: 3% (a cada 2 anos trabalhados)

Agora vou simular os valores listados aqui com base como deveria ser: (quem entrou em 2010): Clique aqui para ver a matéria completa!


Fonte: ivandoagentedesaude.blogspot.com.br


AVERAMA: Agentes de Saúde sentem-se impotentes diante das reclamações dos moradores



As más condições das estradas, a falta de iluminação e a distância das localidades de Fazenda São José, Vila Felipe e Posses do Centro de Paverama têm dificultado o trabalho das agentes de Saúde locais. Os  moradores reclamam constantemente de abandono da sua localidade e as profissionais dizem se sentirem impotentes diante da situação. “O pessoal reclama que as estradas não são feitas, que a gente ficou abandonado. Vamos nas casas como um agente de Saúde e, no fim, ouvimos de tudo, reclamação de outras coisas, que não nos competem”, diz uma das agentes, Geane Cassia Gastring.


Há dois anos na função e visitando cerca de 320 famílias por mês, Geane diz que não consegue trabalhar na área como gostaria. “Eu queria trabalhar melhor com a Saúde, porque a gente está envolvida e não consegue dar saúde para ninguém. Muitas vezes, eu já pensei em desistir. A gente se sente impotente, nós e nada é a mesma coisa”.
Para outra agente de Saúde, Rosane Maria Steglich Fraga, além de receber inúmeras reclamações, a falta de calçamento nas ruas também tem dificultado o seu trabalho. “Até para eu trabalhar está difícil, é só barro, pouco calçamento. Estou fazendo as visitas na rua”.

Veja a matéria completa aqui!


Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: www.ofatonovo.com.br


150 agentes de saúde demitidos: Prefeitura de Nilópolis demite Agentes de Saúde


Profissionais de saúde de Nilópolis foram surpreendidos na manhã de ontem com o desemprego. O prefeito Alessandro Calazans (PMN/RJ) demitiu, a contar de 01 de maio, cerca de 150 agentes de saúde que atuam no Programa Saúde da Família. Os nomes dos demitidos foram publicados através do decreto 3.752, na edição 2970 do Jornal A Voz dos Municípios Fluminenses (Diário Oficial do Município). Para protestar, cerca de 80 agentes revoltados com a situação reuniram-se, durante todo o dia, em frente a prefeitura, contra a “vassourada” e denunciar que a demissão em massa provocará o caos na saúde do município.


Os agentes foram contratados com base na lei 5.823 de 1997 e regidos pela CLT, porém os funcionários demitidos alegam que prestaram concurso. O Programa Saúde da Família (PFS) atende principalmente as comunidades carentes na prevenção e controle de doenças, campanhas de vacinação e na atenção às pessoas com hipertensão e diabetes, que precisam de cuidados.

Um agente informou, que ao chegarem na prefeitura, foram tratados com grosseria e a maior preocupação e que a maioria são pais de família e precisam sustentar os seus filhos. Segundo informações de dentro da própria prefeitura, uma funcionaria que não quis se identificar disse ainda que o prefeito anunciou que uma nova listagem vai sair na semana que vem. “É tudo gente que não trabalhava e só recebia. Semana que vem tem mais”, disse ela.
De acordo o agente Antônio Silva, com a demissão todo trabalho de prevenção de doenças e o acompanhamento de mulheres gestantes, de pacientes hipertensos e diabéticos, estaria sob risco e pretende acionar o prefeito na justiça. “Estaremos entrando com ação no Ministério Público, solicitando a apuração do caso, uma vez que essa demissão contradiz o discurso do prefeito, que decretou estado de calamidade no município alegando a situação precária da saúde”, declarou Carlos.

Silva acredita que a onda de demissões está ligada a perseguição política na cidade e que até funcionários concursados estariam na lista de demissões. “A verba para nós está garantida, tem gente inclusive que fez concurso e passou. Porque estão fazendo isso agora?”, questionou alegando ainda, que profissionais dos PSFs e de outros programas federais da saúde estão sendo afastados irregularmente já que os pagamentos são feitos via previsão orçamentária do Ministério da Saúde.

Um funcionário da Secretaria de Saúde que não quis se identificar, alegou que os demitidos seriam funcionários que não compareceram ao recadastramento feito pela Secretaria de Saúde e por isso foram exonerados ou demitidos no caso dos contratados. Tentamos confirmar a informação com a Prefeitura, porém até o fechamento desta edição não foi possível obter a resposta.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)

MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: nilopolisonline.com
 Por Evelin Araujo   

O prefeito de Aquidauana, Dr. José Henrique Gonçalves Trindade, assinou um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com o Ministério Público Estadual se comprometendo a convocar os Agentes Comunitários de Saúde que foram aprovados em concurso público pela gestão passada até o dia 6 de junho deste ano.

O TAC foi assinado após denúncias apuradas no inquérito civil nº 006/2013 sobre supostas irregularidades nas rescisões contratuais dos Agentes Comunitários de Saúde seletivados.

No Termo, o prefeito Zé Henrique, que era vice-prefeito em 2008 quando da realização do seletivo, assume que vai “demitir” todos os Agentes Comunitários de Saúde seletivados no prazo de 30 dias após a assinatura do “Termo de Ajustamento de Conduta”.

Isso porque a lei 1733/2000 que teria sido desrespeitada pela administração Felipe Orro & Zé Henrique reconhece como precário o vinculo jurídico dos Agentes Comunitários de Saúde não submetidos a concurso, mas a teste seletivo.

Ao assinar o TAC, o município de Aquidauana através do prefeito de Aquidauana Dr. José Henrique Trindade, a Gerente de Saúde Dra. Angela Maria Lélis Spada e o Procurador Geral do Município Dr. Heber Seba Queiróz reconhece a validade do concurso publico realizado na administração passada por não haver sentença judicial transitada em julgado declarando sua nulidade total ou parcial e se compromete a observar plenamente o resultado final, especialmente no tocante a convocação e nomeação dos aprovados para o cargo de Agentes Comunitários de Saúde no prazo de 30 dias, ou seja, até 06 de junho, próxima quinta-feira.

No compromisso assumido no TAC, está previsto que o município deverá tomar providências no prazo de 30 dias ficando estabelecida multa diária, pessoal e solidária de R$ 1.000,00 (mil reais).

A multa incidirá exclusivamente sobre o patrimônio pessoal do prefeito Zé Henrique e da Gerente de Saúde Dra. Angela Maria Lélis Spada.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: www.midiamax.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...