sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Temor de novas demissões leva sindicato a acompanhar exames de agentes

Veja o vídeo acima! A situação da contratação precária fragiliza muito os agentes de saúde, em decorrência da insegurança dos vínculos de trabalho e exploração política. Esta, imposta por maus administradores públicos

Após a  Prefeitura Municipal da Serra (ES) ter demitido 50 Agentes de Saúde (sendo 44 de combate a endemias e outros 6 comunitários), em agosto desse ano, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado (Sindsaúde-ES) acompanhou, na última semana, um grupo de agentes de controle de endemias (ACE) em um exame periódico de saúde convocado pela prefeitura da Serra. A medida foi uma precaução tomada pela entidade visto que, em julho deste ano, outros profissionais foram convocados para os exames e demitidos no mês seguinte.

Na ocasião das demissões, a Prefeitura da Serra, por nota, informou que a medida se baseou em questões administrativas, e que já havia um estudo para reposição do quadro de servidores, conforme necessidade da Secretaria de Saúde, veja mais detalhes dessa matéria, acesse o vídeo acima.

FonteJornal dos Agentes de Saúde do  Brasil,   03/11/2017, às 23h46.  

Matérias em destaque:
🔂Temor de novas demissões leva sindicato a acompanhar exames de agentes
🔂Governo entrega tablets para os Agentes de Saúde
🔂Agentes Comunitários de Caruaru aprovam novo valor de PMAQ
🔂Vídeo: Carreira dos agentes de saúde foram destaques da semana
🔂Nova PNAB: Veja os Esclarecimentos da CONACS sobre o Assunto e tire suas dúvidas!





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


Agentes Comunitários de Saúde de Caruaru aprovam novo valor de PMAQ

Agentes Comunitários e de Combate às Endemias lotam a Câmara de Caruaru para garantir novo valor do PMAQ Ontem, quinta-feira (26), os ...