sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Mais de mil agentes comunitários marcharam pelas ruas do RJ contra o desmonte das USF

Mais de mil Agentes Comunitários de Saúde da cidade do RJ marcham pelas ruas do centro da cidade contra o desmonte do serviço de saúde pública

Hoje (04/08) mais de mil Agentes Comunitários de Saúde (ACS) se concentraram em frente ao edifício da Prefeitura da cidade, depois marcharam pelas ruas do centro da cidade contra o desmonte do serviço de saúde pública, principalmente do sistema de atenção primária / Clinica da Família. A categoria se mobiliza alguns dias depois da imprensa divulgar que a prefeitura fecharia 40 unidades de saúde.

🔂 Em pronunciamento via redes sociais, Crivella nega fechamento de unidades de saúde (01/08)

Vídeo: Agentes Comunitários de Saúde mostram o potencial de articulação da categoria

Os agentes denunciaram os atrasos de pagamentos dos trabalhadores da saúde, a política imposta pelas  Organizações Sociais (OS's), os cortes sistemáticos da saúde pública imposta pelo rombo dos cofres do município.

Francisco Vilela, Presidente do SINACS-RJ, esteve presente ao evento

O presidente do SINACS – Sindicato dos Agentes Comunitários do Estado do Rio de Janeiro, Francisco Vilela, que também é coordenador da MNAS Sudeste, esteve presente ao evento e avaliou o contexto e a necessidade de desprecarização de todos os  ACS.


Ao comentar os acontecimentos de hoje, o coordenador geral da MNAS – Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, Samuel Camêlo, demonstrou perplexidade por identificar que os demais profissionais das mais de 1.294 equipes de Saúde da Família não participaram de forma proporcional ao número existentes nas unidades, diferentemente dos Agentes Comunitários.

Atualmente a categoria dos ACS é mantida sob contratos precários de cinco OS's, cada uma estabelecendo uma forma de contratação divergente ao que estabelece a Lei Federal 11.350/06 e 12.994/14, que proíbem os referidos modelos de contrações. Não há justificativa alguma, que seja aceitável para que esses profissionais ainda estejam nessa condições, existindo um vasto leque de dispositivos garantidores da estabilidade deles.

Marcha dos Agentes Comunitários pelas ruas da cidade do Rio de Janeiro

“A grande confusão que norteia a situação da saúde pública na cidade do Rio de Janeiro é bastante delicada e, sem dúvida alguma, fechar as unidades de saúde não resolverá os problemas, antes pelo contrário, os ampliarão ainda mais. Não conseguimos compreender como a imprensa divulga que as 40 unidades de saúde serão fechadas e ao mesmo tempo que não ocorrerão tais fechamentos. Para complicar ainda mais a situação, não entendemos o que levou os profissionais de enfermagem, consultório dentário, médicos etc. a não aderirem ao evento de forma mais ampliada. 
Por que não se defende a desprecarização da contratação dos Agentes de Saúde? Inúmeros municípios do Estado do Rio de Janeiro há vários anos que obtiveram a regulamentação contratual (saíram da contratação temporária), passando ao quadro de servidores efetivos, contrapondo-se a realidade da capital. Em minha opinião há obscuridade demais nessa situação! Ao passo que parabenizamos os agentes pelo grande potencial de articulação, manifestamos preocupação com essa evidente contradição da representação da categoria," comentou Samuel Camêlo.

Os Agentes Comunitários do RJ já mostraram que possuem força suficiente para reescrever a sua própria história, contudo, há possibilidade de estarem sendo usados em ações meramente políticas, sem a finalidade de mudar a realidade com a qual convivem. 

Por que as entidades representativas e as demais categorias das 1.294 equipes de Saúde (ESF) não participaram desse evento de forma ampliada? Esperamos que tal fato seja esclarecido, assim como o motivo que mantém os ACS escravizados pelas cinco OS’s na mesma cidade, uma situação bastante incomum em todo o Brasil.

Confira mais imagens sobre o evento:














Autorizada a reprodução dessa matéria desde que as fontes indicadas abaixo sejam citadas.

Fonte Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil, Publicado em 04/08/17, às 20h33. Texto atualizado em 05/08/17, às 18h.






https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


05/10: Dia de Manifestação Nacional dos Agentes de Saúde nos Municípios

No dia Nacional dos  Agentes Comunitários de Saúde a categoria se prepara para mais uma Grande Mobilização Nacional Valeu a pena...