quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Congresso Nacional custa R$ 1,1 milhão por hora aos cofres públicos

Custo anual dos 513 deputados da Câmara chega a R$ 1 bilhão, aponta a ONG Contas Abertas

O Congresso Nacional, que terá nas mãos, nas próximas semanas, mais uma vez, o destino de um presidente da República, tornou-se um poder caro. Cálculos feitos pela organização não governamental Contas Abertas mostra que o Legislativo custa R$ 1,16 milhão por hora ao longo dos 365 dias do ano. Esse custo vai incluir fins de semana, recessos parlamentares e as segundas e sextas-feiras, quando os parlamentares deixam a capital federal para fazer política em suas bases eleitorais.
Por Jornal do Brasil

"As pessoas ficam muito restritas a quanto custa um parlamentar em si, com todas as suas mordomias. Isso custa caro, sim. Mas o Congresso tem uma estrutura muito maior que isso que consome recursos públicos, dificultando ainda mais o equilíbrio no orçamento", lembrou o presidente da ONG, Gil Castello Branco.

Não que a conta nominal possa ser desprezada. Cada deputado federal recebe um salário bruto de R$ 33,7 mil, um valor superior ao do presidente da República e seus ministros que ganham R$ 30,9 mil mensais. Nossos parlamentares, de acordo com diversos levantamentos de organizações e publicações estrangeiras, são os mais bem pagos da América Latina, seguidos por Chile, Colômbia e México. Acrescentem-se, aí, todos os benefícios indiretos que os parlamentares têm, como verba de gabinete, cota de passagens para seus destinos eleitorais e reembolso com despesas de saúde, e o valor aumenta para números estratosféricos: juntos, os 513 deputados custam em média R$ 86 milhões ao mês e um custo anual de R$ 1 bilhão.


Com avaliação positiva de menos de 10 pontos percentuais, o Parlamento se transformou, além de tudo isso, em um conjunto de interesses corporativistas, de partidos criados em sua maioria apenas para vender tempo de televisão em campanhas eleitorais. "Não adianta apenas dizermos que o Congresso gasta muito. Se fosse isso, bastaria apagar a luz ou economizar no clipe. O problema é que ele é caro e oferece pouco retorno para a população em termos práticos", criticou a vice-presidente da Ideia Inteligência, Cila Schulmann.

Há um ano, deputados e senadores consumiram horas de debate público que culminaram com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Menos de um ano depois, os parlamentares da Câmara terão de se pronunciar novamente, desta vez para definir se autorizam ou não o Supremo Tribunal Federal a abrir um processo de investigação por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer. Cargos foram loteados e emendas parlamentares distribuídas nos dois casos. Dilma foi afastada, é provável que Temer sobreviva. Quem não resiste são os cofres. "Com o déficit e o desequilíbrio atual, a projeção é de que as contas só estejam arrumadas por volta de 2022. O problema é que o descontrole prossegue", alertou Gil.

Interesses

Ex-ministro da Secretaria de Relações Institucionais (SRI) - pasta hoje absorvida pela Secretaria de Governo - e atualmente ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), José Múcio Monteiro costumava reclamar que o Congresso tinha se transformado em um conjunto de interesses e crachás. Falava isso em 2008, referindo-se às diversas bancadas temáticas do Parlamento, que impediam o debate de ideias gerais que pudessem prejudicar seus interesses corporativistas. De lá pra cá, esse fosso só se aprofundou, somado à multiplicação das siglas partidárias. Quase 30 têm representantes no Congresso e outras 56 estão à espera de análise no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

"Para piorar, não existe um sistema de contrapesos e fiscalização de gastos entre os três poderes, o que deveria acontecer em uma estrutura minimamente equilibrada", disse o coordenador do laboratório de política e governo da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Milton Lahuerta. "Em vez de se fiscalizarem, cada um deles, especialmente o Judiciário, cria mecanismos de autoproteção que impede uma transparência na publicação dos gastos", completou Lahuerta. 

Autorizada a reprodução dessa matéria desde que as fontes indicadas abaixo sejam citadas.

Fonte.jb.com.br / Publicado pelo Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil  em 09/08/17, às 21h27. 

Leia outras matérias impressionantes:
🔂Fetos conseguem identificar idiomas nativos e estrangeiros, diz estudo
🔂A superproteção é um modo de dar ao mundo filhos infelizes 
🔂Em 15 dias, esponja de lavar louça acumula 680 milhões de bactérias e fungos, diz pesquisa
🔂Tubarão devora cadela em praia de Austrália
🔂Saúde: Câncer é a doença que mais mata jovens e adultos dos 15 aos 29 anos
🔂Funcionária de fast food é presa por passar sangue menstrual em lanches de clientes
🔂Roedores consolam familiares e amigos perturbados, mostra estudo
🔂Chef brasileiro vence Mundial de Sushi em Tóquio
🔂Lembraste desta mãe que teve 8 bebés? Não vais acreditar como está hoje!
🔂1,1 milhão de mortes em 2015: Pactuadas novas metas mundiais do enfrentamento ao HIV/Aids
🔂CÂNCER - Familiares de Edson Celulari raspam a cabeça para apoiar ator
🔂IDEIAS DO BEM: Leitura como instrumento para mudar destinos
🔂Empresário ensina moradora de rua a ler na hora do almoço
🔂Vacinação contra o câncer: Estudo prova ser possível criação de vacina anticâncer
🔂Desempregado acha R$ 7 mil, devolve e tem oferta de emprego
🔂Homem se recupera após píton morder seu pênis na Tailândia
🔂Brasil é o terceiro país mais ignorante do mundo
🔂Mulher é levada ao hospital com tubarão preso ao braço na Flórida
🔂5 professores que marcaram a educação brasileira
🔂O que fazer com a educação pública? 3 lições para São Paulo
🔂7 "fatos" científicos que você aprendeu errado na escola
🔂A Holanda reconhece: legalizar maconha foi erro
🔂Por falta de detentos, Suécia fecha 4 presídios
🔂Chikungunya pode causar artrite crônica, meningite e inflamação no coração
🔂Teresina/PI: Hanseníase e tuberculose: 400 agentes de saúde contraíram doenças de pacientes
🔂Em hospital, maqueiro canta para acalmar paciente idosa
🔂WhatsApp: como evitar o download automático de vídeos e fotos 
🔂Saiba o que significa o cadeado que agora aparece no WhatsApp 
🔂Pai coloca filho recém-nascido à venda em site 
🔂Incontinência Urinári 
🔂Igreja faz mutirão e reforma posto de saúde em RO
🔂ONG Holandesa promove abortos no Brasil para vítimas do Zika Vírus
🔂10 casos inacreditáveis de negligência médica que beiram o absurdo





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


Agentes Comunitários de Saúde de Caruaru aprovam novo valor de PMAQ

Agentes Comunitários e de Combate às Endemias lotam a Câmara de Caruaru para garantir novo valor do PMAQ Ontem, quinta-feira (26), os ...