sábado, 12 de agosto de 2017

Blindagem dos Agentes de Saúde: Campanha Nacional pela Aprovação do PLC 56/2017

Assim como ocorreu no início de 2006, as instituições que representam os gestores municipais se articulam para impedir que os ACS e ACE continuem existindo. Foto: Relatora do PLC 56/2017 e interessados debatem as propostas

Em toda a história dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, nunca se viu uma articulação tão forte para extinguir essas categorias como a que vemos agora! O elenco envolvido não é nos estranho, envolve entidades como o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde – CONASEMS,  Conselho Nacional de Secretários de Saúde – CONASS, além daquela que amplamente tem militado contra os agentes, a CNM - Confederação Nacional de Municípios. São entidades que levaram o governo federal à edição das Portarias 958 e 959, que visavam substituir os agentes comunitários. Derrubada tais portarias, continua subsistindo as mesmas articulação, agora com um diferencial: o governo federal manifestou apoio, por meio de declarações do ministro Ricardo Barros (PP-PR).

Declarações explosivas do ministro Ricardo Barros deixou os agentes e saúde em pavorosa, confira o vídeo!

PL 6437/16 - No final do ano passado e durante esse ano, diversas Audiências Públicas foram realizadas em todas as regiões do Brasil para que a propostas do Projeto fossem conhecidas e ampliadas pelos ACS e ACE. Agora chegamos a uma nova faze, já que o Projeto agora está tramitando no Senado Federal.

Carta Capital Corrupção - Lava Jato abre ação de improbidade contra o PP e pede 2,3 bilhões de reais 


MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde reage as investidas do ministro da saúde e demais gestores

Com a finalidade de impedir que os planos perversos das referidas instituições e do governo se concretizem, a CONAC - Confederação Nacional dos Agentes de Saúde e seus apoiadores, entre os quais a MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde do Brasil - com a articulação de diversos parlamentares, realizaram uma campanha nacional para aprovação do PL 6437/16, atualmente PLC 56/2017. Entre diversos benefícios garantidos aos ACS e ACE, a proposta busca blindar esses profissionais para evitar a continuidade do plano maquiavélico de extinção dos agentes.

PLC 56/2017 altera a Lei nº 11.350, para dispor sobre a reformulação das atribuições, a jornada e as condições de trabalho, o grau de formação profissional, os cursos de formação técnica e continuada e a indenização de transporte dos profissionais Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias.

Atualmente a senadora Marta Suplicy é a relatora do Projeto. Visando fortalecer a garantia de êxito desse empreendimento, a MNAS empreende uma nova campanha nacional com a finalidade de aprovar o PLC 56/2017, sem que seja alterado pela relatora ou tenha a sua tramitação impedida. Clique aqui e acesse o Canal Especial desse projeto!

PL 6437/16 agora é PLC 56/2017. Ele visa garantir a existência dos Agentes de Saúde. Acompanhe a campanha nacional para aprovação do Projeto, clique aqui!

PL 6437/16: Acompanhe as Audiências sobre as Novas Atribuições dos Agentes de Saúde

Autorizada a reprodução dessa matéria desde que as fontes indicadas abaixo sejam citadas.

FonteJornal dos Agentes de Saúde do Brasil com informações do Senado Federal, publicado em 12/08/17, às 23h36.   





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


Campanha Nacional pela Aprovação do PLC 56/17

Bem-vindo ao Canal Especial pela Aprovação do  PLC 56/2017  antigo  PL 6437/16 15/08/2017 -  Diretores do SINDICOMUNITÁRIO-SP protoc...