sábado, 29 de julho de 2017

Agrestina: Agentes Comunitários e de Combate às Endemias irão paralisar atividades

ACS e ACE irão realizar paralisação de advertência de três dias ocorrerá em 3, 4 e 7 de agosto devido a intransigência da Prefeitura Municipal de Agrestina.  

Em face do descumprimento de negociação firmada no início do ano, levando em conta a intransigência da Prefeitura Municipal de Agrestina, que se nega a garantir o direito dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) a adequação do Adicional de Insalubridade, após Assembleia Extraordinária, os agentes decidiram pela paralisação das atividades por três dias.

O Adicional de Insalubridade tem previsão na Lei Federal 13.342/16, garantindo o citado direito aos ACS e ACE, contudo, em face da negligência da atual gestão municipal os agentes decidiram reagir pela garantia do citado direito. A paralisação de advertência de três dias ocorrerá em 3, 4 e 7 de agosto. 


O nosso interesse é prestar um serviço com a maior qualidade possível, contudo, não temos condições de proceder dessa forma, sabendo que o nosso direito está sendo negado. A intransigência da gestão prejudica ao trabalhador, as suas famílias e toda a sociedade, comentou o presidente do SINDACSE-PE Agreste, Natalício Faustino. 

Caso a prefeitura se mantenha intransigente, as duas categoria estabelecerão uma nova assembleia, que decidirá por uma greve por tempo indeterminado.  

Mais imagem:




Autorizada a reprodução dessa matéria desde que as fontes indicadas abaixo sejam citadas.

FonteSINDACSE-PE Agreste / publicado no Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil em 29/07/17, às 10h30. Fotos: Departamento de comunicação do SINDACSE-PE Agreste.





https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


Campanha Nacional pela Aprovação do PLC 56/17

Bem-vindo ao Canal Especial pela Aprovação do  PLC 56/2017  antigo  PL 6437/16 15/08/2017 -  Diretores do SINDICOMUNITÁRIO-SP protoc...