quinta-feira, 15 de junho de 2017

Garota expele verme de 2,4 metros após comer sashimi


Uma garota de apenas oito anos de idade foi parar no hospital por conta de dores abdominais após comer sashimi. Lá, os médicos encontraram um verme com 2,43 metros de comprimento e o retiraram pelo reto da garota. O caso ocorreu em Taiwan e as informações são do jornal britânico Daily Mail.
A criança começou a sentir um incômodo no reto e contou aos pais.

Assustados, eles levaram a garota até o Tri-Service General Hospital, na cidade de Taipei, capital de Taiwan.  O médico responsável pelo atendimento, Wang Zhijian, chegou a conclusão que se tratava de um verme da espécie diphyllobothrium latum. Esta é a maior espécie de verme encontrada no corpo humano, também conhecido como verme do peixe, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças. No momento da remoção, o verme ainda estava vivo e se mexia no reto da garota.

Verme da espécie diphyllobothrium latum

Segundo He Shengyuan, o médico supervisor do hospital, é comum que este tipo de verme viva durante cerca de um mês dentro do corpo dos seres humanos. Após a retirada, é necessário o uso de medicação contra vermes. Além dos peixes, vermes semelhantes podem ser encontrados em carnes bovinas e suínas mal cozidas.

A garota, que não teve o nome revelado, se recuperou bem, de acordo com os médicos.

Fonte:  curiosamente.diariodepernambuco.com.br. Publicado no Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil em 15/06/17, às 12h05.

A reprodução desta notícia é autorizada desde que contenha a autoria.

Leia outras matérias impressionantes:
🔂Tubarão devora cadela em praia de Austrália
🔂Saúde: Câncer é a doença que mais mata jovens e adultos dos 15 aos 29 anos
🔂Funcionária de fast food é presa por passar sangue menstrual em lanches de clientes
🔂Roedores consolam familiares e amigos perturbados, mostra estudo
🔂Chef brasileiro vence Mundial de Sushi em Tóquio
🔂Lembraste desta mãe que teve 8 bebés? Não vais acreditar como está hoje!
🔂1,1 milhão de mortes em 2015: Pactuadas novas metas mundiais para o enfrentamento ao HIV/Aids
🔂CÂNCER - Familiares de Edson Celulari raspam a cabeça para apoiar ator
🔂IDEIAS DO BEM: Leitura como instrumento para mudar destinos
🔂Empresário ensina moradora de rua a ler na hora do almoço
🔂Vacinação contra o câncer: Estudo prova ser possível criação de vacina anticâncer
🔂Desempregado acha R$ 7 mil, devolve e tem oferta de emprego
🔂Homem se recupera após píton morder seu pênis na Tailândia
🔂Brasil é o terceiro país mais ignorante do mundo
🔂Mulher é levada ao hospital com tubarão preso ao braço na Flórida
🔂5 professores que marcaram a educação brasileira
🔂O que fazer com a educação pública? 3 lições para São Paulo
🔂7 "fatos" científicos que você aprendeu errado na escola
🔂A Holanda reconhece: legalizar maconha foi erro
🔂Por falta de detentos, Suécia fecha 4 presídios
🔂Chikungunya pode causar artrite crônica, meningite e inflamação no coração
🔂Teresina/PI: Hanseníase e tuberculose: 400 agentes de saúde contraíram doenças de pacientes
🔂Em hospital, maqueiro canta para acalmar paciente idosa
🔂WhatsApp: como evitar o download automático de vídeos e fotos 
🔂Saiba o que significa o cadeado que agora aparece no WhatsApp 
🔂Pai coloca filho recém-nascido à venda em site 
🔂Incontinência Urinári 
🔂Igreja faz mutirão e reforma posto de saúde em RO
🔂ONG Holandesa promove abortos no Brasil para vítimas do Zika Vírus
🔂10 casos inacreditáveis de negligência médica que beiram o absurdo


Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


O seu Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil agradece pelos 7.000.000 de consultas

Em 2013, quando uma postagem do Jornal, versão Facebook, atingiu 1.480.000 (um milhão, quatrocentos e oitenta mil) acessos ficou evidente...