sábado, 17 de junho de 2017

Agentes Comunitários e de Endemias de Caruaru deflagram greve por tempo indeterminado

Agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias de Caruaru decidiram entrar em greve por tempo indeterminado

Como consequência por descumprimento de acordo firmado entre a Prefeitura da cidade de Caruaru (PE) com os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate às endemias do referido município, conforme informações repassadas pelo presidente do SINDACSE - Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do Agreste Setentrional de Pernambuco, Natalício Faustino da Silva, os agentes decidiram deflagar uma greve.

Agentes comunitários e de endemias decidem por paralisação por tempo indeterminado 

Prefeita quebrou acordo firmado
Os agentes de saúde estiveram reunidos ontem (16/06), em assembleia que decidiu pela deflagração da greve por tempo indeterminado. A reação é consequência do descumprimento de acordo firmado entre a categoria e a prefeita Raquel Lyra (PSDB/PE).


Fala do presidente do Sindicato 
“É lamentável que o governo municipal de Caruaru não cumpra com o acordo que foi firmado com a categoria! Temos consciência dos prejuízos que a greve causa, principalmente à sociedade caruaruense, que é a mais prejudicada com a postura adorada pela gestão da prefeita Raquel Lyra. Estamos prontos para dialogar e firmar uma saída justa, só não podemos ficar sem reagir, diante dessa intransigência,” disse o presidente Natalício.

No início de maio os agentes de saúde (ACS/ACE) fizeram uma paralisação de advertência por dois dias

Paralisação de anterior
Conforme noticiado por este jornal, a categoria já havia realizado uma paralisação de advertência por dois dias (5 e 6 de maio), ocasião em que a gestão municipal se comprometeu em atender as reivindicações dos trabalhadores até o dia 7 de junho. De forma inesperada, a gestão informou que apresentaria um projeto em agosto. O que contraria ao acordo que foi firmado em maio. 

As reivindicações da categoria são: revisão do percentual do PMAQ e a gratificação SUS (que envolve a produtividade). No último dia 15 a secretaria de saúde repassou a informação pertinente à postura da prefeita.

Texto: Samuel Camêlo, diretor e editor do JASB
Foto: Diretoria de Comunicação do SINDACSE/PE Agreste

Fonte Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil em 17/06/17, às 18h39.

A reprodução desta notícia é autorizada desde que contenha a autoria do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil .


Leia Também:
🔂Agentes de Saúde são beneficiados com votação do LDO
🔂30 horas: Câmara vai debater projeto que beneficia jornada dos agentes de saúde
🔂Prefeitura de Itacuruba paga débito da gestão anterior aos agentes comunitários de saúde
🔂Coordenador da Mobilização Nacional lidera vitória dos Agentes de Saúde no Rio de Janeiro
🔂REAJUSTEL: Constituição, Lei Orgânica do Município/Estado...Garantem o Reajuste Salarial 
🔂 O que é assédio Moral e o que não é...
🔂Vídeo: Bandidos se passam por agentes de saúde para aplicar golpe na população
🔂Reação contra a Tentativa de extinção dos Agentes Comunitários e de combate às endemias
🔂Agente de Saúde: Saiba como garantir o seu Reajuste Salarial

Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


05/10: Dia de Manifestação Nacional dos Agentes de Saúde nos Municípios

No dia Nacional dos  Agentes Comunitários de Saúde a categoria se prepara para mais uma Grande Mobilização Nacional VÍDEO: Agent...