quinta-feira, 18 de maio de 2017

A delação da JBS revela a farsa das eleições no Brasil

Retrato do Brasil: todos os ex-presidentes vivos e também o atual são citados na Lava Jato  (Implicante), além de candidatos como o senador Arécio Neves

Na verdade, a delação da JBS não traz revelações que sejam novidades. Lamentavelmente, não! 

As revelações da JBS evidenciam que o jogo político não passa de uma previsível farsa, porquanto situação (Lula/Dilma e Temer) e suposta oposição (Aécio), utilizando-se de expedientes como financiamento irregular e interferência indevida na Operação "Lava Jato", portanto, as eleições de 2014 não passaram de um jogo de cartas marcadas, longe do que se conhece como democracia. 

Parece-nos que a 2ª parte da chapa Dilma/Temer não se sustenta mais! Quer pelo "impeachment" ou por outros fatores, tal chapa se desfaz pela corrupção. Agora perguntamos: quem assumirá essa desordem? 


Enfrentaremos a (re)fundação da República Brasileira, deixando de fora todos os nomes abraços pela Lava Jato e demais crimes de lesa a pátria?

Quanto a situação dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, essa situação não muda o plano de unificação das duas categorias e depois a extinção. Contudo, ainda estamos vulneráveis com os mais de 200.000 contratos precários. Situação que revela que ainda não fizemos a “tarefa de casa” e nem mesmo há articulações para que tal tarefa seja realizada.

Fonte: Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil, publicado em 18/05/17, às 9h42.

Leia matérias completas em:
🔂 PL 6437/16: Acompanhe as Audiências sobre as Novas Atribuições dos Agentes de Saúde
Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


O seu Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil agradece pelos 7.000.000 de consultas

Em 2013, quando uma postagem do Jornal, versão Facebook, atingiu 1.480.000 (um milhão, quatrocentos e oitenta mil) acessos ficou evidente...