segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Belo Jardim/PE: Agentes de combate às endemias estão sem receber os salários de dezembro

Governador Paulo Câmara e o Prefeito João Mendonça, ambos do PSB de Pernambuco

É com indignação que o editorial do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil recebeu a notícia dos abusos realizados pela gestão do prefeito  de Belo Jardim, João Mendonça Bezerra Jatobá (PSB/PE), contra os trabalhadores, Agentes de Combate às Endemias da cidade do Agreste pernambucano. 
A notícia foi repassada oficialmente pelo sindicalista sr. Natalicio Faustino, presidente do SINDACSE - Sindicato Regional Setentrional do Agreste de Pernambuco, dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias. O representante da categoria informou que a gestão do prefeito João Mendonça, embora tenha recebido recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS) duas vezes durante o mês de dezembro, não as repassou aos seus destinatários. Uma prática que evidencia as características do administrador público municipal, nesse caso, nada agradáveis.

Saiba também sobre:

O Portal oficial do FNS registram repasses, no valor total em dezembro, superior a R$ 212.380,00 (duzentos e doze mil e trezentos e oitenta reais). Exatamente para custeio dos salários dos agentes de endemias

Ao seu informado pelo fato o coordenador da MNAS – Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, Samuel Camêlo, afirmou que “nem o trabalhador, que zela pela saúde da população merece um ato tão perverso desse, nem suas famílias, semelhantemente a sociedade que espera um trabalho com qualidade. Agora, como esses cidadãos, que não tem como pagar as despesas de sua família irão trabalhar de forma produtiva? Prefeito João Mendonça, acreditamos na sua competência, pague aos trabalhadores Agentes de Combate às Endemias de sua cidade e amenize esse sofrimento,” comentou Samuel.

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes concedeu liminar ao candidato João Mendonça

Problemas administrativos - conforme informações publicadas pelo Portal NE10, uma liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), garantiu ao então candidato, João Mendonça reconduzir a prefeitura de Belo Jardim. Ele teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em razão de condenação anterior por improbidade administrativa. A nova decisão foi divulgada na sexta-feira (23/12). A decisão é provisória, informa a matéria. 

O coordenador da MNAS autorizou para que esta matéria fosse reproduzida em todas as mídias da Mobilização Nacional.
Entramos em contato com a gestão e aguardamos resposta sobre os fatos citados acima. Esperamos que o pagamento ocorra o mais rápido possível!

FONTE: Jornal dos Agentes de Saúde, Publicado em 16/01/17, às 16h40.


Campanha Nacional pela Aprovação do PLC 56/17

Bem-vindo ao Canal Especial pela Aprovação do  PLC 56/2017  antigo  PL 6437/16 15/08/2017 -  Diretores do SINDICOMUNITÁRIO-SP protoc...