quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Câmara do DF exonera suspeito de articular esquema de propina na saúde

Exoneração de Alexandre Cerqueira foi divulgada no Diário da Câmara Legislativa do Distrito Federal nesta sexta-feira (2) (Foto: Reprodução)


Alexandre Braga Cerqueira foi afastado do cargo em 25 de agosto. Medida foi tomada após reunião da atual Mesa Diretora.

O servidor comissionado Alexandre Braga Cerqueira, suspeito de articular um esquema que teria desviado verbas de emendas parlamentares que somam R$ 30 milhões, foi exonerado nesta sexta-feira (2) do cargo que ocupava na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Cerqueira estava afastado da terceira-secretaria da Casa desde o último dia 25. O G1 não conseguiu localizar o homem.

A exoneração, assinada pelo presidente em exercício da Casa, deputado Juarezão (PSB), foi publicada no Diário da Câmara Legislativa na quinta. A medida foi definida em uma reunião da atual Mesa Diretora, realizada na última segunda (29). Cerqueira era responsável pelos contratos e pagamentos da Câmara.

Em depoimento ao MP, o presidente da Associação Brasiliense de Construtores, o empresário Afonso Assad, apontou o então servidor como emissário de deputados, tendo cobrado “ajuda” dele, ou seja, participação no suposto esquema que exigia pagamento de propina em troca de assinatura de contrato público.

Leia matérias completas:
Se você pudesse dá uma NOTA ao seu PREFEITO, qual daria?
Trabalhadores na área da saúde tem o direito de uma contagem de tempo diferenciada
Senado: MNAS e ANASA se articulam com ênfase a votação do PLC 210
Orientação de como consultar CNS profissional pelo celular 
Cadastro Domiciliar Familiar e Individual no aplicativo ePHealth ACS Lite 
Agentes integrados: Sistema informatizado de saúde chega aos agentes comunitários
Prefeito de Terra Nova deve pagar piso salarial aos agentes de saúde
Ação da Frente Parlamentar resulta na criação de Conselho aos Agentes de Saúde
Agentes de Saúde poderá comprar moto isento de imposto
Efetivação de todos os Agentes de Saúde do Brasil
Curso gratuito em Gestão Pública em Saúde - UNASUS/UFMA
Agentes de saúde (ACS/ACE) lançam candidatura e buscam fortalecer a luta da categoria
Expectativa de que novo adicional poderá dobrar o salário dos Agentes de Saúde 
MNAS reforça campanha pela Efetivação dos 200 mil agentes no Portal com mais de 43.693.033 membros ao redor do mundo
Justiça determina que Prefeitura de Monte Negro pague o Piso Nacional aos agentes de saúde
Ajuda de custo de R$ 300: Nova lei institui ajuda de custo para agentes de saúde

No último dia 25, Cerqueira foi afastado do cargo a pedido do deputado Rodrigo Delmasso (PTN), que assumiu o cargo de terceiro-secretário após a Justiça afastar o então responsável pela função, Bispo Renato Andrade (PR).

A exoneração de Cerqueira ocorre após a divulgação de áudios gravados por Liliane Roriz (PTB). Em uma das gravações feitas pela deputada, a presidente da Câmara, Celina Leão (PPS), fala sobre a mudança de finalidade de uma emenda parlamentar que direcionou R$ 30 milhões da sobra orçamentária da Câmara a um grupo de seis empresas que prestam serviço de UTI. Segundo as denúncias, o repasse acabou beneficiando pelo menos seis deputados.

No dia 23 de agosto, o funcionário foi alvo de um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça. Nesta quinta, o Sindicato dos Servidores da Câmara Legislativa e do Tribunal de Contas (Sindical) pediu ao Ministério Público do DF que solicite à Justiça o afastamento cautelar de Cerqueira e dos outros servidores que assessoram os deputados membros da Mesa Diretora afastada, que são suspeitos de receber propina em contratos com prestadoras de serviço de UTIs.

Fonte: G1 Distrito Federal


Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif