terça-feira, 19 de julho de 2016

WhatsApp é bloqueado mais uma vez pela Justiça; saiba mais

 A Justiça do Rio de Janeiro decidiu que o aplicativo WhatsApp será bloqueado mais uma vez

A Justiça do Rio de Janeiro decidiu que o aplicativo WhatsApp será bloqueado mais uma vez em todo o território nacional. A notícia foi dada através do jornal Globo News há poucos instantes nesta terça-feira (19). De acordo com a reportagem acima, as empresas de telefonia já foram notificadas, o que aconteceu depois que o Facebook – atual dono do aplicativo de mensagens – se recusou a cumprir a decisão judicial para fornecer informações para uma investigação policial.

De acordo com a decisão, o bloqueio do WhatsApp deve acontecer imediatamente. Contudo, fontes ligadas às operadoras informaram ao O Globo que as empresas de telecomunicação fizeram uma espécie de acordo para começar a interromper o funcionamento do mensageiro às 14h de hoje. Até às 15h, o bloqueio deve estar completamente realizado.

A autora da decisão é a juíza Daniela Barbosa, que notificou as operadoras de telefonia por volta das 11h30 desta terça-feira. Por conta das dificuldades técnicas envolvidas no processo, pode ser que demore algumas horas para que o acesso ao aplicativo seja realmente bloqueado, o que deve acontecer em breve. De acordo com a reportagem do G1, o Facebook informou que não vai se manifestar e a assessoria do WhatsApp disse que ainda não tem uma posição oficial da decisão.

Leia outras matérias impressionantes:
A Coca-Cola® brasileira possui maior concentração de substância cancerígena no mundo
1,1 milhão de mortes em 2015: Pactuadas novas metas mundiais para o enfrentamento ao HIV/Aids
CÂNCER - Familiares de Edson Celulari raspam a cabeça para apoiar ator
IDEIAS DO BEM: Leitura como instrumento para mudar destinos
Empresário ensina moradora de rua a ler na hora do almoço
Vacinação contra o câncer: Estudo prova ser possível criação de vacina anticâncer
Desempregado acha R$ 7 mil, devolve e tem oferta de emprego
Pesquisa revela: 90% da população tem vírus da herpes
Homem se recupera após píton morder seu pênis na Tailândia
Brasil é o terceiro país mais ignorante do mundo
Mulher é levada ao hospital com tubarão preso ao braço na Flórida
 
Investigação policial

Segundo Barbosa, o Facebook foi notificado três vezes a pedido da Justiça para interceptar mensagens que seriam usadas em uma investigação policial em Caxias, na Baixada Fluminense. O WhatsApp diz que não cumpriu a ordem judicial por "impossibilidades técnicas" uma vez que não copia ou arquiva as mensagens compartilhadas pelos usuários.

Ainda segundo a juíza, esse tipo de postura prejudica o andamento das investigações e possibilita aos criminosos o uso de um ecossistema "protegido" da ação policial. Isso acaba resultando em um prejuízo para a segurança da população, que pode se sentir ameaçada por causa da ação dos criminosos. Além do bloqueio, Daniela Barbora estipulou uma multa de R$ 50 mil por dia até que o Facebook atenda à ordem judicial.

A juíza ainda disse que a empresa respondeu por email em inglês "como se esta fosse a língua oficial deste país", demonstrando descontentamento com a postura do Facebook. O Sindicato das Operadoras de Telecomunicações (Sinditelebrasil) já informou que ainda não foi notificado sobre o caso, e as operadoras só souberam do bloqueio através da imprensa, sem um posicionamento oficial.

Passado recente

Não é a primeira vez que o aplicativo é impedido de funcionar aqui no Brasil. No final do ano passado, o WhatsApp foi bloqueado por conta de uma decisão da Justiça de São Paulo e permaneceu assim por cerca de 12 horas por decisão do Tribunal de Justiça do estado. Essa, na verdade, é a quarta vez que o app de mensagens mais popular aqui no Brasil é impedido de funcionar.
Fique ligado, pois atualizaremos esta notícia com mais informações em breve.

Alternativas
Enquanto o aplicativo estiver fora do ar, é possível recorrer a outros aplicativos que fazem o mesmo que o mensageiro. O TecMundo já listou 10 alternativas para substituir o WhatsApp.

Leia outras matérias impressionantes:

5 professores que marcaram a educação brasileira
O que fazer com a educação pública? 3 lições para São Paulo
7 "fatos" científicos que você aprendeu errado na escola
A Holanda reconhece: legalizar maconha foi erro
Por falta de detentos, Suécia fecha 4 presídios
Chikungunya pode causar artrite crônica, meningite e inflamação no coração
Teresina/PI: Hanseníase e tuberculose: 400 agentes de saúde contraíram doenças de pacientes
Em hospital, maqueiro canta para acalmar paciente idosa
WhatsApp: como evitar o download automático de vídeos e fotos 
Saiba o que significa o cadeado que agora aparece no WhatsApp 
Pai coloca filho recém-nascido à venda em site 
Incontinência Urinári 
Igreja faz mutirão e reforma posto de saúde em RO
ONG Holandesa promove abortos no Brasil para vítimas do Zika Vírus
10 casos inacreditáveis de negligência médica que beiram o absurdo







https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif