domingo, 17 de julho de 2016

A Coca-Cola® brasileira possui maior concentração de substância cancerígena no mundo

Um teste revelou que a Coca-Cola vendida no Brasil possui a maior concentração do 4-metil-imidazol (4-MI), classificado como supostamente cancerígeno depois de teste toxicológicos com ratos.

Um teste realizado pelo Center for Science in the Public Interest (CSPI), de Washington D.C. revelou que a Coca-Cola vendida no Brasil possui a maior concentração do 4-metil-imidazol (4-MI), subproduto presente no corante Caramelo IV, classificado como supostamente cancerígeno depois de teste toxicológicos com ratos. *Por Karlla Patrícia

Além da Coca-Cola® fabricada no Brasil, latinhas vendidas no Canadá, Emirados Árabe, México, Reino Unido e nos Estados Unidos também foram avaliadas quanto a concentração do 4-metil-imidazol. Infelizmente, de todos, o Brasil foi o país na qual essa substância apareceu em uma concentração superior às demais. O estudo mostrou que o refrigerante vendido no Brasil contém 267 microgramas de 4-MI para cada latinha. O mais assustador é que essa concentração é muito maior quando comparada com a Coca-Cola® vendida no Quênia, que ficou na segunda posição, com 170 microgramas por latinha.

O governo da Califórnia estipulou a necessidade de uma advertência nos alimentos que contiverem mais que 29 mcg da substância. No entanto, a Coca-Cola® do Brasil traz nove vezes o limite diário de 4-MI.

Uma pesquisa da Revista do Idec (edição 165) verificou que a regulação brasileira sobre o tema é falha e que os fabricantes de refrigerantes e bebidas energéticas não estão dispostos a informar ao consumidor a quantidade da substância tóxica em seus produtos. “Acreditamos que uma postura preventiva deve ser adotada, já que é a saúde dos consumidores que está em jogo”, ressalta a advogada do Idec.

Os responsáveis por estes estudos que trouxeram tais revelações à tona, espera que os limites do Caramelo IV nos alimentos e a legislação atuais, tanto internacional como nacional, sejam alterados.

*Por Karlla Patrícia - Bióloga, doutora em Zoologia pelo Museu Nacional - UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora, colaboradora em revistas científicas para crianças. Idealizadora e administradora do Diário de Biologia.

Leia outras matérias impressionantes:
1,1 milhão de mortes em 2015: Pactuadas novas metas mundiais para o enfrentamento ao HIV/Aids
CÂNCER - Familiares de Edson Celulari raspam a cabeça para apoiar ator
IDEIAS DO BEM: Leitura como instrumento para mudar destinos
Empresário ensina moradora de rua a ler na hora do almoço
Vacinação contra o câncer: Estudo prova ser possível criação de vacina anticâncer
Desempregado acha R$ 7 mil, devolve e tem oferta de emprego
Pesquisa revela: 90% da população tem vírus da herpes
Homem se recupera após píton morder seu pênis na Tailândia
Brasil é o terceiro país mais ignorante do mundo
Mulher é levada ao hospital com tubarão preso ao braço na Flórida
5 professores que marcaram a educação brasileira
O que fazer com a educação pública? 3 lições para São Paulo
7 "fatos" científicos que você aprendeu errado na escola
A Holanda reconhece: legalizar maconha foi erro
Por falta de detentos, Suécia fecha 4 presídios
Chikungunya pode causar artrite crônica, meningite e inflamação no coração
Teresina/PI: Hanseníase e tuberculose: 400 agentes de saúde contraíram doenças de pacientes
Em hospital, maqueiro canta para acalmar paciente idosa
WhatsApp: como evitar o download automático de vídeos e fotos 
Saiba o que significa o cadeado que agora aparece no WhatsApp 
Pai coloca filho recém-nascido à venda em site 
Incontinência Urinári 
Igreja faz mutirão e reforma posto de saúde em RO
ONG Holandesa promove abortos no Brasil para vítimas do Zika Vírus
10 casos inacreditáveis de negligência médica que beiram o absurdo






https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif