segunda-feira, 16 de maio de 2016

Mulher é levada ao hospital com tubarão preso ao braço na Flórida

Uma testemunha declarou ter visto antes do ataque alguns turistas importunando o tubarão.

Uma mulher atacada por um tubarão enquanto se banhava na Flórida, no sudeste dos Estados Unidos, foi levada à emergência do hospital com o animal ainda preso ao seu braço, informou a imprensa local.

O pequeno tubarão-enfermeiro de 60 cm de comprimento tinha seus dentes totalmente incrustados no braço da mulher. Para levá-la ao hospital, os socorristas improvisaram uma maca especial que sustentava o braço e o tubarão ao mesmo tempo, disse o South Florida Sun-Sentinel.

A vítima foi mordida enquanto se banhava em uma praia da cidade de Boca Raton.

Quando chegou ao posto de salva-vidas, acompanhada de seu companheiro, o tubarão respirava pouco, mas ainda seguia agarrado ao corpo da mulher, segundo o Sun-Sentinel.

O jornal Palm Beach Post informou que após o ataque um homem que estava na praia matou o tubarão. No entanto, ninguém conseguiu soltá-lo do braço da mulher, que foi enviada de urgência ao hospital quando disse que estava com falta de ar.

LEIA TAMBÉM:
Brasil é o terceiro país mais ignorante do mundo
5 professores que marcaram a educação brasileira
O que fazer com a educação pública? 3 lições para São Paulo
7 "fatos" científicos que você aprendeu errado na escola
A Holanda reconhece: legalizar maconha foi erro
Por falta de detentos, Suécia fecha 4 presídios
Chikungunya pode causar artrite crônica, meningite e inflamação no coração
Teresina/PI: Hanseníase e tuberculose: 400 agentes de saúde contraíram doenças de pacientes
Em hospital, maqueiro canta para acalmar paciente idosa
WhatsApp: como evitar o download automático de vídeos e fotos 
Saiba o que significa o cadeado que agora aparece no WhatsApp 
Pai coloca filho recém-nascido à venda em site 
Incontinência Urinári 
Igreja faz mutirão e reforma posto de saúde em RO
ONG Holandesa promove abortos no Brasil para vítimas do Zika Vírus
10 casos inacreditáveis de negligência médica que beiram o absurdo
El País: Mais de 5.000 grávidas já foram infectadas pelo zika vírus na Colômbia
Entomologista ligada à Fiocruz fala sobre zika vírus e o ERRO do uso de produtos tóxicos

A presença de tubarões-enfermeiro – que chega a três metros de comprimento na fase adulta – é comum na costa Atlântica da Flórida. No entanto, geralmente estes tubarões não representam perigo. São animais noturnos que se alimentam de pequenos peixes e de outras criaturas marinhas. Durante o dia, podem ser vistos em águas pouco profundas.

Uma testemunha citada pelo Sun-Sentinel declarou ter visto antes do ataque alguns turistas importunando o tubarão.

Fonte: IstoÉ 16.05.16 - 10h08 - Atualizado em 16.05.16 - 12h53






https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif