segunda-feira, 30 de maio de 2016

Itaboraí/RJ: Após dois anos de luta, Agentes de Combate às Endemias conquistam equiparação salarial

Diretores da AACEITA em reunião com o vereador Edinho Itaboraí e o Secretário de Saúde, Dr. Edílson Francisco

Os Agentes de Combate às Endemias da Prefeitura Municipal de Itaboraí/RJ, após dois anos de luta árdua, recebendo menos de um salário mínimo, finalmente, conseguiram alcançar os seus objetivos, ou seja, conseguiram equiparação salarial de valor que ultrapassa os R$ 1.014,00, conforme o que estabelece a Lei Federal nº 12.994/14. Apesar do fato, conforme informações repassadas ao Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil, a categoria teve que fundar uma associação para fortalecer a luta. Foi sob esse contexto que nasceu a Associação dos Agentes de Combate às Endemias de Itaboraí ( AACEITA).


Presidente da Comissão de Segurança e Ordem Pública e segundo Secretário da Câmara Municipal, vereador Edinho Itaboraí

Conforme narrativa do vice-presidente da associação, Filipe Rosa, “foi um período de muitas dificuldades que esses pais de família passaram. Com o apoio da categoria e de alguns parceiros como o secretário municipal de saúde,  Dr. Edílson Francisco e do Presidente da Comissão de Segurança e Ordem Pública e segundo Secretário da Câmara Municipal, vereador Edinho Itaboraí (PMN/RJ). Então foi criada a Lei Complementar que equiparou o vencimento dos agentes de endemias com os agentes comunitários de saúde, na tabela de vencimento no valor inicial de R$ 1.489,39. A luta não ainda não acabou, a diretoria, junto com o vereador Edinho Itaboraí, estão lutando pela insalubridade de 40%, devido aos riscos que envolve a saúde do trabalhador,” concluiu Filipe.

Uma conquista histórica que beneficia a categoria dos ACE's e suas famílias

É luta como essa dos endemias do município de Itaboraí, que motiva a categoria dos diversos estados brasileiros a não desistir, em meio as adversidades. É de conhecimento comum que a melhoria da qualidade do trabalho desses profissionais implica em melhor desempenho, ampliação de resultados positivos, ou seja, a sociedade é diretamente beneficiada. No caso, não temos uma ampliação dos gastos públicos, mas, um investimento na saúde pública. Ainda que não houvesse o aspecto positivo do repasse efetuado pela União.

Parabéns Prefeito Helil Cardozo e Dr. Edílson Francisco! Não podemos desmerecer a qualidade do administrador público que, mesmo em meio a um momento tão conturbado, em que o nosso país vivencia (tanto no aspecto político como no econômico) ele se reveste da natureza empreendedora e investe no servidor. É justamente este funcionário, revestido de reconhecimento, tendo obtido o incentivo que o satisfaz em sua necessidade básica, que fortalece a municipalidade.

A AACEITA e todos os Agentes de Combate às Endemias de Itaboraí estão de parabéns por essa grandiosa conquista! Juntos, sem dúvida alguma, somos mais fortes!

Com informações de Filipe Rosa, ACE na Prefeitura Municipal de Itaboraí, Rio de Janeiro.

Fonte: Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil - www.agentesdesaude.com.br  
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Leia outras matérias completas:
Diretoria do Conasems se reúne com novo ministro da saúde
Portarias criadas pelo Governo Dilma atendem proposta do Conasems, diz presidente do CONFEN
Projetos de Decretos Legislativos podem derrubar as Portarias 958/959 do Ministério da Saúde
Prefeitura cria plano de carreira para agentes de saúde de Chapadinha (MA)
CNM, CONASS e CONASEMS têm interesse em manter as Portarias 958/959 
Ministério da Saúde convoca os Agentes de Saúde para debater as Portarias 958/959/2016
Agentes de saúde pedem revogação de portaria que desobriga municípios de contratá-los
‘Retirar o ACS das Equipes de Saúde da Família é um retrocesso no modelo de Atenção Básica...
Benefícios para agentes de saúde são aprovados em comissão 
Paralisação Nacional Fortalece a luta dos Agentes de Saúde. Propostas divulgadas no Diário da União não é Lei Regulamentada
Agentes de saúde de Santa Maria da Boa Vista – PE aderem à Paralisação Nacional 
Agentes de Saúde de Feira de Santana se preparam para paralisação nacional do dia 18 de maio
A Pressão que vem da notícia: Mais um município passa a garantir o Incentivo aos Agentes de Saúde
Em greve, agentes de saúde cobram mediação do MP para conseguir melhorias
MNAS se posiciona contra a proposta do Coren-MG de acabar com os Agentes Comunitários 






https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif