quinta-feira, 28 de abril de 2016

MNAS se posiciona contra a proposta do Coren-MG de acabar com os Agentes Comunitários de Saúde

Posicionamento infeliz e sem nenhum embasamento que torne possível tal proposta

A MNAS – Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde do Brasil orienta a categoria de Agentes Comunitários de Saúde (ACS’s) para que não entrem em pânico, considerando a impossibilidade de tal intento no momento. Apesar de tal fato, seja analisado que há interesse real em proceder com a extinção dos ACS’s. Tal proposta não é algo novo, notadamente os procedimentos realizados pelos gestores municipais têm conotado uma desvalorização sistemática da categoria, excetuando-se nos municípios em que a categoria tem conseguido impor a sua representatividade e avançado em suas conquistas.

Quanto mais indiferente à luta de sua própria categoria o agente fragiliza a sua razão de existir. Os argumentos apresentados em Belo Horizonte podem deixar claro o que se pretende, apesar do sigilo da estratégia que o Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde (Conasems) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde Minas Gerais (Cosems MG) estabeleceram. Até o momento, não divulgaram nenhuma nota que venha identificar a motivação da proposta de substituição dos ACS’s por técnicos de enfermagem, exceto os argumentos do presidente do Coren-MG, Marcos Rubio. Ele defende que o técnico em enfermagem poderá realizar aferição da pressão arterial, verificação da glicemia capilar, curativos, entre outros.
A postura do Cosems MG, na verdade, é compatível com as ideias do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.

Veja também:
APOSENTADORIA ESPECIAL PARA OS AGENTES DE SAÚDE
MNAS saúda a nova presidente da CONACS e fala sobre a Paralisação Nacional do dia 18 de maio
3º Encontro Municipal dos Agentes Comunitários de Saúde é promovido em Pinhais
Sancionada lei que altera piso salarial dos agentes de saúde
Teresina/PI: Hanseníase e tuberculose: 400 agentes de saúde contraíram doenças de pacientes
Efetivação, reajuste salarial e pagamento de retroativo: Agentes de Parintins comemoram conquistas
2ª Grande Mobilização Nacional da Saúde
Portaria 535/16: redefine a quantidade de ACE'S e define prazo para prefeituras cadastrarem...
Iguatu/CE: Agentes de saúde garantem o Incentivo Adicional (14º) após paralisação
Após críticas da MNAS, mais um município pagou o 14º Salário (Incentivo Adicional)
Agentes de Itapajéalém do 14º, têm garantido um incentivo mensal de 50%...
Prefeitura de Guaraciaba do Norte garante o pagamento do 14º dos Agentes Comunitários
Portaria 2031/15: Garante 14º aos Agentes de Combate às Endemias
Proposta dá adicional de insalubridade a agentes. Minha Casa Minha Vida está na pauta
Camocim/CE anuncia "Piso Nacional" e doação de motos aos Agentes Comunitários de Saúde

A delegação de representatividade a sindicalistas que defendem os interesses dos gestores fragiliza a categoria. Não é de hoje que a MNAS tem alertado aos ACS’s e Agentes de Combate às Endemias para o fato da representação “biônica.” Nesse caso, o suposto representante sindical, ao invés de representar a categoria, milita em defesa do governo, portanto, enfraquecendo a legítima luta sindical. Como uma entidade comandada por representantes do governo irá defender os interesses da classe? Tudo não passará de uma simulação, exatamente como ocorre hoje, quando vemos instituições indo pras ruas defender o governo, ao invés de lutar pelos trabalhadores. Essa situação precisa mudar, caso contrário não precisaremos mais lutar, tudo estará nas mãos das Secretarias Municipais de Saúde, dos prefeitos, do governo federal.

Despertem enquanto há tempo! Fortaleçam a verdadeira luta, substituam a representação “biônica” pela verdadeira e legítima!

MNAS – Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde do Brasil



REUNIÃO DISCUTE SUBSTITUIÇÃO DE ACS POR TÉCNICO EM ENFERMAGEM

Marcos Antônio Garcia Vieira, Marcos Rubio, Mauro Guimarães Junqueira e José Mauricio Lima Rezende

Participaram da reunião o representante do Coren-MG na Comissão de Prevenção ao Crack da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, enfermeiro Marcos Antônio Garcia Vieira, o presidente do Coren-MG, Marcos Rubio, e os presidentes do Conasems, Mauro Guimarães Junqueira e do Cosems MG, José Mauricio Lima Rezende

No dia 13 de abril, o presidente do Coren-MG, Marcos Rubio, se reuniu em Belo Horizonte com o Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde (Conasems) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde Minas Gerais (Cosems MG). O objetivo do encontro foi discutir a substituição do agente comunitário de saúde (ACS) pelo técnico em enfermagem, proposta apresentada em fevereiro pelo presidente do Conasems em reunião promovida com o presidente do Cofen, Manoel Neri.

Realizado em Belo Horizonte, além do presidente do Coren-MG, o encontro contou a presença dos presidentes do Cosems MG, José Mauricio Lima Rezende, e do Conasems, Mauro Guimarães Junqueira. O representante do Coren-MG na Comissão de prevenção ao crack da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, enfermeiro Marcos Antônio Garcia Vieira, também participou da reunião.

De acordo com Marcos Rubio, com a substituição do ACS pelo técnico em enfermagem haverá uma evidente melhora na qualidade da assistência de saúde ao usuário do SUS. "O profissional técnico em enfermagem poderá realizar cuidados e procedimentos no domicílio do usuário, tais como aferição da pressão arterial, verificação da glicemia capilar, curativos, entre outros, dispensando o deslocamento até à Unidade Básica de Saúde ou à  Estratégia Saúde da Família (ESF). A mudança também favorece nossos profissionais de nível médio com maior campo de atuação", defendeu o presidente do Coren-MG.

Fonte: www.corenmg.gov.br  Publicado na Quarta-feira, 27 Abril 2016, às 10:05.







https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif