terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Coordenadores da Mobilização Nacional terão acesso amplo as ferramentas integradas

Coordenadores da Mobilização Nacional ainda mais fortalecidos...

Depois de divulgar os 17 estados brasileiros que receberam reforços na luta pela garantia dos direitos dos Agentes de Saúde (ACS e ACE), com novos coordenadores municipais da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, agora essa liderança terão acesso as ferramentas interativas integradas da mobilização.
A MNAS e as ferramentas que administram, não apenas potencializa a luta nacional dos Agentes Comunitários e de Combate às Endemias, como também, reafirma a razão de ser dessa instituição, que é a responsável pela criação das primeiras ferramentas da rede mundial de computadores especificamente voltadas à defesa de direitos dessa categoria.

Veja também:
Saiba se o seu município recebeu o repasse da União ("Piso Nacional") 
Como a MNAS havia informado, os Agentes Comunitários têm direito ao recebimento do "14
 
Não apenas no Brasil, mas, em todo o mundo, a utilização focada das ferramentas interativas como as mídias sociais, tem ampliado de forma excepcional a luta dos trabalhadores por garantias de direitos. Garantir que todos os agentes de saúde (ACS e ACE) do Brasil sejam contemplados com a representação instituída na MNAS, é estabelecer um referencial nacional. Cada um dos coordenadores da Mobilização Nacional (quer coordenadores estaduais, municipais ou outras representatividades da instituição) passam a ter o poder de dá publicidade aos fatos que ocorrem em seus municípios e estados. Para se ter ideia desse potencial, uma publicação feita na fanpage do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil, é publicada automaticamente no microblog Twitter, que é vinculado a essa página, tornando ilimitado a interatividade da publicação, informa o coordenador nacional da MNAS, Samuel Camêlo.


Vamos recordar algumas das maiores manifestações interativas que o Brasil já presenciou, sob o comando da MNAS

A MNAS é responsável pelas maiores mobilizações nacionais dos trabalhadores da saúde. Recentemente comandou a campanha #SancionaDilma e o 1º #Ocupe a FanPage da presidente com a finalidade de obter a sanção do PL 270/2006. A mobilização foi tão expressiva que o Brasil pode acompanhar, durante os Jogos da Copa, a maior manifestação de trabalhadores da saúde, por meio das redes sociais. O projeto de lei foi sancionado com vetos, resultando na lei 12.994/2014, denominada de "Piso Salarial Nacional" dos Agentes Comunitários de Saúde e de Agentes de Combate às Endemias, uma lei que garante o REPASSE dos R$ 1.014,00. Valor que era enviado aos municípios por meio da portaria n.º 314/14, contudo, sem a existência de uma lei que garantisse o repasse integral aos Agentes Comunitários e de Combate às Endemias.

A Grande Mobilização Nacional da Saúde (Quase 1,5 milhões de participantes)
No dia 07 de abril de 2013, data comemorativa do Dia Mundial da Saúde, a MNAS coordenou a Grande Mobilização Nacional da Saúde. Evento que contou com quase 1,5 milhões de trabalhadores da saúde. A maior mobilização de trabalhadores do Brasil, por meio das mídias sociais. O evento foi marcado por definição de estratégias específicas, direcionadas as ferramentas da administração pública em saúde das esfera de governo municipais, estatuais e federal.

Aprovação do PL 270/2006 e a pressão da MNAS
Desde de 2013, quando os deputados, “motivados” pelos prefeitos, votaram contra a aprovação da proposta de criação de um “Piso Nacional,” a MNAS fez saber que haveria um grande Boicote aos parlamentares (deputados e senadores), como reação ao golpe desferido contra os Agentes Comunitários e de Combate às Endemias. Como estratégia, esses mesmos parlamentares aprovaram, em menos de dois meses o suposto “Piso Nacional.” Imaginem que, durante 9 anos não foi possível o estabelecimento de um salário base nacional para os agentes de saúde e, de forma impressionante, é aprovado um projeto que garante, na verdade, o repasse do governo federal. Que, inclusive, já era pago por muitos municípios, em cumprimento a portaria n.º 314/14. Esta portaria falsamente foi denominada de Piso Nacional, com a sanção do PL 270/2006. Algo bastante significativo, claro, mas que não expressa a proposta original de um Piso Salarial Nacional de valor equivalente a dois salários mínimos.

 Fale Conosco!Twitter Facebook LinkEdin Youtube Gtalk: samuelcamel@gmail.com Skype: samuelcamelo     







Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)  
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com  
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs  
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude   
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude   
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum   
Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil e MNAS: www.agentesdesaude.com.br


https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif