segunda-feira, 21 de abril de 2014

Agentes de Saúde estão conseguindo redução de Jornada para 30 horas semanais.

A Coordenação da MNAS defendem as 30 horas semanais para os Agentes de Saúde do Brasil, em ato realizado no Recife, em 11 de julho de 2013.

A MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde foi a 1ª entidade a lança essa proposta para os agentes de saúde no Brasil, a nível nacional. 

A MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde (ACS/ACE) defende a  jornada de trabalho de 30 horas semanais para os Agentes de Saúde do Brasil. É defendido que a questão não envolve trabalhar menos, mas, melhorar a qualidade laborativa, melhorando, portanto, a qualidade dos serviços prestados aos comunitários. É notório que os Agentes de Saúde são os únicos trabalhadores da Atenção Primária que se expõe ao sol causticante. Tal realidade reflete diretamente na qualidade de vida e de trabalho desses profissionais.

Reduzir a jornada de trabalho para 30 horas semanais é possível e, hoje, várias prefeituras já estão aderindo a esta proposta. Um exemplo disto é a Prefeituras da Cidade de Americana, em São Paulo.

Leia também:
30h semanais: A partir de 1º de junho agentes de saúde terão 6h de jornada e auxilio alimentação
Câmara Municipal aprova jornada de 30 horas para agentes de saúde
APROVADA PROPOSTA QUE REDUZ CARGA HORÁRIA NA SAÚDE


Agentes acompanham o encontro entre o Sindicato e o prefeito. Mais de 
130 Servidores foram beneficiados

No dia 28 de fevereiro, a Prefeituras da Cidade de Americana garantiu a redução da jornada de trabalho dos agentes. O prefeito Diego de Nadai, assinou projeto de lei que reduz de 40 para 30 horas semanais a jornada de trabalho dos Agentes de Controle de Vetores, Agentes de Promoção em Saúde, Agentes de Saúde, Agentes de Saúde Comunitários e Visitador Sanitário. O ato beneficiou mais de 130 Servidores e toda a sociedade atendida por esses trabalhadores.


É importante destacar que tal feito somente foi possível com a pressão conjunta do Sindicato com os agentes. 

Manifestação em defesa do Piso Nacional e pelas 30 horas em  Caruaru (PE), no 
dia 04 de outubro de 2013. A sindicalista Maria Betânia segura o cartaz com as reivindicações defendidas pela MNAS

Para fortalecer a luta pelo estabelecimento das 30 horas, a MNAS orienta a todos os agentes de saúde do Brasil para que divulguem esta proposta. Acesse as nossas postagens no Twitter, no Facebook ou em qualquer outra ferramenta interativas da organização e compartilhem com os seus amigos.

A jornada de trabalho de 30 horas semanais é recomendada pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), pois reconhece que trabalhadores ligados a área de saúde convivem com situações extremas de sofrimento e exposição a ambientes insalubres.
Sem dúvida alguma  “a regulamentação da jornada de 30 horas para os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias visa condições de trabalho favoráveis ao profissional e melhora na qualidade da assistência prestada.


Desejamos que as 30 horas sejam estabelecidas em todo o Brasil!


A campanha pela 30 horas semanais continua em 2016!

Faça um comentário no espaço abaixo e amplie a possibilidade de divulgação desta matéria!





Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

Fonte: