sábado, 8 de março de 2014

A vitória dos Garis do Rio, A luta dos Agentes de Saúde e os Parlamentares de Brasília


Cerca de 70% dos garis do Rio aderiram a greve. O sindicato da categoria não os apoiou.

A paralisação dos garis do Rio, que durou oito dias e deixou toneladas de lixo espalhadas pela cidade durante o Carnaval, foi encerrada na noite deste sábado (8) após os trabalhadores negociarem com a prefeitura um aumento de 37% no salário-base da categoria, que passará de R$ 803 para R$ 1.100. Algo to que está totalmente fora do que a gestão havia proposto é um clássico exemplo de que a categoria pode quebrar os grilhões impostos pela força aparentemente desproporcional da máquina pública. Falamos aparentemente desproporcional porque, na verdade, a força está com o trabalhador.
Os garis também conseguiram a garantia de que nenhum funcionário será demitido e um reajuste no valor do tíquete alimentação, que passou de R$ 12 para R$ 20 diários. Dos 15 mil garis do Rio, 70% aderiram à paralisação, sem a participação do sindicato, que se posicionou contra o movimento, fortalecendo contraditoriamente a gestão. Afinal, perguntamos: qual o papel do sindicato? Parece que alguns sindicalistas precisam descobrir que o sindicato existe para defender os interesses da categoria e não de seus diretores.

A vergonhosa atuação do Sindicato dos Agentes de Saúde do Recife
Aqui no Recife temos um caso bastante típico, situação em que a gestão consegue tranquilamente por os seus planos em prática com o apoio do sindicato que deveria defender os interesses dos Agentes de Saúde. Calculamos que os prejuízos acumulados pela agentes venham a ultrapassar a casa dos cinco mil reais por ano, sobretudo, com a vergonhosa negociação do PMAQ (Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica)

A iminente derrota, que se tornou em vitória
Mas, voltando a situação dos amigos garis,do total de 15 mil garis do Rio, estima-se que 70% aderiram à paralisação, informações da própria categoria, vinculado pela mídia. Desde o início da greve, os garis pediam salário de R$ 1.200, mais 40% de insalubridade. A prefeitura de inicio ofereceu o valor vergonhoso de R$ 874 e os 40%, proposta que foi aceita pelo sindicato da categoria, mas rejeitada por parte significativa dos garis, que mantiveram a paralisação, na contramão do posicionamento de seu sindicato. Notem bem aconteceu com esta categoria! Além desse fato, a imprensa vinculou que os trabalhadores que aceitaram a proposta de aumento da gestão e que se mantiveram na ativa, foram ameaçados pelos grevistas, e a prefeitura disponibilizou uma escolta policial para acompanhar a coleta de lixo. Analisem o quadro de aparente derrota dessa categoria.

A derrota previsível da mobilização dos Agentes
A situação citada acima descreve com bastante clareza episódios com os quais os agentes de saúde (ACS/ACE) tem convivido. Pressão de todos os lados e o uso dos meios de comunicações, pelos gestores, para desmobilizar a categoria. Infelizmente, diferentemente do que ocorreu com os garis, os agentes tem cedido a tais pressões, primeiro com a falta de organização de algumas entidades representativa que insistem no uso de "estratégias" que nunca deram certo, depois pelas manobras do chamado "fogo amigo," ou seja, as artimanhas de duas dúzias de deputados que, na verdade, usam a categoria em beneficio próprio e ao mesmo tempo defendem as suas bandeiras partidárias. Estas, totalmente contraditórias aos interesses dos Agentes Comunitários e de Combate às Endemias de todo o Brasil. Não podemos deixar de citar a falta de mobilização de parte da categoria. Esta, totalmente desacredita ou acomodada, apenas esperam que os outros construam, aquilo que lhes é cabível. 

E tome pressão sobre os garis
Após a Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) anunciar que iria demitir os garis que pararam e o prefeito Eduardo Paes (PMDB) argumentar que o movimento não era uma greve, mas um "motim", por não ter sido convocado pelo sindicato, a audiência de conciliação marcada para a próxima semana foi antecipada para hoje. A reunião, que aconteceu no Tribunal Regional do Trabalho e durou mais de três horas, a gestão municipal ofereceu um reajuste de 12% (cerca de R$ 900), rejeitado pelos trabalhadores, que insistiram com o pedido inicial. Finalmente, Com as partes chegaram ao valor de R$ 1.100, com a mediação dos representantes da Justiça do Trabalho.

A estratégia que deu certo
Diferentemente do que ocorre com os Agentes de Saúde, que a quase 10 anos insistem em usar as mesmas estratégias, ou seja, concentrando apenas em Brasília as manifestações, os garis fizeram diferente, usaram a inteligência, mantiveram-se firmes em seus ideias de luta e obtiveram a vitória.

Os Agentes de Saúde já deram o seu recado para os prefeitos e deputados
No dia 12 de novembro de 2013, a MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde (ACS/ACE) deu um exemplo grandioso do que é mobilização. Nessa data, agentes de diversos estados e municípios manifestaram-se em defesa do Piso Salarial Nacional. Recebemos notícias de que os prefeitos e parlamentares municipais e estaduais se sentiram abalados com o potencial da categoria, afinal, os seus redutos eleitorais estavam sendo atingidos. Diferente do que ocorre quando as manifestações se limitam ao Distrito Federal.

12 de novembro: Os guerreiros e guerreiras de Caruaru (PE) mostraram que sabem lutar...

Agentes de Saúde de Trindade atenderam a convocação da MNAS.
 

Agentes de Maribondo-Alagoas participaram, mesmo com o SINDACS-AL orientando a categoria do estado a não aderirem a Mobilização Nacional.

Agentes de Mucugê/BA.

Manifestações no Recife e muitas outras cidades do país.

Parabéns aos 70% dos garis da Comlurb e a sua Comissão de Greve dos Garis, que acreditaram em seu potencial e lutaram dignamente até o fim, parabéns aos membros do Ministério Público e do Tribunal Regional do Trabalho, que foram, na medida do possível, imparciais na condução das negociações. 

Que sejamos capazes de aprender com eles, o que não conseguimos ao longo desses 8 anos de derrotas na luta pelo estabelecimento do Piso Nacional dos Agentes de Saúde.

Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)  
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com  
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs  
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude   
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude   
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum   
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: