terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Agentes comunitários denunciam descaso em Posto Médico

                             Posto Médico não suporta a demanda de pacientes do Santa Maria

 A manhã desta segunda-feira, 9, foi marcada por protestos no conjunto Valadares, no bairro Santa Maria, zona Sul de Aracaju. Agentes de saúde da Unidade da Família Dr. Osvaldo Leite denunciam que há cerca de oito meses, os atendimentos do posto médico foram transferidos para a Unidade de Saúde da Família, Elizabeth Pita, em função de obras de demolição e construção da unidade de saúde.



Agente comunitária, Rita de Cássia da Silva

De acordo com a agente comunitária, Rita de Cássia da Silva, 31 anos, a Unidade de Saúde Elizabeth Pita, vem enfrentando uma série de problemas por não suportar a grande demanda de pacientes.

“Reivindicamos a construção de imediato da Unidade de Saúde Dr. Osvaldo Leite. Esse posto de saúde que fomos transferidos não suporta toda a população do conjunto Valadares, são mais de 70 mil pessoas que eram atendidas no Dr. Osvaldo Leite e que agora estão aqui na Elizabeth Pita, sendo atendidos em revezamento, só podemos ser atendidos de tarde”, relata. 

Com fortes dores na coluna, Rita de Cássia tentou marcar uma consulta médica há cerca de um ano na Unidade de Saúde Elizabeth Pita, porém a tentativa foi sem sucesso. Ela denuncia ainda a precariedade do atendimento na unidade.

“Em dezembro do ano passado o médico mandou que fizesse um raio-X da coluna e eu ainda não consegui marcá-lo. Nem vindo de madrugada eu consigo. O meu esposo sofre de pressão alta, e precisou fazer três exames, já tem mais de seis meses e não consegui. Aqui não tem vacina, aparelho de PA, medicamentos, soro e curativos. A sala de dentista está há um mês sem funcionar", ressalta.




Emanuele dos Santos
A deficiência da Unidade de Saúde também é motivo de reclamação da população. Emanuele dos Santos, 16 anos, foi até a Unidade de Saúde Elizabeth Pita na manhã desta segunda-feira, 9, para pegar medicamentos para a filha de seis anos que encontra-se doente. Revoltada por não conseguir pegar os medicamentos, ela desabafa.

Vim pegar medicamentos e não tem. Desse jeito vamos morrer sem atendimento, porque remédio, o posto não tem”, disse Emanuele.

Obras
A placa da obra, mostra que a construção e a demolição ficou em mais de R$ 864 mil reais. A demolição e construção da unidade de Saúde Dr. Osvaldo Leite estava marcada para ter início em maio deste ano, e a previsão de conclusão da obra, era para janeiro de 2014. Porém, com o passar dos meses, a população constatou que a obra não vem tendo avanço algum.


 Canteiro de obras de reforma de Posto segue paralizado


Saúde
Em entrevista ao Portal Infonet, a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, informou que em alguns meses atrás, foi feito uma visita a Unidade de Saúde Dr. Osvaldo Leite, onde foi constatado que o posto médico não possuia condições alguma para atender a população. Para garantir a segurança da comunidade, o local foi interditado para passar por reformas.

 A secretaria de Saúde do município informou ainda que cogitou alugar uma casa para promover o atendimento a população, porém ficou decidido que a comunidade passaria a ser atendida na Unidade da Saúde Elizabeth Pita, onde o atendimento vem ocorrendo em forma de revezamento. Onde no período da manhã, o atendimento fica destinado aos pacientes da unidade e no período da tarde, são atendidos os pacientes da Dr. Osvaldo Leite.

Com relação às obras do posto médico Dr. Osvaldo Leite, a assessoria de comunicação informou que a empresa contratada para realizar os serviços, se negou em realizá-la. Porém a secretaria vem promovendo uma série de reuniões para resolver o problema, e já estuda contratar a segunda empresa que participou do processo licitatório para realizar os serviços.

Por Leonardo Dias e Kátia Susanna -


Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)  
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com  
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs  
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude   
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude   
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum   
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: infonet.com.br