quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Barrar o Piso dos Agentes de Saúde é promover um atentado contra a democracia brasileira

A MNAS envia um aviso à Câmara dos Deputados: "Se o Piso dos Agentes de Saúde não for aprovado, o país poderá ter a maior campanha de trabalhadores nas ruas jamais visto antes.

O coordenador geral da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, Samuel Camêlo, manifesta os seus agradecimentos a todos os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias que atenderam a sua convocação de manifestações nas ruas, ocorrida no último dia 12 de novembro. Agradecemos a cada trabalhador, cada sindicato e associação e demais instituições que honraram o nosso chamamento. Agentes de Saúde de todo o Brasil inteiro parou as suas atividades, foram às ruas, em atendimento ao nosso chamamento. Isto foi um sinal notório de que estamos unidos e com um objetivo primário, que é a defesa do Piso Salarial Nacional da categoria. Temos consciência de que precisamos intensificar a luta pela efetivação dos quase 200 mil trabalhadores que ainda não tiveram a sua situação regulamentada, conforme prever a Lei Federal 11.350/06, contudo, nos fortalecemos e projetamos a nossa atenção para essa questão. 

Sindicatos ligados a FENASCE fizeram manobras para desarticular a categoria em vários estados. 

Lamentamos muito com a notícia de que a FENASCE - Federação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do Brasil tenha sido comprada pela negligência de sua diretoria. Apesar de tal fato, deslumbramos algo positivo: a possibilidade de substituição dos defensores dos interesses governistas, por verdadeiros representantes da categoria. Não precisamos de uma federação que existe apenas para servir aos interesses da base governista.

Quanto a questão das articulações do governo federal e as legendas que lhe apoiam, não há nada de novo, nem mesmo a necessidade de que tenham consciência de nosso potencial de articulação. Os orientamos para que façam a matemática de forma bastante que, na verdade, é bastante simples: 323.000 é o total de agentes de saúde. 800 pessoas ou 200 famílias, quantitativo médio dos comunitários atendidos por cada agente.  Deduzimos que os parlamentares e demais políticos têm motivos inconteste para preocupação, ou não?

Deixe o seu comentário no espaço abaixo!

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)  
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com  
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs  
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude   
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude   
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum   
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br