sábado, 12 de julho de 2014

Seja um Coordenador da Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde!



Seja um Coordenador da Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde! 
Envie o seu cadastro, aqui!

Venha fazer parte das fileiras de líderes da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, instituição responsável pela realização da 1ª Grande Mobilização da Saúde - com a participação de quase um milhão e meio de trabalhadores da Saúde. Coordenamos a realização de Mobilizações Nacionais em prol do Piso Salarial Nacional em todos os estados brasileiros. Fundamos sindicatos em diversos estados, além do fornecimento de suporte sindical em todo o território nacional.

Atenção candidato! Parte das ações da MNAS é inteiramente pela internet, por meio das Redes Sociais. Usamos essas Redes para fortalecer a luta por direitos da categoria de agentes de saúde (ACS/ACE)

Faça parte desse exército de voluntários!

 Clique aqui para enviar o seu cadastro!

Cadastramento de novos Coordenadores da MNAS
Atenção! todos os campos do cadastro tem que ser preenchidos. Se detenha a comentar sobre as suas experiências sindicais, ou seja, aquela que você atuou em defesa dos interesses da categoria. No caso de dúvida, nos informe!

A MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde (ACS e ACE) é uma Organização Social Sem Fins Lucrativo. Portanto, não laboramos com a finalidade de captação de recursos financeiros. Nenhum dos nossos associados são remunerados e ao aceitar integrar a instituição o associado está declarando o que estabelece a lei do voluntariado (Lei n o 9.608, de 18 de fevereiro de 1998).

Art. 1º Considera-se serviço voluntário, para fins desta Lei, a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza, ou a instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade.
                                   
Estrutura organizacional da MNAS

Coordenador Nacional (Coordenação Geral)      
Coordenadores Nacionais de estratégia Sindical
Coordenadores Estaduais (Comissões Estaduais)
Coordenadores Regionais (Comissões Regionais)
Coordenadores Municipais (Comissões Municipais)
Diretores Institucionais (Comissões Municipais)

Obs.: desde abril de 2016 que os novos associados ingressam como Diretores Institucionais e, em face de sua atuação meritória, conforme o seu perfil como representante da Mobilização é possível o recebimento de uma nova graduação na cadeia hierárquica da instituição, obedecendo a ordem, desde Diretor(a) sindical à Coordenador Nacional.

Coordenadores Estaduais, Regionais e Municipais

Atribuições
- Realizar as atividades propostas pela coordenação da MNAS, conforme potencialidade de cada integrante de base ou coordenação;
- Colaborar na formação de sua equipe de atuação (passaremos mais informações ao recebermos o seu cadastro);
-  Manter ativo o canal de comunicação com a Coordenação da instituição;
- Participar de reuniões presenciais ou online, com a finalidade integrar a construção das ações, conforme suas disponibilidades;
- Contribuir com a divulgação do material produzido pela Mobilização Nacional nas mídias sociais, conforme suas habilidades e disponibilidades etc;
- Respeitar as normais institucionais, conforme informações a serem recebidas por e-mail.

Estrutura organizacional da MNAS
Coordenadores Nacionais
Coordenadores Estaduais (Comissões Estaduais)
Coordenadores Regionais (Comissões Regionais)
Coordenadores Municipais (Comissões Municipais)
Diretores Institucionais (Comissões Municipais)

Atribuição dos associados da MNAS
Coordenadores Estaduais (Comissões Estaduais) – responsáveis gerenciamento das equipes sob suas responsabilidades, ou seja, coordenação das equipes formadas pelos Coordenadores Municipais, Regionais e Diretores sindicais.

Coordenadores Regionais (Comissões Regionais) são responsáveis pelo gerenciamento das ações estratégicas da MNAS nos municípios de sua GERES (Diretoria Regional  de Saúde). São responsáveis pelo direcionamento das ações dos Coordenadores Municipais.

Coordenadores Municipais (Comissões Municipais) são responsáveis pelo gerenciamento das ações estratégicas da MNAS no município. São responsáveis pelo direcionamento das ações dos Diretores sindicais.
Diretores Institucionais (Comissões Municipais). Estes são os laboram (trabalham) na defesa dos interesses sindicais da categoria no município e com projeções estaduais e nacionais.

Diretores Institucionais
Os Articuladores Institucionais integram as Comissões Municipais, juntamente com os Coordenadores Municipais. Contudo, os articuladores precisam se posicionar com atenção ao que lhe for designado pelos Coordenadores, sabendo-se que na MNAS existe uma cadeia hierárquica a ser respeitada para que todos os seus integrantes consigam cumprir com suas missões, que é uma construção coletiva, de uma melhor condição laborativa para os ACS’ e ACE’s em seus municípios. Os Articuladores Institucionais, juntamente com os seus coordenadores, são responsáveis pelo êxito de sua base. Embora exista uma cadeia hierárquica na MNAS, nenhum de seus integrantes é menos importante do que o outro.
Sem o trabalho em equipe, a coletividade é desestabilizada - e todo o trabalho proposto e desenvolvido pela Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, desde a sua fundada, em 2004, se perde. Portanto é preciso que cada integrante dessa instituição entenda que não existe ideal, quando os interesses meramente pessoais se contrapõe aos da coletividade. Não há coletividade quando defendemos o interesse de um, ainda que esteja num grupo etc.

Questões históricas da luta da MNAS
:: Revogação das Portarias 958 e 959;
:: Efetivação de 100% dos ACS/ACE;
:: Estabelecimento do piso com valor equivalente a 2 salários mínimos;
:: Produtividade para os agentes de saúde (ACS, endemias e correlacionados);
:: Insalubridade para os Agentes Comunitários de Saúde a nível nacional;
:: Gratificação de difícil acesso (Portaria 40.195/95);
:: As 30 horas semanais sem redução salarial ou equivalente.
:: Gratificação do PSA com equiparação ao PSF/PACS entre outros;





onte: