quarta-feira, 31 de julho de 2013

O governador, a pedra e o elástico


O governador, a pedra e o elástico - Por Samuel Camêlo*

Ontem, 31 de julho, na cidade de Trindade/PE, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e a sua comitiva, se depararam com um grupo de agentes de saúde prontos para reivindicar algumas promessas antigas, que ficaram engavetadas em algum deserto das lembranças do governador. Os agentes desse texto, são descritos como a pedra (considerando a sua persistência na luta pelo Piso Nacional), foram bastantes estratégicos, organizaram-se, preparando faixas que descreviam a pauta local (Agente Protegido) e a nacional da categoria. Esta última, remete a EC 63, que estabelece o Piso Nacional dos Agentes de Saúde.

Na opinião do Consultor Sindical da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde, Ednaiptan de Souza Siva, assim como no exemplo citado aqui, a categoria precisa ser enérgica em suas ações reivindicatórias e aproveitar todas as oportunidades que lhes são dispostas. É certo que não podemos permanecer eternamente esperando que os gestores públicos atendam o nosso pleito. Precisamos criar situações para que sintam na pele a nossa necessidade, concluiu.



Assim que desembarcou em Trindade, o governador psdbista  se deparou com a presidente da AASCST Associação dos Agentes de Saúde de Trindade, Luiza Auxiliadora, que passou a lhe apresentar as reivindicações dos agentes. Diante de tal situação, o gestor estadual informou que no segundo semestre do ano em curso irá repassar o benefício do Agente Protegido (um valor simbólico que deverá ser utilizado na aquisição de protetor solar – é importante destacar que os males produzidos pela exposição dos trabalhadores ao sol, não serão reduzidos com tal medida tardia) e, em relação a EC 63, ele disse que apoia a regulamentação e que já tem pessoas do governo tratando dessa emenda. Esse discurso de Eduardo faz lembrar o quanto situações somo essa são recorrentes, ou seja, voltam a se repetir. Daí a ideia de elástico, proposto no título dessa material. Infelizmente faz-se necessário lembrar ao eloquente político que, mais significativo do que as palavras que emanam de seus lábios é a valorização que ele faz delas, cumprindo-as. Nesse caso, a pedra já não incomodará e o elasticidade perderá a sua elasticidade.




Fotos de autoria da ACS Mary Rickelma.

*Samuel Camêlo – coordenador geral da MNAS, Bacharel em Direito, licenciado e pós-graduado em história, educador e empreendedor social.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)  
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com  
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs  
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude   
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude   
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum   
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: