quinta-feira, 14 de março de 2013

Grande Mobilização Nacional da Saúde é destaque no site da CUT

Site da CUT divulga a Grande Mobilização Nacional da Saúde

A Central Única dos Trabalhadores – CUT destaca a Grande Mobilização Nacional da Saúde em seu site e reservou uma página inteira para informar sobre o evento. 

A Central Única dos Trabalhadores é uma organização sindical de massas em nível máximo, de caráter classista, autônomo e democrático, cujos fundamentos são: o compromisso com a defesa dos interesses imediatos e históricos da classe trabalhadora, a luta por melhores condições de vida e trabalho e o engajamento no processo de transformação da sociedade brasileira em direção
à democracia e ao socialismo.

Contar com o apoio da CUT na mobilização agenda para o dia 07 de abril é de grande relevância no fortalecimento da luta pelo estabelecimento dos direitos da classe trabalhadora. Embora não seja filiada a Central Única dos Trabalhadores dos trabalhadores, a Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde – MNAS que encabeça o evento, tem simpatia pela militância cutista. Seja analisado que a maioria esmagadora dos sindicatos que representam os agentes de saúde são filiados a essa central. Sem contar com o apoio que a categoria tem recebido em Pernambuco, por exemplo. Tal apoio tem sido evidenciado em algumas matérias publicadas no Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil com relatos relacionado a militância do diretor financeiro da instituição, Sérgio Goiana.
No último dia 13 de março, sob o título “Agentes de Saúde do Município de Escada (PE) vão receber R$ 950,00 de incentivo,” a matéria registrou a importância da articulação do companheiro cutista.

Na referida matéria destacamos a seguinte fala de Sérgio:  “Lutamos para que os agentes de saúde de cada cidade de Pernambuco, do Nordeste e do Brasil possam ter salários mais dignos e sejam reconhecidos de fato. Não há valorização profissional quando o trabalhador não é remunerado dignamente.

Sobre a luta dos enfermeiros/as, auxiliares e técnicos/as de enfermagem a peleja pela jornada de trabalho de 30 horas, uma reivindicação considerada histórica. Algumas categorias profissionais da seguridade social já conquistaram essa jornada máxima, porém, há uma década a enfermagem brasileira luta para aprovar o Projeto de Lei do Senado 2.295/2000, mais conhecido como PL 30 Horas, que estabelece a jornada máxima de 30 horas semanais para os enfermeiros/as, técnicos/as e auxiliares de enfermagem. Lembrando que a Organização Internacional do Trabalho (OIT) da Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda esta jornada, sob o argumento de que é o melhor para pacientes e trabalhadores da saúde do mundo inteiro.

No caso dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias, além da melhoria salarial, melhores condições laborativas de forma ampla, a formação técnica, garantida por portaria específica do Ministério da Saúde, além da unificação das duas categorias.

*Todo o conteúdo deste site está publicado sob a garantia de direitos autorais. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil e Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Fonte na web: www.agentesdesaude.com.br