terça-feira, 19 de março de 2013

Avaliação do estresse ocupacional em Agentes Comunitários de Saúde da região metropolitana de Belo Horizonte - MG


Foto ilustrativa, ao centro, o agente comunitário de saúde Ednaiptan Souza Silva, coordenador do Fórum dos Servidores Municipais do Recife (PE). Um exemplo de militante que busca defender os interesses da coletidade, ao passo que busca fugir do estresse ocupacional.

Avaliação do estresse ocupacional em Agentes Comunitários de Saúde da região metropolitana de Belo Horizonte - MG

Lidiane Cristina Custódio, Fabrício Silva Prata, Gabriel Sanábio, Janaína Félix Braga, Laura Amaral e Silva, Priscilla das Graças Morreale, Ricardo Costa-Val

Resumo

Estudo de revisão que buscou justificar a importância de se avaliar o estresse dos Agentes Comunitários de Saúde e a correlação deles com a atividade ocupacional, uma vez que as situações vivenciadas pelos mesmos, nas diferentes áreas de risco, bem como o contato direto com a comunidade, representam agentes estressantes de relevante magnitude. Sabe-se que a presença de trabalhadores estressados na equipe resulta em insatisfação, diminuição da produtividade e má assistência de saúde à comunidade. Portanto, especial atenção deve ser dada aos profissionais propensos a reações mais intensas aos agentes geradores de estresse, o que resulta em benefícios tanto para a equipe de Saúde da Família quanto para a comunidade assistida.

Texto completo: PDF/A

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Fonte na web: www.rbmfc.org.br