quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Campanha contra tuberculose é intensificada em São João, SP


Objetivo é divulgar formas de prevenção e como detectar a doença. De janeiro deste ano até agora foram registrados dez casos na cidade.

Durante este mês, São João da Boa Vista (SP) intensifica a campanha contra a tuberculose. O objetivo é divulgar formas de prevenção e como detectar a doença. Em 2011, foram diagnosticados 11 casos na cidade. Uma pessoa morreu durante o tratamento. Neste ano, de janeiro até agora, o município já registrou dez casos.
As informações sobre a tuberculose serão passadas à população em todas as unidades de saúde da cidade. Enquanto esperam por atendimento, os pacientes são recebidos pela equipe de enfermagem com informações sobre a doença. A ideia é tirar todas as dúvidas para que essas pessoas também possam contribuir com as ações de prevenção.
“Conhecendo os sintomas, a gente pode se prevenir. Muitos podem ter a doença e não saber”, disse a dona de casa Adriana Santos. “É bom para que a pessoa procure orientação médica, se informe melhor e providencie um tratamento adequado”, concordou a também dona de casa Maria Ivonete Barbato.

Os principais sintomas da doença são: fraqueza, perda de peso, tosse persistente por mais de duas semanas, falta de apetite e febre. O diagnóstico é feito nas unidades de saúde. O tratamento é gratuito e pode durar em média seis meses. Para que dê resultado, é importante que o paciente tenha alguns cuidados, até mesmo para evitar a contaminação.
“As orientações que passamos aos pacientes e aos familiares é que mantenham a casa limpa, arejada com as janelas abertas para a entrada de ventilação, luz e sol. A gente orienta ainda em relação à hidratação desse paciente, uma boa alimentação e o controle periódico nas consultas médicas”, disse a enfermeira Helen Rose Freitas.
Interessados em obter mais informações sobre a doença devem procurar pelo Centro de Especialidades de São João da Boa Vista. O endereço é Rua João Francisco Valim, 42.
Arte sobre sintomas e transmissão da tuberculose (Foto: Arte / EPTV)Arte sobre sintomas e transmissão da tuberculose (Foto: Arte / EPTV)
A doença
A tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo bacilo de Koch, que é lançado no ar pela pessoa contaminada dentro de gotículas por meio de tosse, espirro ou até mesmo da fala. Essas gotículas permanecem no ambiente por algum tempo e podem ser inaladas por outras pessoas.
Em muitos casos os mecanismos de defesa do organismo eliminam o bacilo antes de ele se instalar nos pulmões. No entanto, caso isso não ocorra, a pessoa vai desenvolver a doença. Veja abaixo os sintomas e as formas de transmissão.
De acordo com o Ministério da Saúde, o tratamento da tuberculose deve ser feito por um período mínimo de seis meses, mas sem interrupção. Quase todos os pacientes que seguem o tratamento diário, sem interrupções, são curados. São usados quatro fármacos no tratamento: rifampicina (R), isoniazida (H), pirazinamida (Z) e etambutol (E).
Enquanto esperam por atendimento, pacientes recebem orientação sobre a doença (Foto: Rodrigo Sargaço/EPTV)Enquanto esperam por atendimento, pacientes recebem orientação (Foto: Rodrigo Sargaço/EPTV)

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs 
No Orkut: www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=88080356 
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum
Fonte:
Do G1 São Carlos e Araraquara