sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Protesto dos Agentes de Saúde de Gravatá - PE


A movimentação teve concentração no Salão de Eventos do Círculo Operário de Gravatá na manhã desta quinta-feira (25/10). O encontro foi promovido pelo Sindicato dos Agentes de Endemias e teve a participação unanime dos 37 agentes demitidos recentemente pelo poder executivo através do seu representante legal, Prefeito Ozano Brito (PSD).

O presidente do sindicato em Gravatá, Antônio Manoel, falou da objetividade do encontro: “O objetivo do encontro é acertarmos com a categoria e suas bases e formatar mos uma ação na cidade. Houve uma demissão arbitraria em desfavor destes 37 agentes de endemias”, disse o presidente.



Antônio Manoel explicou que com a saída dos agentes de seus postos, a saúde de Gravatá esta em risco pleno: “Não tenha dúvida. Principalmente o combate a dengue que é o PNCD. Normalmente necessitamos de 57 agentes de endemias, hoje só dispomos de 12 no combate a endemias”, alertou.Ainda em entrevista, o representante maior da categoria explicou que o prefeito Ozano Brito já foi procurado por uma comitiva, no entanto não lograram êxito: “   Temos por diversas vezes durante toda gestão, mas, nenhum posicionamento dele até o momento”, explicou.

Muitos funcionários presentes explicaram que desenvolviam suas tarefas há mais de 10 anos e nunca faltaram ilegalmente um dia de serviço, como ressalta a auxiliar de odontologia, Silvina Maria: “Trabalhei no PSD I durante dez anos foi auxiliar de saúde bucal. Deixaram trabalhar durante todo dia, quando voltava para casa recebi uma ligação falando de minha demissão. Tenho aluguel, filhos e feira. Como fica minha situação agora?”, indagou a funcionária.

Por outro lado, a funcionária Rosineide (pequena) explicou que no momento que recebeu a comunicação da demissão dela, muitos pacientes ficaram revoltados: “Gosto de trabalhar e me dedicava a minha função, muitos dos meus pacientes ficaram tristes com minha demissão. Se este contrato era até o dia 31/12 por que o prefeito não cumprir? O prefeito receberá nosso dinheiro, para onde vai este dinheiro?”, perguntou a ex-funcionária.Armênia trabalhou durante nove anos na prefeitura, ingressou na época da extinta Virginia Guerra e hoje se sente humilhada: “Trabalhei desde a época do Virginia Guerra, o porquê da minha demissão eu não sei. Quero meu pagamento do mês e nos falaram que só receberíamos no final do mês de dezembro”, externou revoltada.

Além dos agentes de endemias, outros profissionais foram demitidos: porteiros, agentes de saúde, professores, merendeiras, recepcionista, médicos e enfermeiros. Depois do encontro, os funcionários demitidos saíram pelas ruas e pacificamente foi até o Fórum Des. Ribeiro Malta, e cobram da justiça uma posição de reintegração de suas funções.
Fotos do blog Conexao Passira

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs 
No Orkut: www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=88080356 
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum
Fonte: conexaopassira.blogspot.com