sábado, 25 de fevereiro de 2012

Menino de 8 anos é a 1ª criança do país a ter marca-passo para respirar

Garoto tetraplégico respira com a ajuda de aparelhos há sete anos
Alessandro Shinoda/Folhapress
Divulgação do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil

Pedro Arthur, 8, e o pai, Rodrigo Junqueira Rocha, 37, no aeroporto de Congonhas, em SP

Pedro Arthur, 8, voltou ontem de São Paulo para Belo Horizonte com um desejo na cabeça: comer churrasco.

O menino é a primeira criança no país a ter implantado um tipo de marca-passo de diafragma para respirar sem a ajuda do ventilador mecânico, como mostrou reportagem publicada no jornal "Estado de S. Paulo" ontem.

Pedro ficou tetraplégico depois de ter contraído meningite bacteriana causada por pneumococo quando tinha um ano e meio, em 2004. A doença afetou a região do cérebro que controla a respiração, uma consequência rara da infecção. As funções cognitivas ficaram ilesas.

A cirurgia para colocar o marca-passo aconteceu no dia 7 de janeiro e, até ontem, quando recebeu alta, Pedro estava internado no hospital Albert Einstein. Já no aeroporto de Congonhas, esperando o voo para Belo Horizonte, o menino contou que a primeira coisa que vai fazer ao chegar em casa é comer um churrasco e que está feliz com o resultado da cirurgia.

O pai, Rodrigo Diniz Junqueira Rocha, 37, diz que a operação foi possível porque a família conseguiu na Justiça que o Estado de Minas Gerais, onde eles moram, pagasse pelo procedimento. O custo passou de R$ 500 mil.

Nos últimos sete anos, Pedro tem usado um aparelho para respirar que é conectado à sua traqueia e aumenta o risco de infecções.

O especialista em cirurgia torácica Rodrigo Sardenberg, que fez a operação em Pedro, explica que o marca-passo estimula o nervo responsável pela contração do diafragma, músculo cujos movimentos fazem os pulmões se encherem de ar. A parte externa do aparelho, um tipo de rádio a bateria, transmite a energia para o marca-passo.

"Esse aparelho já é usado há 40 anos no exterior, mais de 3.000 pessoas têm. Em 2010, coloquei o primeiro em um adulto no Brasil. Não sei por que demorou tanto para chegar aqui", diz Sardenberg.

Por cerca de seis meses, Pedro vai continuar ligado ao respirador, enquanto o diafragma é "treinado" para responder ao marca-passo.

Sardenberg diz que a fala e a capacidade de deglutição do menino devem melhorar a partir de agora.


LUTA


Rodrigo Rocha, pai de Pedro, fundou em 2006 o Instituto Pedro Arthur (www.institutopedroarthur.org.br) para lutar contra a meningite e reivindicar a disponibilização de vacinas. Hoje, a família vive de doações.

A imunização contra o pneumococo foi introduzida no calendário de vacinação do SUS há dois anos. A vacina contra meningite do tipo C também está disponível. No primeiro semestre de 2011, segundo dados do Ministério da Saúde, foram registrados 8.676 casos de meningite, 487 causados pelo pneumococo.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Seja voluntário da MNAS, Clique aqui e nos envie o seu cadastro!
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Orkut: www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=88080356
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum
agente comunitário de saúde, endemias, ava, acs, ace, conacs, ACS Eliseu Lima
Fonte na web: saude.empauta.com