sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Dourados - MS: Moradores querem Agentes Comunitários de Saúde “na rua”

Foto ilustrativa

O questionamento da população está relacionado as "NOVAS ATRIBUIÇÕES" impostas aos profissionais
Divulgação do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil   


Moradores do Jardim São Pedro e Santo André, em Dourados, estão preocupados com a ação dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) na região. Isso porque, segundo eles, os profissionais estariam realizando trabalho dentro do posto sem ter tempo de estarem na rua, fazendo visitas e acompanhamentos.

De acordo com informações, os ACS precisam estar em contato permanente com as famílias, o que não está acontecendo devido, ao que eles analisam, da falta de funcionários no próprio posto. “Se colocam eles na triagem, no atendimento, como que eles vão nos visitar?”, diz um idoso identificado como “seo Silva”.

Reforma

Além disso, eles aproveitaram para dizer que o corredor e a recepção estão sendo pintados. “O que é ótimo, mas o cheiro de tinta misturado com de remédios que não dá”, diz um rapaz atendido recentemente no local. Segundo levantamentos, a prefeitura anunciou em outubro que 14 unidades de saúde localizadas no perímetro urbano de Dourados e nos distritos seriam reformadas e ampliadas.

Desde 2008 foram anunciados pelo então prefeito Ari Artuzi e pelo deputado Geraldo Resende o empenho de recursos para essas reformas e ampliações, da ordem, na época, de R$ 1.616.616,8, o que já estavam disponíveis para o Município desde 2006, segundo relatos do deputado.

Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Seja voluntário da MNAS, Clique aqui e nos envie o seu cadastro!
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs 
No Orkut: www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=88080356 
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum


Fonte na web: msja.com.br