segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

A pesquisa, parte II: Aos amigos incomodados a popularidade de seus blogs

Apenas meninos se incomodam com coisas tão singulares como uma pesquisa de parâmetro tão limitado como a que foi reproduzida recentemente. Quem reclama deveria reler a proposta até que tivesse entendimento sobre o que está registrado no texto informativo. A pesquisa em momento algum está relacionada a todos os blogs do Brasil, ela foi limitada a 18 blogs que, naquele momento, apresentam-se com acessibilidade de informações. O objeto da pesquisa está bem definido: “Esta pesquisa tem a finalidade de motivar e incentivar o maravilhoso trabalho realizado pelos companheiros e companheiras blogueiros.” Geralmente quem reclama é quem gostaria de ter melhores resultados. Desta forma atingimos o nosso objetivo que é motivar os colegas a melhorarem a qualidade de seus blogs. Alguns se iludem com a ideia de ser blogueiro. Olha que não foi avaliada a qualidade da acessibilidade, a questão da poluição visual, a má configuração e a falta de criatividade na produção de textos. Obviamente que este não foi objeto de interesse, tanto é que não houve essa avaliação. Apesar de que, uma avaliação direcionada a estes aspectos seria promotora de melhoria para toda a categoria. Temos que nos preocupar com a qualidade do que estamos produzindo, ou reproduzindo. Considerando que pouco se produz e muito se reproduz.

Porque alguns blogueiros deram mais importância ao contador de visitas de seu blog - do que a situação do colega preso injustamente em São Paulo? Estivemos empenhados na questão que envolveu um de nossos companheiros. Quando falamos em envolvimento não estamos falando em produção de textos, nos referimos a estabelecer contato, motivar pessoas envolvidas no caso, estabelecer conexões, informar a opinião pública e etc. Na outra ponta vimos alguns colegas administradores de blogs preocupados com popularidades, com divulgação de seu narcisismo e “eucentrismo.” Realmente não há como esconder a decepção! Mas, fazer o quê?

Quanto a questão dos blogs mais visitados, atualmente o blog mais visitado (em nossa análise) é dos misteriosos Agentes de Saúde Revolucionários. Sabemos que quem envia os textos é Paula Andrade. Autora que esteve envolvida numa polêmica com a CNTSS com a publicação de um texto que criou polêmica no cenário nacional. Estivemos avaliando e ninguém consegue quase 3.000 visitas em um único final de semana. Se número de visitas realmente é o mais importante, então parabéns para os revolucionários!

Quanto ao Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil. O objetivo não é que ele seja o melhor, o mais acessado ou qualquer outra coisa do gênero, essa preocupação ficar para os meninos. O objetivo dele é informar, motivar o desenvolvimento da categoria, nortear os parâmetros que envolvem a descoberta do potencial existente, é transformar a alienação dos que desejam dominar impondo uma liderança de autoritarismo supostamente neo-sindicalista. É por esse motivo que não temos espaço para autopromoção da imagem, de pessoas. A promoção é do trabalho que realizamos, ou seja, um projeto desenvolvido por um grupo, um corpo de voluntários desprendido de interesses financeiros.

O blog do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil é o mais antigo do gênero. Catalogamos diversos blog e não encontramos nenhum que tenha o histórico desse trabalho, que nasceu em 2004 com a MNAS e na sexta-feira, 13 de janeiro de 2006, como o 1º Blog do Brasil - voltado aos Agentes Comunitários de Saúde. Isto tudo não é construído de um momento para o outro, isto tudo é construído com muito trabalho.

O reconhecimento do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil vai além da categoria. Já informamos que diversas instituições, políticos, profissionais liberais e diversos seguimento da sociedade, entre os quais movimentos sociais apoiam o trabalho desenvolvido pela Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde.

Agora não falamos de um blog, falamos de um exército que está presente no Twitter, facebook, inforum, Yahoo, msn, Orkut e diversas outras ferramentas interativas. Só no Twitter temos um público de quase 20.000 seguidores em uma única conta. A nossa mobilização nesse micro-blog congrega quase 200.000 seguidores. Nenhum grupo, voltados aos ACS e ACE no Brasil consegue congregar nem mesmo 10% dessa realidade. Somos orgulhosos em divulgar esta realidade porque ela foi desenvolvida para beneficiar todos os agentes de saúde. Não foi para promover ninguém e nem com pretensões políticas. Na próximas eleições entenderemos muita coisa em relação a questão eleitoral. Veremos que o suposto esforço que foi feito por alguns não possuía outro objetivo a não ser a ambição eleitoral.

O Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil é maioria porque veio para servir, sem outra pretensão a não ser o êxito da categoria que defendemos.

Vamos lutar pelo que realmente interessa, não estamos falando de tomar essa bandeira como palanque eleitoreiro, mas laborar com garra e interesse de defender a sociedade. Porque agente comunitário é povo, é movimento social, é controle social, é comunidade!

Com a nossa estima!