sexta-feira, 26 de agosto de 2011

ACS e AVAS marcam assembleia extraordinária para o dia 1º/9

Divulgação do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil

Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Vigilância Ambiental (AVAS) marcaram assembleia extraordinária para o dia 1º/9, às 10h, em frente ao Centro de Convenções Ulisses Guimarães, durante a realização da 8ª Conferência de Saúde do DF. O motivo da mobilização é o não cumprimento do acordo firmado pela Secretaria de Saúde (SES/DF), em que se comprometeu a encaminhar o projeto de gratificações das duas categorias para a Câmara Legislativa (CLDF).

De fevereiro a maio deste ano, os agentes de saúde, representados pelo SindSaúde e pela Associação dos Agentes Comunitários de Saúde do Distrito Federal (AACS/DF), estão em processo de negociação com a SES/DF. As categorias esperam que seja encaminhado à CLDF, um projeto que concederá as gratificações de Ações Básicas (GAB) e Condição Especial de Trabalho (GCET)
para os ACS; e a Gratificação de Movimentação (GMOV) para os AVAS, além da criação de uma Gratificação de Atividade de Vigilância Ambiental, equivalente a GCET.

Após a assembleia realizada pelos ACS e AVAS, na Praça do Buriti, em 8/6, o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, firmou prazo até 30 de junho para enviar o projeto para votação na CLDF, o que não aconteceu. Após nova assembleia, os agentes foram recebidos pelo secretário de Governo, Paulo Tadeu, que comprometeu-se a encaminhar o projeto até 15 de agosto, e novamente, o acordo não foi cumprido.

O assunto foi comentado durante reunião na Mesa de Negociação Permanente do SUS/DF
(MNP/SUS-DF) de quinta-feira, 25/8, quando o presidente do SindSaúde, Agamenon Torres, cobrou
do Governo do Distrito Federal (GDF) uma solução para o caso. Ele informou o governo, na ocasião, sobre a decisão das categorias de se mobilizarem durante a Conferência, caso o acordo não seja cumprido até lá.

Após a reunião da MNP/SUS-DF, em conversa informal com a subsecretária de saúde Maria Natividade, e com o Secretário de Saúde, Rafael Barbosa, o vice-presidente da AACS/DF, Uziel Melo, tratou da questão do Plano de Carreira dos ACS e AVAS. Segundo Uziel, a subsecretária afirmou que discutir a mudança de regime dos agentes - de CLT (Consolidação das leis do Trabalho) para o regime estatutário – é de sumo interesse para a Secretaria de Saúde, mas a prorrogação do concurso poderia gerar problemas para a criação de um futuro Plano de Carreira. A subsecretária teria afirmado ainda que todos os agentes do cadastro reserva foram convocados, o que faz a prorrogação do concurso ter “efeito nulo”, já que a SES não pensa em realizar novas contratações.
“Se o efeito é nulo, então não há necessidade de prorrogar o concurso”, disse Uziel em resposta.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: www.blogmnas.official.ws
Site da Mobilização dos ACS e ACE: www.agentesdesaude.official.ws
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Orkut: www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=88080356
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude