quinta-feira, 7 de julho de 2011

Greve dos agentes de endemias completa um mês: Prefeitura discute impacto das reivindicações

07/07/2011 11:56

A greve dos agentes de endemias da capital baiana já dura um mês, e ao que parece, continuará por tempo indeterminado. Em conversa com o Política Hoje, presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Contentores das Doenças Endêmicas Epidemiológicas do Estado da Bahia (Sindacs), Enádio Pinto, afirmou que já categoria reivindica reajuste nos salários em até 66%, de R$ 510 para R$ 850, além da antecipação dos efeitos financeiros da mudança de regimento.“Amanhã (08), às 10h, teremos uma reunião com o secretário da casa civil João Leão para que ele escute nossas solicitações”, disse.

Ainda de acordo com Enádio, foram realizadas diversas manifestações e reuniões com a secretaria de saúde do município. “O secretário Gilberto José nos recebeu e está acompanhando as nossas reivindicações, mas está de mãos atadas, já que a solicitação é de ordem financeira”, afirmou.

O secretário municipal de saúde Gilberto José, declarou ao PH que vai se reunir com a Secretaria municipal de Planejamento, Tecnologia e Gestão (Seplag) e com a Secretaria municipal da Fazenda (Sefaz) para avaliar a situação. “São quatro mil agentes de endemias, então é preciso verificar os impactos que serão gerados por conta do aumento de salário. Só desse setor, o impacto é de 50%, cerca de R$ 20 milhões a mais em folha”, avaliou.

Marcia do Amparo


Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde coordenada por Samuel Camelo
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil: www.agentesdesaude.official.ws
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs

Fonte na web: www.politicahoje.com.br

Campanha Nacional pela Aprovação do PLC 56/17

Bem-vindo ao Canal Especial pela Aprovação do  PLC 56/2017  antigo  PL 6437/16 Acompanhe as novidades sobre o PLC 56/17 20/09/ 20...