terça-feira, 9 de novembro de 2010

Saúde forma Agentes Comunitários em Joaçaba

Florianópolis (04/11/2010) - A Secretaria de Estado da Saúde, através da Escola de Formação em Saúde (EFOS), forma nesta quinta-feira, 4 de novembro, mais 60 Agentes Comunitários de Saúde (ACS). A solenidade será no auditório da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), na rua Getúlio Vargas, 2125, às 14h, em Joaçaba.
Os ACS percorrem as residências de inúmeras localidades para fornecer orientações de prevenção a doenças e, quando necessário, encaminhar as pessoas que apresentam algum problema de saúde para o atendimento médico. Através dessas visitas, os ACS também podem avaliar as condições de higiene das casas, detectar problemas relacionados à violência doméstica, entre outros. Eles trabalham em conjunto com outros profissionais da estratégia Saúde da Família (ESF).

Organizado pela EFOS, em parceria com as gerências de saúde das SDRs, apoio dos municípios e financiamento do Ministério da Saúde, o curso de formação de ACS tem carga horária de 400 horas/aula, sendo 120 de concentração (teórica) e 280 de dispersão (ensino em serviço), onde a orientação é feita por profissionais da saúde e educação. A formação dos Agentes Comunitários de Saúde repercute diretamente na qualidade do atendimento prestado pelo Sistema Único de Saúde, pois quanto melhores os profissionais, mais qualificado e eficaz o trabalho prestado nas comunidades. Numa avaliação feita após a conclusão do curso, os ACS relataram que estão mais motivados por terem compreendido melhor quais são suas atribuições e como são importantes para a construção do SUS.

A Secretaria de Estado da Saúde, através da Escola de Formação em Saúde (EFOS), forma nesta quinta-feira, 4 de novembro, mais 60 Agentes Comunitários de Saúde (ACS). A solenidade será no auditório da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), na rua Getúlio Vargas, 2125, às 14h, em Joaçaba.
Os ACS percorrem as residências de inúmeras localidades para fornecer orientações de prevenção a doenças e, quando necessário, encaminhar as pessoas que apresentam algum problema de saúde para o atendimento médico. Através dessas visitas, os ACS também podem avaliar as condições de higiene das casas, detectar problemas relacionados à violência doméstica, entre outros. Eles trabalham em conjunto com outros profissionais da estratégia Saúde da Família (ESF).
Organizado pela EFOS, em parceria com as gerências de saúde das SDRs, apoio dos municípios e financiamento do Ministério da Saúde, o curso de formação de ACS tem carga horária de 400 horas/aula, sendo 120 de concentração (teórica) e 280 de dispersão (ensino em serviço), onde a orientação é feita por profissionais da saúde e educação. A formação dos Agentes Comunitários de Saúde repercute diretamente na qualidade do atendimento prestado pelo Sistema Único de Saúde, pois quanto melhores os profissionais, mais qualificado e eficaz o trabalho prestado nas comunidades. Numa avaliação feita após a conclusão do curso, os ACS relataram que estão mais motivados por terem compreendido melhor quais são suas atribuições e como são importantes para a construção do SUS.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde coordenada por Samuel Camelo

Blog: www.mobilizacaonacional.kit.net/blog
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Site: www.mobilizacaonacional.kit.net

Fonte na web: portalses.saude.sc.gov.br