domingo, 17 de outubro de 2010

Agentes de saúde fazem levantamento de pacientes

Saber o número de famílias, quantas pessoas vivem no imóvel e tipos de atendimento que mais necessitam. Esses são alguns dos pontos na área da saúde, que serão levantados pelos agentes da Prefeitura de Suzano ao visitar os moradores do município, realizando o mapeamento popular.

“Não é só aquela coisa fria dos números. Precisamos ter esse contato com a população. Saber se temos mais jovens, crianças ou idosos. Saber quais fatores, como o meio ambiente por exemplo, influenciam na saúde daquelas pessoas”, exemplifica a apoiadora institucional da região de Palmeiras, Sandra Cardoso.
Também será necessário o levantamento quanto ao número de homens e mulheres e a anotação de casos de doenças. “São informações importantes, até por conta do incentivo do governo federal em investimentos neste sentido. A gente precisa saber quantas pessoas temos”, completa.

A ideia a médio prazo é implantar uma unidade do Programa de Agentes Comunitários da Saúde (PACS). Uma outra unidade, do Programa Saúde da Família (PSF), também pode existir a longo prazo. “(Nas abordagens) Nós aplicamos o questionário, que é simples, mas suficiente para planejarmos as ações”.
Cada PSF tem a chamada “área de escrita”, onde a unidade vai ser referência para aqueles que precisam do atendimento. A equipe é composta por um médico generalista – que atende pessoas de todas as idades, dois auxiliares de enfermagem, um enfermeiro, profissionais administrativos e entre cinco e oito agentes comunitários – responsáveis por 200 famílias, cada um.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde coordenada por Samuel Camelo

Blog: www.mobilizacaonacional.kit.net/blog
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Site: www.mobilizacaonacional.kit.net

Fonte na web: www.diariodesuzano.com.br