sábado, 11 de setembro de 2010

Em Goiânia, Serra vai atrair agentes “anti-Lula”

Presidenciável tucano se reúne hoje com agentes comunitários de Saúde no Comitê de Marconi

Rodrigo Viana, iG Goiânia

O presidenciável José Serra (PSDB) estará em Goiânia amanhã para conversar com agentes comunitários de saúde descontentes com a falta de compromisso do governo Lula em cumprir o piso salarial da categoria.

A agenda foi marcada pelo próprio comitê do Serra e acontecerá no comitê de Marconi Perillo (PSDB) com o objetivo de reverter estes votos para o governadoriável.

Esta será uma oportunidade de Marconi se beneficiar com eleitores que se identificam com Serra e não optam por Dilma Rousseff (PT).

Até então, o candidato do PSDB ao estado tem evitado confrontos diretos com Lula e até deixou de responder ataques feitos pelo presidente no comício de segunda-feira (3).

O fato é que, em Goiás, os eleitores de Marconi também votam em Dilma Rousseff e aprovam o governo do presidente Lula.

Pesquisa Grupom/Rádio 730 divulgada na sexta-feira (3) mostra diferença de 16 pontos percentuais entre Marconi (47,3%) e Iris (31%).

A mesma pesquisa mostra, em Goiás, Dilma Rousseff com 51,7% das intenções de voto, enquanto José Serra tem 27,5% e Marina Silva (PV), 7%.

A visita de Serra a Goiás pode ter um outro motivo: abrir as portas no eleitorado do Nordeste que desaprova os rumos do governo Lula.

Neste caso, a passagem por Goiânia se mostra estratégica já que a cidade é a sede da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (Conacs) e receberá amanhã regionais do Pernambuco, Ceará, Maranhão, Sergipe, Bahia e Piauí.

“A emenda 63 estipula que o governo federal deve regulamentar os repasses da União para os Estados com o objetivo específico de complementar o salário dos agentes”, explica a assessora jurídica da Conacs, Elaine Alves de Almeida.

Ela diz ainda que o Ministério da Saúde encaminha os dinheiros para os Estados, mas a maioria desvia os recursos para pagamentos de outros itens da política de Saúde.

“O governo Lula teve várias oportunidades de regulamentar o destino desta verba, mas as negociações estão paradas há muito tempo”, desabafa.

A expectativa da confederação é reunir entre 2 mil e 2,5 mil pessoas no comitê de Marconi, no Setor Vila Nova.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde coordenada por Samuel Camelo

Blog: www.mobilizacaonacional.kit.net/blog
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Site: www.mobilizacaonacional.kit.net

Fonte na web: ultimosegundo.ig.com.br