quarta-feira, 28 de julho de 2010

Saúde: Programa Saúde da Família

Atribuições dos integrantes do programa de saúde da família

Atribuiçoes do Médico

  1. Realizar consultas clínicas aos usuários de sua área adstrita;
  2. Participar das atividades de grupos de controle de patologias como hipertensos, diabéticos, de saúde mental, e outros;
  3. Executar açoes de assistencia integral em todas as fases do ciclo de vida: criança, adolescente, mulher, adulto e idoso;
  4. Realizar consultas e procedimentos na Unidade de Saúde da Família (USF) e, quando necessário, no domicílio;
  5. Realizar atividades clínicas correspondentes as áreas prioritárias na intervençao na Atençao Básica, definidas na Norma Operacional da Assistencia a Saúde (NOAS) 2001;
  6. Realizar busca ativa das doenças infecto-contagiosas;
  7. Aliar a atuaçao clínica a pratica da saúde coletiva;
  8. Realizar primeiros cuidados nas urgencias e emergencias clínicas, fazendo a indicaçao para a continuidade da assistencia prestada, acionando o serviço destinado para este fim;
  9. Garantir acesso a continuidade do tratamento dentro de um sistema de referencia e contra-referencia para os casos de maior complexidade ou que necessitem de internaçao hospitalar;
  10. Realizar pequenas cirurgias ambulatoriais;
  11. Promover a imunizaçao de rotina, das crianças e gestantes encaminhando-as ao serviço de referencia;
  12. Verificar e atestar óbito;
  13. Emitir laudos, pareceres e atestados sobre assuntos de sua competencia;
  14. Supervisionar os eventuais componentes da família em tratamento domiciliar e dos pacientes com tuberculose, hanseníase, hipertensao, diabetes e outras doenças crônicas;
  15. Acompanhar o crescimento e desenvolvimento das crianças de 0 (zero) a 5 (cinco) anos, especialmente crianças menores de 1 (um) ano, consideradas em situaçao de risco;
  16. Identificar e encaminhar gestantes para o serviço de pré-natal na Unidade de Saúde da Família;
  17. Realizar açoes educativas para prevençao do câncer cérvico-uterino e de mama encaminhando as mulheres em idade fértil para a realizaçao de exames periódicos nas unidades de referencia;
  18. Outras açoes e atividades a serem definidas de acordo com prioridades locais durante o desenvolvimento do Programa.

Atribuiçoes do Enfermeiro

  1. Realizar cuidados diretos de enfermagem nas urgencias e emergencias clínicas, fazendo a indicaçao para a continuidade da assistencia prestada, acionando o serviço destinado para este fim;
  2. Realizar consultas de enfermagem, solicitar exames complementares, rescrever/transcrever medicaçoes, conforme protocolo, estabelecidos nos Programas do Ministério da Saúde e as disposiçoes legais da profissao;
  3. Executar açoes de assistencia integral em todas as fases do ciclo de vida: criança, adolescente, mulher, adulto e idoso;
  4. Executar assistencia básicas e açoes de vigilância epidemiológica e sanitária, no âmbito de sua competencia;
  5. Realizar açoes de saúde em diferentes ambientes, na Unidade de Saúde da Família, e quando necessário, no domicílio;
  6. Realizar as atividades correspondentes as áreas prioritárias de intervençao na Atençao Básica, definidas na NOAS/ 2001;
  7. Aliar a atuaçao clinica a pratica da saúde coletiva;
  8. Organizar e coordenar as criaçao de grupos de controle de patologias, como hipertenso, diabéticos, de saúde mental, e outros;
  9. Realizar, com os profissionais da unidade de saúde, o diagnóstico e a definiçao do perfil sócio econômico da comunidade, a descriçao do perfil do meio ambiente da área de abrangencia, a realizaçao do levantamento das condiçoes de saneamento básico e do mapeamento da área de abrangencia dos Agentes Comunitário de Saúde sob sua responsabilidade;
  10. Supervisionar e coordenar as açoes para capacitaçao dos Agentes Comunitários de Saúde e de Auxiliares de Enfermagem, com vistas ao desempenho de suas funçoes;
  11. Coordenar, acompanhar, supervisionar e avaliar sistematicamente o trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde;
  12. Coordenar a programaçao das visitas domiciliares a serem realizadas pelos Agentes Comunitários de Saúde;
  13. Realizar busca ativa das doenças infecto contagiosas;
  14. Outras açoes e atividades a serem definidas de acordo com prioridades locais durante o desenvolvimento do Programa.

Atribuiçoes do Auxiliar de Enfermagem

  1. Realizar procedimentos de enfermagem, dentro de suas competencias técnicas e legais;
  2. Realizar procedimentos de enfermagem nos diferentes ambientes, Unidades de Saúde da Família e nos domicílios, dentro do planejamento de açoes traçadas pela equipe;
  3. Preparar o usuário para consultas médicas e de enfermagem, exames e tratamento na Unidade de Saúde da Família;
  4. Zelar pela limpeza e ordem do material, do equipamento e das dependencias da Unidade de Saúde da Família, garantindo o controle de infecçao;
  5. Realizar busca ativa de casos como tuberculose, hanseníase e todas demais doenças de cunho epidemiológico;
  6. Executar assistencia básica e açoes de vigilância epidemiológica e sanitária, no ambito de sua competencia;
  7. Realizar açoes de educaçao em saúde aos grupos de patologias específicas e as famílias de risco, conforme planejamento da Unidades de Saúde da Família;
  8. Realizar atividades de enfermagem, conforme competencia legal, correspondentes ás áreas prioritárias na intervençao na Atençao Básica, definidas na Norma Operacional da Assistencia á Saúde (NOAS) 2001;
  9. Outras açoes e atividades a serem definidas de acordo com prioridades locais durante o desenvolvimento do Programa.

Atribuiçoes do Agente Comunitário de Saúde

  1. Realizar mapeamento de suas áreas;
  2. Cadastrar as famílias que estao em sua área de atuaçao e atualizar permanentemente o cadastro;
  3. Identificar indivíduos e famílias expostas a situaçao de risco;
  4. Identificar áreas de risco;
  5. Orientar as famílias para utilizaçao adequada dos serviços de saúde, encaminhando-as serviços, conforme orientaçao de sua coordenaçao local;
  6. Realizar açoes e atividades, no nível de sua competencia, nas áreas prioritárias da Atençao Básica;
  7. Realizar, por meio de visita domiciliar, acompanhamento mensal de todas as famílias sob sua responsabilidade;
  8. Realizar busca ativa de casos como tuberculose, hanseníase e todas demais doenças de cunho epidemiológico;
  9. Estar sempre bem informado e informar aos demais membros das equipes, sobre a situaçao das famílias acompanhadas, particularmente aquelas em situaçao de risco;
  10. Desenvolver açoes de educaçao e vigilância a saúde, com enfase na promoçao da saúde e na prevençao de doenças;
  11. Monitorar as famílias com crianças menores de 01 (um) ano, consideradas em situaçao de risco;
  12. Acompanhar o crescimento e desenvolvimento das crianças de 0 (zero) a 5 (cinco) anos;
  13. Identificar e encaminhar gestantes para o serviço de pré-natal na Unidade de Saúde da Família;
  14. Realizar açoes educativas para prevençao do câncer cérvico-uterino e de mama encaminhando as mulheres em idade fértil para a realizaçao de exames periódicos nas unidades de referencia;
  15. Promover a educaçao e a mobilizaçao comunitária, visando desenvolver ações coletivas de saneamento e melhoria do meio ambiente, entre outras dentro do planejamento da equipe, sob a coordenaçao do profissional enfermeiro;
  16. Traduzir para a Equipe de Saúde da Família a dinâmica social da comunidade, suas necessidades potencialidades e limites;
  17. Identificar parceiros e recursos existentes na comunidade que possam ser potencializadas pela equipes;
  18. Outras açoes e atividades a serem definidas de acordo com prioridades locais durante o desenvolvimento do Programa.

Atribuiçoes do Cirurgiao-Dentista

  1. Realizar levantamento epidemiológico para traçar o perfil de saúde bucal da populaçao adscrita;
  2. Realizar os procedimentos clínicos definidos na NOB/SUS/96 e NOAS 200;
  3. Realizar o tratamento integral, no âmbito da atençao básica para a populaçao adscrita;
  4. Encaminhar e orientar os usuários que apresentarem problemas mais complexos a outros níveis de assistencia assegurando seu acompanhamento;
  5. Realizar atendimentos de primeiros cuidados nas urgencias;
  6. Realizar pequenas cirurgias ambulatoriais;
  7. Prescrever medicamentos e outras orientaçoes na conformidade dos diagnósticos efetuados;
  8. Emitir laudos, pareceres e atestados sobre assuntos de sua competencia;
  9. Executar as açoes de assistencia integral, aliando a atuaçao clínica a saúde coletiva, assistindo a família, indivíduos ou grupos específicos de acordo com o planejamento local;
  10. Coordenar açoes coletivas, voltadas a promoçao e prevençao da saúde bucal;
  11. Programar e supervisionar o fornecimento de insumos para as açoes coletivas;
  12. Capacitar as equipes de saúde da família no que se refere as açoes educativas e preventivas em saúde bucal;
  13. Realizar atividades de educaçao de saúde bucal na família com enfase no grupo infantil;
  14. Supervisionar o trabalho desenvolvido pelos membros que compoem a equipe de saúde bucal;
  15. Outras açoes e atividades a serem definidas de acordo com prioridades locais durante o desenvolvimento do Programa.

Atribuiçoes Comuns a Todos os Profissionais que
Integram as Equipes do Programa de Saúde da Família

  1. Conhecer as realidades das famílias pelas quais sao responsáveis, com enfase nas suas características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológica;
  2. Identificar os problemas de saúde e situaçoes de risco mais comuns aos quais aquela populaçao está exposta;
  3. Promover a interaçao e integraçao com todas as açoes executadas pelo Programa de Saúde da Família com os demais integrantes da Equipe da Unidade de Saúde da Família;
  4. Elaborar, com a participaçao da comunidade, um plano local para o enfrentamento dos problemas de saúde e fatores que colocam em risco a saúde;
  5. Executar, de acordo com a sua atribuiçao profissional, os procedimentos de vigilância epidemiológica, nas diferentes fases do ciclo da vida;
  6. Valorizar a relaçao com o usuário e com a família, para a criaçao de vinculo de confiança, de afeto de respeito;
  7. Resolver 85% dos problemas de saúde bucal no nível de atençao básica;
  8. Garantir acesso a continuidade do tratamento dentro de um sistema de referencia e contra-referencia para os casos de maior complexidade;
  9. Prestar a assistencia integral a populaçao adscrita, respondendo a demanda de forma contínua e racionalizada;
  10. Coordenar, participar de e/ou organizar grupos de educaçao para saúde;
  11. Promover açoes intersetoriais e parcerias com organizaçoes formais e informais existentes na comunidade para o enfrentamento dos problemas identificados;
  12. Fomentar a participaçao popular, discutindo com a comunidade conceitos de cidadania, de direito á saúde e suas bases legais;
  13. Incentivar a formaçao e/ou participaçao ativa da comunidade nos Conselhos Locais de Saúde e no Conselho Municipal de Saúde;
  14. Auxiliar na implantaçao do Cartao Nacional de Saúde;
  15. Executar assistencia básica e açoes de vigilância epidemiológica e sanitária, no âmbito de sua competencia;
  16. Participar das atividades de grupos de controle de patologias como hipertensos, diabéticos, de saúde mental, e outros;
  17. Executar açoes de assistencia integral em todas as fases do ciclo de vida: criança, adolescente, mulher, adulto e idoso;
  18. Realizar as atividades correspondentes as áreas prioritárias de intervençao na Atençao Básica, definidas na NOAS/2001, no âmbito da competencia de cada profissional;
  19. Participar da realizaçao do cadastramento das famílias;
  20. Participar da identificaçao das micro-áreas de risco para priorizaçao das açoes dos Agentes Comunitários de Saúde;
  21. Executar em nível de suas competencias, açoes de assistencia básica na unidade de saúde, no domicilio e na comunidade;
  22. Participar do processo de educaçao permanente, técnica e gerencial;
  23. Participar da consolidaçao, análise e divulgaçao mensal dos dados gerados pelo sistema de informaçoes do programa;
  24. Participar do processo de programaçao e planejamento das açoes, da organizaçao do trabalho da unidade de saúde, considerando a análise das informaçoes geradas pelos Agentes Comunitários de Saúde;
  25. Participar da definiçao das açoes e atribuiçoes prioritárias dos Agentes Comunitários de Saúde para enfrentamento dos problemas identificados, alimentando o fluxo do sistema de informaçoes, nos prazos estipulados;
  26. Incentivar o aleitamento materno exclusivo;
  27. Orientar dos adolescentes e familiares na prevençao de Doenças Sexualmente Transmissíveis - DST/AIDS, gravidez precoce e uso de drogas.
  28. Realizar o monitoramento, dos casos de diarréia, das infecçoes respiratórias agudas, dos casos suspeitos de pneumonia, de dermatoses e parasitoses em criança;
  29. Realizar o monitoramento dos recém nascidos e das puérperas;
  30. Realizar visitas domiciliares periódicas para monitoramento das gestantes, priorizando atençao ao desenvolvimento da gestaçao;
  31. Colaborar nos inquéritos epidemiológicos ou na investigaçao de surtos ou ocorrencia de doenças ou de outros casos de notificaçao compulsória;
  32. Incentivar a comunidade na aceitaçao e inserçao social dos portadores de deficiencia psicofísica;
  33. Orientar as famílias e a comunidade na prevençao e no controle das doenças endemicas;
  34. Realizar açoes para a sensibilizaçao das famílias e da comunidade para abordagem dos direitos humanos;
  35. Estimular a participaçao comunitária para açoes que visem a melhoria da qualidade de vida da comunidade;
  36. Realizar açoes educativas:
    1. sobre métodos de planejamento familiar;
    2. sobre climatério;
    3. nutriçao;
    4. saúde bucal;
    5. para preservaçao do meio ambiente;
    6. para prevençao do câncer cérvico-uterino e de mama encaminhando as mulheres em idade fértil para a realizaçao de exames periódicos nas unidades de referencia;
  37. Outras açoes e atividades a serem definidas de acordo com prioridades locais durante o desenvolvimento do Programa.


Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde coordenada por Samuel Camelo

Blog: www.mobilizacaonacional.kit.net/blog
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Site: www.mobilizacaonacional.kit.net

Fonte na web: barradogarcas.com

Prefeitura Municipal de Barra do Garças
Rua Carajás, 522 - Centro - CEP 78600-000
Fone: (66) 3402-2000