segunda-feira, 21 de junho de 2010

Tremembé: Secretários de Saúde não comentam denúncias do TCU

O secretário de Saúde de Tremembé, Pedro Cunha Neto, informou ontem ao O VALE
que a pasta vai estudar o laudo do TCU (Tribunal de Contas da União) antes de comentar o assunto.

Por meio da assessoria de imprensa, ele chegou a questionar algumas irregularidades apontadas pelo TCU, como a existência de uma UBS (Unidade Básica de Saúde) em más condições de higiene na cidade, mas preferiu não comentar a denúncia do Tribunal.

Além da UBS, segundo o relatório do TCU, Tremembé tem deficiência no uso de uniformes e equipamentos de apoio para os agentes comunitários de saúde, falta de programas de qualificação e equipe sem a presença de médico.

Em Tremembé, segundo dados da prefeitura, existem seis unidades do programa Saúde da Família, implantadas nos bairros Jardim Santana, Maracaibo, Parque Nossa Senhora da Glória, Benvirá, Guedes e Flor do Vale.

Guará.
Já a secretária de Saúde de Guaratinguetá, Nádia Maria Magalhães Meireles, não comentou ontem as irregularidades apontadas pelo TCU, mesmo tendo sido procurada pela reportagem de O VALE , através da assessoria de comunicação da prefeitura. Até as 18h de ontem, nenhum comentário foi enviado.

Na cidade, o programa Saúde da Família está implantado em sete unidades de saúde, congregando 35 agentes comunitários de saúde e atendendo em torno de 24 mil pessoas.

O relatório do TCU apontou que profissionais da cidade não estariam cumprindo a jornada de trabalho.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde coordenada por Samuel Camelo

Blog: www.mobilizacaonacional.kit.net/blog
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Site: www.mobilizacaonacional.kit.net

Fonte na web: www.ovale.com.br