sábado, 15 de maio de 2010

Saúde realiza oficina de capacitação sobre Hanseníase.

Secretaria de Saúde promoveu, em Foz do Iguaçu, uma oficina capacitando mais de 150 agentes comunitários de saúde para auxiliar no diagnóstico precoce da Hanseníase. O município é um dos dez prioritários para Programa estadual de Controle da Hanseníase devido ao alto número de portadores da doença.

A Secretaria da Saúde promoveu na última quarta (12) e quinta-feira (13), em Foz do Iguaçu, uma oficina de capacitação dos agentes comunitários de saúde sobre os tratamentos, diagnóstico e assistência básica aos portadores da Hanseníase. O evento contou com a participação da coordenadora do Programa estadual de controle da Hanseníase, Nivera Noemia Stremel e a assessora técnica da ONG LRA (The Leprosy Relief Association), Rejane de Almeida Silva.

“Os agentes comunitários de saúde integram a estratégia do Programa de Saúde da Família (PSF) e são o principal elo de ligação entre a comunidade e os serviços básicos de saúde. Eles são responsáveis por orientar a população sobre a utilização adequada dos serviços de saúde e auxiliam no rápido diagnóstico de doenças como a Hanseníase” explicou Nivera Stremel. Mais de 150 agentes de Foz do Iguaçu e dos outros oito municípios que abrangem a 9ª Regional de Saúde foram capacitados.

Segundo Stremel, durante os dois dias do evento, os agentes receberam um treinamento de atualização sobre as ações de controle da Hanseníase. “Estes profissionais serão responsáveis pela multiplicação do treinamento teórico-prático aos profissionais dos municípios pertencentes à sua região”. Foz do Iguaçu é um dos dez municípios prioritários para o programa de estadual de controle da Hanseníase, por registrar um alto número de casos da doença.

Durante a oficina, houve a apresentação de um Teatro de Fantoches organizado por um grupo de agentes de saúde, representando situações vividas pelos próprios agentes em seu trabalho e apresentando uma paródia sobre Hanseníase.

As capacitações contemplarão outras regionais de saúde e estão previstas no plano anual de ações de 2010 do Programa estadual de Controle da Hanseníase.”Elas são oportunidades de se discutir o quadro da doença no estado e atualizar os profissionais a fim de sistematizar o atendimento a pessoa acometida pela Hanseníase na atenção primária a saúde”, enfatizou a coordenadora.


Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde coordenada por Samuel Camelo

Blog: www.mobilizacaonacional.kit.net/blog
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Site: www.mobilizacaonacional.kit.net

Fonte na web: www.saude.pr.gov.br