quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Prefeitura oferece atendimento em nutrição pelo SUS

A forma como nos alimentamos pode ser responsável pelo aparecimento de muitas doenças, muitas das quais poderiam ser evitadas ou controladas apenas com bons hábitos alimentares. Em Vitória da Conquista, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde, disponibiliza para a população atendimento especializado em nutrição.

Na Rede SUS, os nutricionistas são responsáveis pela orientação e acompanhamento dos pacientes do Hospital Municipal Esaú Matos, fazem atendimento nas Unidades de Saúde por meio do Núcleo de Apoio a Saúde da Família/NASF, no Centro Municipal de Atenção Especializada/CEMAE, no Centro Municipal de Reabilitação Física/CEMERF e desenvolvem diversos programas do Governo Federal através da Vigilância Nutricional.

Com o objetivo principal de promover a informação sobre as condições nutricionais da população e os fatores que as influenciam, a Vigilância Nutricional é responsável pela Coordenação dos programas federais: Vitamina A, Suplementação de Ferro, Controle de Doenças de Veiculação Hídricas e Alimentares, Plano Nutricional de Alimentação e Nutrição/PNAN e Bolsa Família- Condicionalidade da Saúde.

Vitamina A – O Vitamina A Mais é um Programa do Ministério da Saúde, com apoio dos Estados e que busca erradicar a deficiência nutricional de Vitamina A em crianças de 6 a 59 meses de idade residentes em regiões consideradas de risco. No Brasil são consideradas áreas de risco a região Nordeste, Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais e Vale da Ribeira em São Paulo.

Todas as unidades de saúde do município de Vitória da Conquista realizam a administração de Vitamina A em crianças de 06 meses a 59 meses, uma vez a cada 6 meses. Em 2009, foram aplicadas 2.676 doses em crianças de 6 a 11 meses e 6.022 doses aplicadas em crianças de 12 a 59 meses.

Programa de suplementação de ferro – O programa Nacional de Suplementação de ferro consiste na Suplementação medicamentosa de ferro para crianças de 6 a 18 meses de idade, gestantes a partir da 20ª semana e mulheres até o 3º mês pós-parto. Os suplementos de ferro são distribuídos gratuitamente das Unidades de Saúde. Em 2009 foram acompanhadas 1.123 crianças entre 06 a 18 meses, 3.597 gestantes e 648 mulheres no pós parto.

Controle de Doenças de Veiculação Hídrica e Alimentares – Toda notificação que chega a vigilância epidemiológica de caso suspeito é investigada, realizando coleta se necessário e encaminhando para tratamento.

Plano Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) – O PNAN existe no município desde o ano de 2008, através de projeto enviado para o Ministério da Saúde, onde foi aprovado e firmado convênio com a Secretaria de Saúde; os recursos são repassados anualmente para desenvolver ações de Vigilância Nutricional. Além de melhorias dos indicadores, desde o ano de 2008, foram realizadas as seguintes ações pela Vigilância Nutricional:

• Implementação do SISVAN/ Bolsa Família;

• Adquirido balanças para USF’s e para todos os agentes;

• Comemoração do Dia Mundial de Alimentação com ações educativas na Praça 09 de novembro;

• I Encontro de Aleitamento Materno;

• Comemoração da semana do aleitamento materno com palestras em parceria do Banco de Leite Humano e NASF e Atenção Básica nas unidades de saúde oferecendo café da manhã para gestantes e nutrizes e brindes de enxovais;

• I Fórum de Nutrição de Vitória da Conquista;

• Capacitações de todos agentes comunitários de saúde em Avaliação Nutricional;

• Curso de Manejo da Lactação em parceria com Atenção Básica e 20ª DIRES.

Bolsa Família – Condicionalidade de Saúde – São acompanhadas todas as crianças de 0 a 7 anos de idade e gestantes, nutrizes e mulheres de 10 a 49 anos de idade beneficiárias do Bolsa Família. A verificação é realizada pelas unidades de saúde semestralmente e monitoradas pela Vigilância Nutricional, a partir do 2° semestre. Além da busca ativa de crianças foi criado a Chamada Nutricional (Dia da Semana de Acompanhamento), em parceria com a campanha de vacinação, proporcionando para crianças que vão para as unidades realizar o acompanhamento Nutricional e atualizar o cartão de vacina, atividades educativas e brindes.

No 1° semestre de 2009 foram feitos 98% de acompanhamento, o que representa 19.100 famílias; no 2° semestre 91% de acompanhamentos de perfil de saúde, o que representa 18.191 famílias. Desde o ano de 2006, o índice de acompanhamento passou de 1% chegando até 99%, aumentando consideravelmente o IGD (Índice de Gestão Descentralizada) e contribuindo para o repasse de recurso ao município.

CEMAE – No CEMAE são realizadas 120 consultas por mês encaminhadas pelas Unidades de Saúde, sendo realizadas nas tardes de terças e quintas-feiras, semanalmente.

CEMERF - o serviço conta com o atendimento de um nutricionista que integra a equipe multidisciplinar do centro, atendendo a 100% dos usuários do serviço, por meio de consultas, que buscam orientar os pacientes de doenças incapacitantes como diabetes e hipertensão e manutenção do peso para pacientes com indicação para uso de próteses.

NASF – O NASF possui 4 nutricionistas, duas atendem nas unidades da zona urbana e duas na zona rural, onde realizam reuniões em grupo e atendimento individualizado a depender dos sintomas apresentados pelos pacientes. Em 2009, foram realizados 207 atendimentos em grupo, 2.025 consultas individuais e 222 atendimentos em domicílio para pacientes com dificuldade de locomoção.


Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde coordenada por Samuel Camelo

Blog: www.mobilizacaonacional.kit.net/blog
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Site: www.mobilizacaonacional.kit.net

Fonte na web: www.pmvc.com.br