Acesse as nossas Matérias!

Tudo o que ocorre no universo dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias você encontra aqui...

O paradoxo do nosso tempo.

O paradoxo do nosso tempo é que temos edifícios mais altos, mas pavios mais curtos; estradas mais largas, mas pontos de vista mais estreitos; gastamos mais...

Conheça algumas das ações da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde nas Redes Sociais

MNAS - Juntos, Somos Mais Fortes! Acesse, conheça, compartilhe e fortaleça a nossa luta que, na verdade, é sua também!

Acesse os nossos artigos!

Acesse todos os artigos recentes publicados pelo Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil...

O que os Gestores não Querem que os Agentes de Saúde Saibam...

A MNAS - Mobilização dos Agentes de Saúde (ACS/ACE) ao longo de mais de uma década tem lutado, juntamente com o seu rol de voluntários, contra a mais diversa ordem de abusos praticados...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Homem é diagnosticado com zika, dengue e chikungunya ao mesmo tempo

O estudo aponta que o caso é considerado grave

Em meio aos alertas emitidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), apontando a possibilidade do zika se tornar uma epidemia global, foi diagnosticado o primeiro caso combinado de infecção de zika, dengue e chikungunya em um mesmo paciente. Trata-se de um homem colombiano, de 49 anos, infectado pelo vírus transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti.


O caso foi descoberto por médicos da Divisão de Epidemiologia e do Grupo de Pesquisas de Controle de Doenças Infecciosas do Hospital Universitário do município de Sincelejo, em Sucre. Os infectologistas prestaram atendimento ao paciente em 2015 e, desde 2 de janeiro de 2016, quando submeteram um artigo na revista especializada “Journal of Infection and Public Health” sobre o caso, estão em meio a polêmica no meio médico.


Ainda no início de fevereiro, novos artigos foram submetidos analisando as constatações da equipe colombiana e repercutindo a questão.

O estudo aponta que o caso é considerado grave, entretanto, o homem teve seu estado de saúde controlado e seu quadro é estável. Os médicos relatam que ao chegar ao hospital ele apresentava conjuntivite, febre de 38°, manchas vermelhas nas costas e braços e foi submetido aos exames de anticorpos para detectar os três vírus – todos deram positivo. Em exames mais aprofundados, foi detectado pelos especialistas o avermelhamento de gânglios linfáticos e inchaço nas pernas do paciente. Não houve, porém, o surgimento de nenhum sintoma além dos já categorizados em pessoas infectadas pelos três vírus.

Leia outras publicações:
“Homem árvore” tem verrugas semelhantes a galhos crescendo em suas mãos, devido à condição rara
Estudante concilia trabalho na roça com estudo de física e é aprovado em medicina
Pela 1ª vez, corrupção é vista como maior problema do país, diz Datafolha
ISTO É ISRAEL! DESENVOLVENDO-SE PARA MELHORAR O MUNDO...
Primeiros transplantes de útero serão feitos no Reino Unido
Pai do ano: Gari que criou filha sozinho a forma em medicina
Suspeita real: Microcefalia foi causada por erro na administração da vacina tríplice (sarampo, caxumba e rubéola)
Dê a sua opinião sobre o Projeto que garante Multa por atraso de salário
Profissional que foi demitido tem direito a continuar com plano de saúde
O sangue dos homossexuais continua banido
FGTS: tire suas dúvidas sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

Nenhum efeito sinérgico dessas infecções virais”, relataram os médicos, ressaltando que o paciente foi tratado como os infectados comuns pelas doenças são, sem nenhum procedimento médico mais sério. Os especialistas, no entanto, ressaltam que em cada paciente as doenças se apresentam de formas distintas, portanto, novos casos da “tríplice infecção” poderão ter desfechos mais graves. Fonte: diariodepernambuco.com.br







https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


Sem suporte neonatal, hospital usa garrafas como máscaras

Saúde em estado de calamidade: de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, "as circunstâncias do atendimento estão sendo apuradas, para as medidas cabíveis, além das providências imediatas já adotadas

Manaus - Uma recém-nascida morreu e outro bebê está internado após o Hospital do Município de Jutaí, a 751 quilômetros de Manaus, improvisar garrafas pet como máscaras de oxigênio.

Filhos da dona de casa Francisca Neres, de 20 anos, o casal de gêmeos nasceu prematuro, à 1 hora da última quinta-feira, 28. Sem o devido suporte neonatal, a menina morreu 10 horas após o parto.

O menino Gabriel sobreviveu e teve alta do hospital no domingo, 31, mas retornou durante a noite e foi internado. Na tarde de segunda-feira, o bebê foi transportado para Manaus por meio de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea.

Leia outras publicações:
“Homem árvore” tem verrugas semelhantes a galhos crescendo em suas mãos, devido à condição rara
Estudante concilia trabalho na roça com estudo de física e é aprovado em medicina
Pela 1ª vez, corrupção é vista como maior problema do país, diz Datafolha
ISTO É ISRAEL! DESENVOLVENDO-SE PARA MELHORAR O MUNDO...
Primeiros transplantes de útero serão feitos no Reino Unido
Pai do ano: Gari que criou filha sozinho a forma em medicina
Suspeita real: Microcefalia foi causada por erro na administração da vacina tríplice (sarampo, caxumba e rubéola)
Dê a sua opinião sobre o Projeto que garante Multa por atraso de salário
Profissional que foi demitido tem direito a continuar com plano de saúde
O sangue dos homossexuais continua banido
FGTS: tire suas dúvidas sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

Na capital, ele foi encaminhado à Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais da Maternidade Ana Braga.

Irmão de Francisca, o cabeleireiro Raimundo Neres, de 23 anos
, que reside na capital, informou que a mãe estava preocupada com a saúde do menino.

"Ele passou mal no domingo e todos ficaram desesperados para trazê-lo a Manaus. Deram alta para a criança e, depois, querem colocar a culpa na família", protestou o tio das vítimas.

Acionada pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam), ainda no fim de semana, a direção do Hospital de Jutaí informou que "os gêmeos nasceram de 7 meses e que a menina tinha um quadro pulmonar mais debilitado. Mesmo tendo sido submetida aos mesmos procedimentos que o irmão, ela não resistiu por causa do quadro de infecção respiratória aguda de etiologia alveolar, ocasionada por síndrome de membrana hialina, principal complicação de prematuridade".

A direção destacou ainda que "a falta da máscara de venturi - que não estava disponível na unidade e que foi substituída pelo material improvisado de garrafa PET - não teria contribuído para o óbito do bebê".

De acordo com a secretaria, "as circunstâncias do atendimento estão sendo apuradas, para as medidas cabíveis, além das providências imediatas já adotadas". A Susam informou ainda que o médico que realizou o procedimento é contratado pela prefeitura de Jutaí. http://exame.abril.com.br/







https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

“Homem árvore” tem verrugas semelhantes a galhos crescendo em suas mãos, devido à condição rara

Abul Bajandar, de 25 anos, mora em Khulna, Bangladesh, e sofre de uma doença rara e hereditária 

Um homem de Bangladesh foi apelidado de “homem árvore”, justamente por conta de condição rara que fez com que crescimentos estranhos, que na verdade são verrugas, surgissem em suas mãos e pés. O crescimento assemelha-se muito a raízes de árvore. Recentemente, ele precisou ser internado para tratamento e seu destino é incerto.

Abul Bajandar, de 25 anos, mora em Khulna, Bangladesh, e sofre de uma doença rara e hereditária conhecida como Epidermodisplasia Verruciforme, prejudicando sua vida há sete anos.

Os médicos do Instituto Nacional de queimadura e Cirurgia Plástica do Dhaka Medical College and Hospital (DMCH) irão, agora, decidir sobre seu tratamento, após vários especialistas entrarem num consenso. O Dr. Samanta Lal Sen, coordenador-chefe do Instituto, visitou o homem para poder decidir a melhor opção para o tratamento.

A Epidermodisplasia Verruciforme

A epidermodisplasia verruciforme (EV), também conhecida como displasia de Lewandowsky-Lutz, é uma desordem genética rara, de caráter autossômico recessivo. A condição faz com que verrugas cutâneas, semelhantes a lesões, apareçam em qualquer parte do corpo. Geralmente, a condição aparece por sensibilidade da pele ao papiloma vírus humano (HPV), podendo evoluir para algo pior.

Leia outras publicações:
Estudante concilia trabalho na roça com estudo de física e é aprovado em medicina
Pela 1ª vez, corrupção é vista como maior problema do país, diz Datafolha
ISTO É ISRAEL! DESENVOLVENDO-SE PARA MELHORAR O MUNDO...
Primeiros transplantes de útero serão feitos no Reino Unido
Pai do ano: Gari que criou filha sozinho a forma em medicina
Suspeita real: Microcefalia foi causada por erro na administração da vacina tríplice (sarampo, caxumba e rubéola)
Dê a sua opinião sobre o Projeto que garante Multa por atraso de salário
Profissional que foi demitido tem direito a continuar com plano de saúde
O sangue dos homossexuais continua banido
FGTS: tire suas dúvidas sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

Infecções por HPV descontroladas levam ao crescimento de máculas e pápulas, principalmente nas mãos e nos pés. Normalmente está ligada ao HPV tipo 5 e tipo 8, que estão presentes em aproximadamente 80% da população mundial, e geralmente são assintomáticos. Mutações no gene EVER1 ou EVER2, localizados no cromossomo 17, são as causas desta moléstia. Não se sabe ainda a função exata desses genes, mas sabe-se que estão relacionados à distribuição de zinco no núcleo celular”, relatou o portal Info Escola, sobre a doença. Existem dois tipos de EV: uma na qual as verrugas são planas, e outra na qual aparecem lesões semelhantes a queratoses seborreicas.

A Epidermodisplasia Verruciforme

A epidermodisplasia verruciforme (EV), também conhecida como displasia de Lewandowsky-Lutz, é uma desordem genética rara, de caráter autossômico recessivo. A condição faz com que verrugas cutâneas, semelhantes a lesões, apareçam em qualquer parte do corpo. Geralmente, a condição aparece por sensibilidade da pele ao papiloma vírus humano (HPV), podendo evoluir para algo pior.

“Infecções por HPV descontroladas levam ao crescimento de máculas e pápulas, principalmente nas mãos e nos pés. Normalmente está ligada ao HPV tipo 5 e tipo 8, que estão presentes em aproximadamente 80% da população mundial, e geralmente são assintomáticos. Mutações no gene EVER1 ou EVER2, localizados no cromossomo 17, são as causas desta moléstia. Não se sabe ainda a função exata desses genes, mas sabe-se que estão relacionados à distribuição de zinco no núcleo celular”, relatou o portal Info Escola, sobre a doença. Existem dois tipos de EV: uma na qual as verrugas são planas, e outra na qual aparecem lesões semelhantes a queratoses seborreicas.

Infecções por HPV descontroladas levam ao crescimento de máculas e pápulas

Apesar de não existir um tratamento comprovado, o mais comum envolve a medicação com acitretina (0,5-1,0 mg/kg) durante 6 meses. Interferon também pode ser utilizado, junto com retinoides. A remoção das lesões também é uma opção comum, feita através de cirurgia ou crioterapia. Porém, após serem removidas, seu desenvolvimento continua por toda a vida. Acredita-se que de 30% a 60% dessas lesões evoluam para uma forma maligna.

Outros casos

Segundo relatos locais, um outro rapaz com a condição, conhecido como o “homem árvore original”, chamado Dede Koswara, da Indonésia, morreu esta semana. O portal Tribunnnews.com relatou que não foi a doença a causa de sua morte.

Em 2008, o Discovery Channel contou sua história. O programa mostrou sua volta do hospital para casa, após remover cirurgicamente verrugas de até seis quilos, no formato de raízes de árvore.




Um médico americano havia dito, anteriormente, que as verrugas foram o resultado de um grave papiloma vírus humano (HPV) e os médicos pensavam que o tipo dele foi o pior já registrado no mundo. O homem, que era pai de duas crianças, notou que as verrugas começaram a aparecer em seu corpo após machucar seu joelho, quando ainda era adolescente. Mais tarde em sua vida, ele foi demitido de seu emprego e rejeitado pelos vizinhos quando os crescimentos começaram a parecer com galhos de árvores, cobrindo grande parte de seu corpo. Na época, foi relatado que ele precisaria passar por, pelo menos, duas operações por ano.

Koswara foi forçado a participar de um ato de circo

Anteriormente, Koswara foi forçado a participar de um ato de circo, em Bandung, na Indonésia, para poder pagar suas contas, já que não conseguia emprego. Quando seu caso foi divulgado, muitas pessoas, comovidas por sua história, passaram a realizar doações para financiar seu tratamento. www.jornalciencia.com/






https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


Ministério Público: Prefeito que realiza 'Carnaval' com salários dos servidores em atraso serão julgados

Cristiano Pimentel reitera que o pagamento aos servidores vale para todas as categorias.

O Ministério Público de Contas decidiu entrar com uma representação no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) contra os prefeitos que promoverem gastos durante as festas de Carnaval sem que o pagamento dos salários dos servidores esteja em dia. Segundo o procurador do MPC, Cristiano Pimentel, é irresponsabilidade dos gestores querer gastar com o Carnaval enquanto os servidores públicos não estão com os salários em dia. "A Constituição Federal colocou a moralidade administrativa como princípio obrigatório. Gastar em festas, mesmo uma tradicional como o carnaval, enquanto as famílias dos servidores estão com contas atrasadas, não está de acordo com este mandamento do constituinte”, afirmou.

Leia outras publicações:
“Homem árvore” tem verrugas semelhantes a galhos crescendo em suas mãos, devido à condição rara
Estudante concilia trabalho na roça com estudo de física e é aprovado em medicina
Pela 1ª vez, corrupção é vista como maior problema do país, diz Datafolha
ISTO É ISRAEL! DESENVOLVENDO-SE PARA MELHORAR O MUNDO...
Primeiros transplantes de útero serão feitos no Reino Unido
Pai do ano: Gari que criou filha sozinho a forma em medicina
Suspeita real: Microcefalia foi causada por erro na administração da vacina tríplice (sarampo, caxumba e rubéola)
Dê a sua opinião sobre o Projeto que garante Multa por atraso de salário
Profissional que foi demitido tem direito a continuar com plano de saúde
O sangue dos homossexuais continua banido
FGTS: tire suas dúvidas sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

Cristiano Pimentel reitera que o pagamento aos servidores vale para todas as categorias, incluindo os que trabalham em cargos comissionados. De acordo com informações do Ministério Público de Contas, várias prefeituras estão atrasando os salários dos comissionados e temporários por considerarem que eles não têm como reclamar sob risco de serem dispensados a qualquer momento.

O Ministério Público de Contas já adiantou que irá pedir ao Tribunal de Contas a rejeição das contas de cada prefeito que utilizar deste artifício. "Iremos solicitar (a rejeição), mas conselheiros podem considerar também outras punições, como multas e determinações", disse o procurador.

Ainda segundo Pimentel, a crise financeira que o Brasil atravessa no momento é um período em que o prefeito deve definir prioridades. Para ele, pelo fato de 2016 ser um ano eleitoral, existe uma "pressão muito grande" nas cidades do interior do Estado para a realização de festas e shows, com o objetivo de que a candidatura seja alavancada. “Temos professores com salários atrasados. Quando um prefeito gasta 500 mil no Carnaval, sem estar em dia com estes salários, na prática, está retirando dinheiro da educação para colocar na folia”, ponderou o procurador.

O Ministério Público de Contas já informou à Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), órgão que representa os prefeitos, e à União dos Vereadores de Pernambuco (UVP) sobre o aviso. O MPC disse ainda que espera contar com informações dos promotores de justiça do interior - além da própria população - sobre os prefeitos que fizerem tal prática, através de representações até o fim de fevereiro.

Publicada em 15/01/2016 às 21h52. Fonte: portalpe10.com.br







https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


Estudante concilia trabalho na roça com estudo de física e é aprovado em medicina

A conquista veio quase quatro anos após formar-se na Escola Estadual Gonçalo Antunes Bezerra

Passar numa faculdade de medicina ainda é tabu para muita gente – em alguns casos, tido como sonho impossível. Trabalhador rural, aos 20 anos, Jéferson César subverteu as probabilidades. Vai trocar o Sítio Laje do Carrapicho, na Zona Rural de Alagoinha, no Agreste do estado, por uma vaga para formar-se médico, na Universidade Federal de Campina Grande, na Paraíba, onde já assegurou lugar ou no campus da UFPE em Caruaru, onde ficou na lista de espera – 15° lugar numa lista de 13 vagas. A aprovação não é questão de acaso – passou em 3° lugar no concurso do Sisu, no sistema de cotas.

A conquista veio quase quatro anos após formar-se na Escola Estadual Gonçalo Antunes Bezerra, em 2012, e ao custo de conciliar os estudos com o cuidado com os animais e plantações do sítio. O sonho foi adiado por conta das fortes secas, que impossibilitaram os ganhos familiares a ponto de conseguir ajudá-lo a manter-se longe de casa, numa cidade nova. “Desde os cinco anos, lido com palma, capim, feijão e milho e tiro leite de vaca. Mas a seca foi a pior que já vi no Nordeste, não tinha como meus pais me ajudarem em outra cidade. Nem tentei. Fiz Física, porque era em Pesqueira, aqui perto, e passei. Agora, com as coisas melhorando, tentei, mas achando que seria minha primeira tentativa, porque muita gente que quer ser médico tenta muitas vezes, né?”, relata o estudante que acaba de trancar a licencitura em física, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), no 7° período, de um total de 8. “Não era o que eu queria”.

Leia outras publicações:
Pela 1ª vez, corrupção é vista como maior problema do país, diz Datafolha
ISTO É ISRAEL! DESENVOLVENDO-SE PARA MELHORAR O MUNDO...
Primeiros transplantes de útero serão feitos no Reino Unido
Pai do ano: Gari que criou filha sozinho a forma em medicina
Suspeita real: Microcefalia foi causada por erro na administração da vacina tríplice (sarampo, caxumba e rubéola)
Dê a sua opinião sobre o Projeto que garante Multa por atraso de salário
Profissional que foi demitido tem direito a continuar com plano de saúde
O sangue dos homossexuais continua banido
FGTS: tire suas dúvidas sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

O desejo de ser médico surgiu entre os 10 ou 12 anos, decorrente das dificuldades no estilo de vida que encontrava no sítio e no raro acesso à unidades de saúde por parte de sua família. O plano teve que ser adiado por forças maiores (que incluía o clima), mas no que dependia dele, cada momento contou na preparação. Acordava às 5h e seguia para o trabalho no campo, até as 10h. Então, estudava e almoçava, antes de voltar ao trabalho às 14h. No início da noite, seguia para o curso de física na cidade vizinha, de onde retornava às 22h30 e se dedicava à última hora de estudos, voltados ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Não dava para fazer mais que isso, senão só dormiria 5h e acabava atrapalhando tudo”. Para contornar a falta de tempo, improvisava: “Eu aproveitava o silêncio do campo e, enquanto tirava leite das vacas, ouvia umas 2h, 3h de videoaulas no celular. Isso facilitou”, diz, sorrindo.

Jéferson virou referência na cidade. Não há quem não conheça o rapaz da área onde até o celular é ruim de pegar. Até o prefeito da cidade, Maurílio Andrade expôs a história nas redes sociais e publicizou os feitos dos jovens da pequena cidade, de 15 mil habitantes. Fonte: diariodepernambuco.com.br






https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Prefeitura de São Simão paga mais de R$ 34 mil em incentivo extra aos seus Agentes Comunitários de Saúde

O  incentivo adicional é um direito dos Agentes Comunitários e Agentes de Combate às Endemias
 
Contrariando as inverdades divulgadas pelo Conselho Nacional dos Secretários Municipais em Saúde - CONASEMS e que foram rebatidas pela Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS, o prefeito do Município de São Simão/GO, Dr. Márcio Barbosa Vasconcelos,  efetuou o pagamento do Incentivo Adicional (14º). O repasse no valor de R$  34.476,00 (trinta e quatro mil reais e quatrocentos e setenta e seis reais) ocorreu no dia 29 de janeiro.

Conforme posicionamento defendido pela MNAS, o  Incentivo Extra é devido aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, conforme estabelecem a  Portaria 1.599 de 09 de julho de 2011, Lei 12.994 de 2014 e 2.031, de 09 de dezembro de 2015.
 Esta última é uma ratificação do que estabelece a chamada Lei do Piso Naciona, que incluiu os Agentes de Combate às Endemias nesse benefício.

Popularmente conhecido como 14º salário, o incentivo cumpre os dispositivos citados acima, estabelecendo o direito aos Agentes de Saúde de receber uma vez por ano o Incentivo Adicional. O montante de recursos, R$  34.476,00, foi rateado entre os 34 agentes comunitários de São Simão e Itaguaçu, portanto, cada funcionário recebeu o valor de R$ 1.014,00.

Leia outras publicações:
 Agentes de saúde receberão bônus de R$ 200 a para combater aedes aegypti
Agentes de saúde receberão bonificação para intensificar combate ao mosquito da dengue
O que os Gestores não Querem que os Agentes de Saúde Saibam...
Pesquisa realizada pela MNAS: Prefeitura que PAGARAM o Incentivo Adicional (14º)
Após críticas da MNAS, mais um município pagou o 14º Salário (Incentivo Adicional)
MNAS defende uma Greve Nacional para 2016, ainda no início do ano
Agentes de Itapajéalém do 14º, têm garantido um incentivo mensal de 50%...
Prefeitura de Guaraciaba do Norte garante o pagamento do 14º dos Agentes Comunitários
Dilma corta ilegalmente R$ 270 milhões do Incentivo Adicional dos Agentes Comunitários
MNAS declara que o MS prejudicou o Brasil ao diminuir o número de ACE's
Portaria 2031/15: Garante 14º aos Agentes de Combate às Endemias
Vídeo: Coordenador da MNAS fala ao Canal Saúde/Fiocruz sobre o descontentamento

Na visão de Samuel Camêlo, coordenador nacional da MNAS, além de incentivar os agentes, esses recursos motivam esses profissionais da saúde.

“...Isso é uma forma de reconhecer a importância do trabalho da categoria para a melhoria na qualidade do atendimento do sistema público de saúde do município”, afirmou o prefeito Dr. Márcio  Vasconcelos.

Os agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias são profissionais que desempenham um importante trabalho nos municípios. São eles que exercem ações educativas de prevenção das doenças e agravos, através das visitas domiciliares. O agente comunitário estabelece o elo entre as necessidades de saúde da população e os serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde, enquanto que o agente de endemias labora na prevenção e combate das endemias.

O gestor que não garante o repasse recebido da União, além de desviar esses recursos de suas finalidades, não estão valorizando os seus colaboradores, servidores públicos.






https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Agentes de Saúde: Lideranças de Pernambuco debatem a situação da luta da categoria no estado e no país

Fortalecimento da luta dos Agentes de Saúde (ACS/ACE) em Pernambuco

Alguns dos principais líderes dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) de Pernambuco estiveram reunidos na última sexta-feira (28/01), em Paulista. Em face do atual cenário em que se encontra o Brasil, é de grande relevância que as categorias do seguimento saúde se articulem para fortalecer a garantia de seus direitos, principalmente os Agentes de Saúde. São as articulações como essa que abre novas possibilidades nos avanços das conquistas.


Momento no Coqueiral Park

Na ocasião desse encontro, o presidente do SINDACSPA - Sindicato dos ACS e ACE do Paulista/PE, Roque Morais, Josivane Barbosa da Silva Morais (Diretora Social) e Adalberto Alves da Silva Filho (Secretária Geral), anfitriões do evento que, ainda, contou com a presença de Williams Hilário (Presidente do SIMACSACEM - Sindicato dos ACS/ACE de Abreu e Lima) a diretora Sônia; Zezé (Presidente do sindicato dos ACS/ACE de Igarassu), Natalicio Faustino (Presidente do SINDACSE - Sindicato Regional Setentrional do Agreste de Pernambuco, dos ACS e ACE)  acompanhado de sua esposa e Fábio (diretor de imprensa) e Samuel Camêlo (Coordenador Nacional da Mobilização Nacional dos ACS/ACE).

 Da esq. para dir.: Natalício e esposa, Fábio, Samuel, Roque, Josivane e Adalberto

Foi tratado sobre uma serie de temas relevantes para os agentes de saúde do Estado de Pernambuco, inclusive relacionado a situação nacional, no contexto local. Uma das pautas que ficou pendente foi sobre a possibilidade de uma Greve Nacional, o que poderá ser tratado no próximo encontro, a ser agendado para depois do carnaval.

Leia outras publicações:
 Agentes de saúde receberão bônus de R$ 200 a para combater aedes aegypti
Agentes de saúde receberão bonificação para intensificar combate ao mosquito da dengue
O que os Gestores não Querem que os Agentes de Saúde Saibam...
Pesquisa realizada pela MNAS: Prefeitura que PAGARAM o Incentivo Adicional (14º)
Após críticas da MNAS, mais um município pagou o 14º Salário (Incentivo Adicional)
MNAS defende uma Greve Nacional para 2016, ainda no início do ano
Agentes de Itapajéalém do 14º, têm garantido um incentivo mensal de 50%...
Prefeitura de Guaraciaba do Norte garante o pagamento do 14º dos Agentes Comunitários
Dilma corta ilegalmente R$ 270 milhões do Incentivo Adicional dos Agentes Comunitários
MNAS declara que o MS prejudicou o Brasil ao diminuir o número de ACE's
Portaria 2031/15: Garante 14º aos Agentes de Combate às Endemias
Vídeo: Coordenador da MNAS fala ao Canal Saúde/Fiocruz sobre o descontentamento

O evento, além de fortalecer a luta da categoria no estado, possibilitou a troca de experiências entre as citadas lideranças. O êxito de diversas demandas possibilitou o fornecimento de documentos entre os participantes do evento, com ênfase a atuação do SINDACSPA. Este, como as demais instituições, têm ampliado as suas conquistas, destacando: recebimento do Incentivo, Insalubridade paga a mais de 4 anos, garantia do acesso a formação superior para os associados do sindicato com pagamento de mensalidade de apenas R$ 175,00. O debate para implantação do PMAQ já está em fase final, semelhantemente a inclusão dessa formação no Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV).

O encontro também possibilitou que os representantes sindicais conhecesse o belíssimo Coqueiral Park, um ambiente de lazer em família localizado na 2ª Perimetral Norte, Av. Lígia Gomes, S/N, Olinda. www.coqueiralpark.com.br 

Aprecie essa excelente possibilidade de lazer:

 
Um lazer em família

  Parque aquático 

 Fazendinha

 Parque aquático 

 Um passeio de pônei

Trilha ecológica

Pescaria

O ÚNICO PARQUE DE PERNAMBUCO ABERTO O ANO TODO.

A 20 km do centro do Recife, o CoqueiralPark ocupa uma área de 17 hectares com muita atividade para toda a família.








Deixe o seu comentário no espaço abaixo!



https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif


sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Agentes de saúde de Janduis/RN deflagram Greve

Movimento paredista em Janduis/RN foi motivado por inércia da prefeita

Mais uma vez a intransigência da gestão municipalista conduz a categoria de Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias a ter que adotar o recurso da greve, na tentativa de garantir os seus direitos. Conforme informações divulgadas pelo SINDAS/RN, comandado por Cosmo Marinz, a Prefeita Lígia de Souza Felix usou da inércia, ou seja, não agiu com interesse para resolver as questões pertinentes as reivindicações dos agentes. Não restou outra saída a não ser a greve, deflagrada no último dia 25/01.
A principal reivindicação dos agentes é o pagamento do Piso Nacional, conforme previsão da Lei 12.994/2014.

Segundo a nota divulgada pelo sindicato, para o vice-presidente do SINDAS, Canindé Quirino, "não há mais possibilidade de acordo, todas as tentativas foram esgotadas."

"Uma das grandes dificuldades encontradas pelos Agentes de Saúde de nosso país é a ausência de diálogo dos gestores municipais. Sem o instrumento do diálogo não há como avançar e laborar no saída que seja conveniente, sem a produção de danos aos trabalhadores. No final das contas, o gestor intransigente penaliza a sociedade com o seu modelo de gestão baseado em imposição. O que nunca dá certo, contudo, eles insistem em tentar usar esse caminho, afirmou Samuel Camêlo, coordenador nacional da MNAS (Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde).

Leia outras publicações:
 Agentes de saúde receberão bônus de R$ 200 a para combater aedes aegypti
Agentes de saúde receberão bonificação para intensificar combate ao mosquito da dengue
O que os Gestores não Querem que os Agentes de Saúde Saibam...
Pesquisa realizada pela MNAS: Prefeitura que PAGARAM o Incentivo Adicional (14º)
Após críticas da MNAS, mais um município pagou o 14º Salário (Incentivo Adicional)
MNAS defende uma Greve Nacional para 2016, ainda no início do ano
Agentes de Itapajéalém do 14º, têm garantido um incentivo mensal de 50%...
Prefeitura de Guaraciaba do Norte garante o pagamento do 14º dos Agentes Comunitários
Dilma corta ilegalmente R$ 270 milhões do Incentivo Adicional dos Agentes Comunitários
MNAS declara que o MS prejudicou o Brasil ao diminuir o número de ACE's
Portaria 2031/15: Garante 14º aos Agentes de Combate às Endemias
Vídeo: Coordenador da MNAS fala ao Canal Saúde/Fiocruz sobre o descontentamento

Segundo o Sindas, se não for resolvido os problemas da categoria hoje, ainda na próxima semana o sindicato irá se reunir com o Ministério Público e entrar com Ação de Improbidade Administrativa.

Imagens relacionadas ao evento produzida pelo Sindas/RN:









Deixe o seu comentário no espaço abaixo!



https://lh3.googleusercontent.com/-15TawoL0n0U/UPBtbni031I/AAAAAAAAHbw/K2NBNp4QKoM/s675/facebook-comments.gif